Entrevistas


Orson Peter Carrara – O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Centro e Escola integrados com orientação de Chico Xavier

Médium orientou fundação de escola no mesmo espaço da atividade espírita

Nosso entrevistado é conhecido nacionalmente. Natural de Anápolis-GO e radicado em Araguari-MG há muitos anos, Jamiro é escritor com vários livros publicados e palestrante em todo o Brasil. Integrando equipe do Centro Espírita Nosso Lar, que completou 25 anos, relata experiência inspirada pelo médium Chico Xavier que integra escola e atividade espírita.

1 - Quando surgiu o CENTRO ESPIRITA NOSSO LAR e como foi?
Em 1985 eu e minha esposa Luci realizávamos semanalmente o Evangelho no lar. Aos poucos a minha família começou a participar, e em pouco tempo o espaço já estava totalmente ocupado. Surgiu, então, a sugestão de fundação de uma Casa. No inicio de 1986, mensagens dos Amigos Espirituais afirmavam que a família, antes de reencarnar, havia assumido o compromisso de abrir uma Casa Espírita. Assim, diante da revelação, em fevereiro de 1986 foi fundado o Centro Espírita Nosso Lar.

Leia mais...

José do Carmo Rodrigues é casado, pai de Daniel e Érica, nascido em Itu, no interior de São Paulo e reside atualmente na cidade de São Paulo.

É espírita estudioso da Doutrina Espírita e palestrante, e atua profissionalmente como professor universitário.

Está concluindo o curso de Ciências da Religião, pela Universidade Metodista de São Paulo e realiza uma pesquisa acadêmica Sobre Conversão ao Espiritismo. Acompanhem a entrevista exclusiva ao nosso site.

 

  1. É espírita há quanto tempo e como entrou para o Espiritismo?

Sou espírita desde que nasci; Nasci em um lar espírita.

Qual Casa Espírita é vinculado?

Associação Espírita Cabaninha de Antonio de Aquino, em Itu/SP.

Leia mais...

"O Espiritismo é o ar que respiro", diz Robson Pinheiro

O escritor Robson Pinheiro concede entrevista esclarecedora e responde aos seus críticos com determinação: "Como nosso compromisso é com o espiritismo — e não com os espíritas ou com a leitura que muitos fazem do espiritismo —, considero-me fiel ao mandato a mim confiado."  (Nas imagens, Robson Pinheiro detalhe da capa do livro Legião, de sua autoria)

(Entrevista a Manoel Fernandes Neto)

Por que alguns irmãos do movimento espírita classificam seu trabalho de umbandista e não doutrinário? Você pode comentar esta questão?

Primeiramente, é preciso esclarecer que umbandista não se opõe a doutrinário, se entendermos doutrinário como atinente ao espiritismo. Afinal, um trabalho pode ser coerente com a doutrina de umbanda, e não com a doutrina espírita.

No meu caso, entretanto, não conheço acerca de doutrina de umbanda, nem tampouco qualquer linha de meus livros versam sobre esse tema. Ou seja, nem eu conheço o assunto nem os espíritos que escrevem através de mim abordam doutrina umbandista. Afinal, sou espírita, minha formação é espírita e o compromisso meu e dos espíritos que me dirigem é com o espiritismo. E aí a questão proposta esbarra em algo maior, para o qual devo me alongar a fim de procurar ser mais claro.

Leia mais...

Orson Peter CaIvanildo Fernandesrrara -  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

MIEP movimenta o Estado da Paraíba

Evento, em sua 39ª. edição, oferece programação de qualidade durante o carnaval

O Movimento de Integração Espírita Paraibano – mais conhecido por MIEP –, sempre realizado no período do carnaval, é abordado por nosso entrevistado. Ivanildo é Professor da UFCG, lotado no Departamento de Engenharia de Produção, Graduado em Desenho Industrial, mestre em Administração, Doutorando em Recursos Naturais. Nasceu em Patos e atualmente reside em Campina Grande, sede do evento, no conhecido estado nordestino. Vinculado à Associação Municipal de Espiritismo – AME-CG, atualmente no cargo de Diretor-Presidente, é espírita desde 1986.

1- O que é o MIEP? Quando começou a ser realizado? E foi fundado por quem?

O MIEP é um encontro que se realiza anualmente durante o período de carnaval, tendo como objetivo principal integrar a comunidade espírita, difundir e debater os temas relevantes e atuais, abordando aspectos referentes à ciência, filosofia e religião e sobretudo divulgar o Evangelho de Jesus à luz da Doutrina Espírita.

O MIEP começou com um grupo de jovens espíritas de nossa cidade, liderado por Roberto Vilarim, presidente da então Liga Espírita Campinense, que na companhia de Santana Florindo, Paulo Robson, Ana Florindo, Silvio Nery, Antônio de Lima, José Nicolau de Araujo, buscavam uma alternativa de ocupação para o período das festividades do carnaval, já que naquela época a cidade ficava muito agitada, tendo o primeiro MIEP acontecido no ano de 1974, no Centro Espírita Varões do Senhor, com incentivo dos Srs. Luiz Tavares, Chico e Creuza da UFE.

Leia mais...

FOCALIZANDO O TRABALHADOR ESPÍRITA

Entrevista concedida a Ismael Gobbo para o blog http://ismaelgobbo.blogspot.com

Rita de Cássia Ramos CordeiroA entrevistada Rita de Cássia Ramos Cordeiro é atuante trabalhadora do movimento espírita residente na cidade de Itú, SP.  De longa data se  dedicando ao trabalho voluntario em  atividades diversas, ultimamente ampliou-as no campo da divulgação através do  Instituto Beneficente Chico Xavier do qual é uma das fundadoras. Com muita garra, senso de responsabilidade e idealismo,  Rita de Cássia dá-nos o bom exemplo de seareia comprometida com a propagação da doutrina codificada por Kardec sob  inspiração de Jesus.

Rita pode nos fazer sua autoapresentaçao?
Meu nome é Rita de Cássia Ramos Cordeiro, nasci em Presidente Prudente, interior do Estado de São Paulo, no dia 15 de Novembro de 1966. Sou filha de Rubens Prado Ramos e Iris de Oliveira Ramos. Nasci numa família de cinco irmãos - quatro homens, sendo eu a caçula e única mulher. Por volta de 1970, quando tinha quatro anos, minha família mudou-se para Sorocaba, onde permanecemos por três anos. Em seguida viemos para Itu, cidade na qual cresci e resido até os dias de hoje. Em 1996 casei com Benedito Roberto Cordeiro, um colega de trabalho, da empresa que eu trabalhava na época. Temos um filho de 10 anos, chamado Jonathan.

Qual a sua formação acadêmica e profissional?
Conclui o antigo Colegial, atual ensino Médio. Sempre trabalhei na área administrativa. Em meu último emprego, numa fábrica de Colchões, trabalhei por 14 anos, como faturista e encarregada de cobrança. Saí deste emprego em 2003, para definitivamente me envolver com o voluntariado, onde permaneço até hoje, contabilizando, ao todo, 13 anos na área.

 

Leia mais...

Divaldo Pereira Franco comenta sobre seus contatos Divaldo Pereiran Francocom Francisco Cândido Xavier acerca do mediunato e da obra do missionário homenageado pelo Centenário de Nascimento.

Entrevista com: Divaldo Pereira Franco

Reformador: Como foi seu primeiro encontro com Chico Xavier?
Divaldo: No mês de março de 1948, convidado pelo confrade Ederlindo Sá Roriz, a visitar Belo Horizonte, durante as minhas férias de funcionário autárquico – foi ele quem me induziu a proferir a primeira palestra na União Espírita Sergipana, no dia 27 de março de 1947, quando residia em Aracaju, e eu era seu hóspede – porque ele fora transferido com a família para a capital mineira, após aceitar-lhe o convite, em lá chegando, no dia imediato, tive a imensa alegria de conhecer o venerando médium Chico Xavier, em um encontro inolvidável. Já nos correspondíamos epistolarmente desde alguns meses...

Naquela época, habitualmente, às terças-feiras, Chico Xavier visitava a família da dona Lucília Cavalcanti, viúva e fotógrafa, residente na Rua Tupinambás, no 330, térreo (“Foto Minas”), naquela cidade, a quem era profundamente vinculado, especialmente em razão do afeto espiritual que dedicava ao jovem Carlos Cavalcanti, que então fundara e dirigia a União das Mocidades Espíritas Nina Arueira. Às 17h, com um grupo de amigos, entre os quais, Ederlindo Sá Roriz, Arnaldo Rocha e José Martins Peralva Sobrinho, vimos chegar, procedente de Pedro Leopoldo, o afável amigo, que logo saltou e pôs-se a abraçar-nos a todos, que formávamos, à porta de entrada, um semicírculo... Jovialmente saudou-me e, segurando-me pelo braço, convidou-nos a adentrar na residência que lhe era querida.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...