Informativo

Informativo Centelhas de Esperança

Informativo O Informativo "Centelhas de Esperança" é um Projeto sonhado a anos, que finalmente pôde ser realizado, graças à união de um grupo de amigos que voluntariamente se dedicaram à fundação do Instituto Beneficente Chico Xavier.

Sendo parte integrante do Instituto Beneficente Chico Xavier, o informativo será divulgado através do site da Instituição e também pela mídia impressa.

Estaremos divulgando com maior abrangência o trabalho assistencial realizado pelas Instituições Beneficentes, espíritas ou não.

Apresentaremos a história e trabalho realizado por Editoras e Distribuidores de Livros Espíritas, bem como Clube de Livros Espíritas de todo Brasil, que revertem parte ou totalidade de sua renda em prol de Instituições Beneficentes, muitas delas tornando-se sua principal mantenedora.

O Informativo  trará matérias sobre confrades espíritas que desenvolvem trabalhos de divulgação da Doutrina Espírita, como editores e oradores, mostrando a importância e responsabilidade que devemos ter com a divulgação da Doutrina Espírita.

Sejam todos bem-vindos ao Informativo "Centelhas de Esperança".

Navegue pelo nossos artigos pelo "Menu informativo ao lado"

Não há quem não conheça a frase de Jesus sobre amar ao próximo como a si mesmo (Mateus, 12). Ele se preocupou com isso por que, como disse Pedro (I, 4:8), o amor cobre uma multidão de pecados. Co

todos somos moralmente imperfeitos, como podemos cobrar do outro aquilo que também não somos?

E se amar a um estranho é difícil, o que se dirá de amar ao próximo mais próximo? Parece simples, no entanto é na intimidade que as pessoas mais mostram seus "espinhos", nem sempre desejando que não firam (* referência à lenda dos porcos-espinhos que tiveram que aprender a suportar alguns espinhos alheios, para não morrerem de frio durante certa era glacial).

Os espíritos são compelidos a encarnar na família com aqueles com quem tem afinidades e com seus desafetos, para evoluírem juntos ou aprenderem a amar-se. E, pensando bem, quantos pais e filhos, quantos irmãos, quantos companheiros amam-se e odeiam-se ao mesmo tempo? Ou apenas odeiam-se?

Leia mais...

– Orson Peter Carrara

Quem de nós já não “bateu a cara”? Isso é comum, é humano. Os tropeços da existência humana ocorrem diariamente, isso não é novidade para ninguém. Eles são resultantes principalmente da inexperiência no trato com situações novas, necessários, porém, ao aprendizado. Resultam também da precipitação, da ansiedade, do medo e, claro, da falta de conhecimento.

Nem sempre estamos capacitados para atuar em determinada área e aí acontecem as decepções, as frustrações, e mesmo desequilíbrios emocionais, inclusive com danos à saúde. Estão em todas as áreas de atividade, até mesmo dentro de casa, na convivência familiar, com a palavra mal conduzida, o comportamento agressivo e sem psicologia no trato, e se estendem para a vida social, com os conhecidos desdobramentos das violências e intensos desafios sociais.

Os tropeços estão na vida individual, na vida pública, na profissão, nos relacionamentos, na sociedade em geral. Um motorista negligente e irresponsável, por exemplo, levará o tropeço além das dificuldades naturais, causando prejuízos e até tragédias. O exemplo do motorista enquadra-se em muitas outras situações, inclusive na profissão, na política, na administração de uma empresa, na presidência de uma instituição, podendo desdobrar-se em grandes prejuízos, falências e mesmo no desvirtuamento de uma ideia ou da finalidade de uma iniciativa documentada ou fundada com nobres bases estabelecidas.

Leia mais...

– Orson Peter Carrara

A grande responsável pela onda de violência no estado de São Paulo, iniciada no final de outubro e que se estende pelos dias de novembro, é a ignorância plena de nossa verdadeira natureza.

Inicio a abordagem utilizando-me do lamentável fato das mortes, em número expressivo, nas madrugadas da capital e outras cidades de expressão do estado, mas o mesmo raciocínio pode ser aplicado aos que roubam, estupram, violentam, planejam sequestros e roubos, invadem residências e torturam pessoas, desviam verbas, corrompem. E cabe também aos que manipulam bastidores para obter vantagens, chantageiam, pressionam com abusos, torturam emocionalmente, aos que tripudiam sobre a liberdade alheia.

E não escapam os que se afundam na vaidade, na prepotência, na arrogância, julgando-se melhores ou mais importantes que os outros, desprezando e espezinhando pessoas, sob alegações variadas, no abuso de cargos, poderes, status ou posição.

Não há dúvida que há graus variados de atuação, mas todos gerando consequências no futuro. E não é castigo, é meramente consequência.

Sim, consequência dos desatinos que a consciência cobrará reparação.

Leia mais...

O conhecimento espírita é o farol que ilumina o caminho de quem passa pelas provações da existência”

Nosso entrevistado desta semana é Wellington Balbo, autor do livro “Arena de Conflitos”, escrito em parceria com Orson Peter Carrara, relançado recentemente pela Ceac Editora. “Arena de Conflitos” faz parte do Clube do Livro do Instituto Chico Xavier do mês de Novembro.

Wellington tem 37 anos, nasceu em Cafelândia – SP e mora atualmente em Bauru – SP, e tem dois filhos: Olivia de 14 anos e João Antonio de 9 anos.

Wellington é escritor, articulista, palestrante, redator de programa de rádio e estará estreando brevemente um programa de rádio em parceria com a Web Rádio Ceac de Bauru.

Saiba mais sobre Wellington Balbo, acompanhando esta entrevista concedida exclusivamente ao site www.institutochicoxavier.com

Leia mais...

1904 – 1988

Inácio Ferreira de Oliveira nasceu em Uberaba em 15 de abril de 1904.

Filho de Jacinto Ferreira de Oliveira e de Maria Lucas de Oliveira, foi casado com Aparecida Valicenti Ferreira

e não teve filhos.

Dr. Inácio, grande amigo não só do médium Chico Xavier, formou-se pela Universidade Federal do Rio de

Janeiro, então Universidade do Brasil, clinicando na terra natal.

Observou, sem idéia preconcebida, os diferentes fatos neuropsíquicos relacionados com os enfermos internados no Sanatório Espírita de Uberaba, do qual seria diretor-clínico por mais de cinco décadas, tendo verificado a eficácia da terapia espírita para a cura de distúrbios mentais e obsessivos. Nesse trabalho, a notável médium Maria Modesto Cravo (mais conhecida como dona Modesta), o competente enfermeiro-chefe, sr. Manoel Roberto da Silva, além de outros cooperadores, lhe foram de inestimável valia.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...