Artigos

– Orson Peter Carrara

Considerando os relacionamentos humanos, suas dificuldades, alegrias, conquistas e desafios, o casamento é um deles onde a experiência é expressiva. Interessante porque o casamento pode ser classificado em cinco tipos.

O primeiro deles é o de afinidades. Almas afins que se unem para objetivos bem definidos e compartilhados, seja na criação dos filhos, seja numa empresa ou num ideal qualquer. Caracteriza-se pela harmonia nos relacionamentos, apesar das diferenças que podem apresentar entre si os cônjuges.

Depois encontramos os casamentos de renúncia. Normalmente um deles optou por amor a cuidar do outro, nas dificuldades trazidas ou adquiridas.

E há ainda os casamentos de testes de crescimento, onde um ou ambos vão crescer nas experiências difíceis, convidados que são à tolerância, ao desapego, a vencer ciúmes e à superação de egoísmos para ajudarem-se mutuamente.

Leia mais...

"Reconhece-se o verdadeiro

Espírita pela sua transformação

moral, e pelos esforços que faz

para domar suas más inclinações".

(Allan Kardec, ESE, XVII, 4)

Ponderando com Allan Kardec, torna-se simples definir quem é verdadeiro Espírita, afinal os podemos reconhecer pelos esforços que fazem em transformar-se em pessoas moralmente melhores e em domar suas más inclinações, geradas pelas imperfeições milenares que todos carregamos na alma imortal.

No entanto, embora o desejássemos, a temática é mais complexa do que podemos pensar inicialmente. Observando com um pouco de atenção, podemos facilmente reconhecer muitos “espíritas” ainda adormecidos perante suas responsabilidades, adquiridas através dos esclarecimentos que a Codificação oferta a 152 anos.

Leia mais...

Orson Peter Carrara

São exemplares os comportamentos daqueles que absorveram o conhecimento da proposta trazida pela Doutrina Espírita. Conheceram e se comprometeram. Foi o que aconteceu com Chico Xavier em toda sua conhecida trajetória de sacrifícios, humildade e perfeita conexão com o que conhecia.

O mesmo pode ser dito de Yvonne do Amaral Pereira e Cairbar Schutel, por exemplo, sem deixarmos de lembrar Bezerra, Eurípides, Batuíra, entre tantos outros que podem ser citados, inclusive aqueles que não se tornaram tão conhecidos. E se sairmos do ambiente espírita, amplia-se igualmente o número daqueles que entenderam a finalidade de viver, mesmo que sem o conhecimento espírita.

Situamo-nos, todavia, na rápida abordagem, no comprometimento de Yvonne e Cairbar. O primeiro, antes mesmo de conhecer o Espiritismo, já dava exemplos de perfeita conexão com os interesses da coletividade, envolvendo-se com várias iniciativas que beneficiassem os necessitados de toda ordem. Mais tarde, quando conheceu o Espiritismo, transformou sua vida num total comprometimento com a proposta do Espiritismo, merecendo o cognome de Bandeirante do Espiritismo, por todas as suas ações já conhecidas.

Leia mais...

Todas as previsões sobre o fim do mundo, dos maias ao apocalipse de João, de Nostradamus a Edgar Cayce, falam de tempos difíceis, de grandes dores e destruições a serem vividos pela Terra. 

Por outro lado, pelo menos duas outras frentes falam dos aspectos da renovação espiritual que urge ocorrer com a humanidade, uma delas proveniente de certa linha ufológica, onde canalizadores (o mesmo que médiuns para a Doutrina Espírita) menos preocupados com ufos e et`s e mais com a qualidade moral do espírito, repassam informações de seres de outros orbes, a exemplo de Bashar, orientando os interessados em questões de valores e virtudes. A outra frente é o próprio Espiritismo, o qual nasceu por orientação divina e iniciativa de espíritos de escol deste planeta, para falar de moral, mudança, progresso e transformação espiritual e material da Terra e dos homens.

Focando nesse último aspecto, que já não faz, como outrora, as pessoas olharem desconfiadas para quem crê em comunicabilidade com o mundo espiritual, nem mais incita pensamentos sobre os possíveis efeitos de loucura travestida de crença, ficamos com os alertas cristãos para a última hora - "muitos são os chamados e poucos os escolhidos" (Mateus 20:1-16).

Leia mais...

– Orson Peter Carrara

Em visita em indústria alimentícia, deparei-me com o grão de mostarda. Pequenino grão, diminuta semente, no entanto comparada por Jesus para falar sobre a força da fé.

Ao ter o diminuto grão na palma da mão, lembrei-me dos ensinos do Mestre da Humanidade e emocionei-me com as lições profundas e sábias daquele que é a Luz do Mundo! Somente sua imensa sabedoria poderia mesmo fazer referida comparação.

Ele afirmou que se tivermos fé do tamanho do grão de mostarda somos capazes de remover os obstáculos da vida nas montanhas do orgulho, da vaidade, do ciúme e de tantas imperfeições que todos trazemos. Mas também o mesmo pequenino grão se existente daquele tamanho no coração como inspiração para a iniciativa e a perseverança, comparado para dizer da força da fé, é capaz de superar as lutas, as enfermidades e manter serenidade e confiança no amparo que nunca falta para estarmos com a cabeça erguida e prosseguindo nossos projetos de aperfeiçoamento.

Leia mais...

Uma das informações mais relevantes contidas nas obras básicas espíritas, é o alerta de que somos responsáveis não só pelo mal que fazemos, mas também pelo mal que decorre do bem que poderíamos ter feito e não fizemos.

Já pensaram nas implicações dessa verdade?

Imaginem que alguém está frente a frente com a possibilidade de tomar um atitude boa qualquer, mas por razões egoísticas (conforto, comodismo, preguiça, má vontade etc), não o faz.

Se da omissão do bom ato surgirem resultados negativos, a responsabilidade será também do indivíduo que nada fez.

Não basta, portanto, não fazer o mal. Há pessoas que definem-se como boas apenas porque não agem de forma maldosa e prejudicial. É importante aprofundar o entendimento da gravidade de nossas decisões. Nas grandes e pequenas coisas há momentos em que podemos fazer o bem, mas optamos por nada realizar; o mal decorrente de nossa inação é nosso mal, é obra nossa.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...