Informativo

Informativo Centelhas de Esperança

Informativo O Informativo "Centelhas de Esperança" é um Projeto sonhado a anos, que finalmente pôde ser realizado, graças à união de um grupo de amigos que voluntariamente se dedicaram à fundação do Instituto Beneficente Chico Xavier.

Sendo parte integrante do Instituto Beneficente Chico Xavier, o informativo será divulgado através do site da Instituição e também pela mídia impressa.

Estaremos divulgando com maior abrangência o trabalho assistencial realizado pelas Instituições Beneficentes, espíritas ou não.

Apresentaremos a história e trabalho realizado por Editoras e Distribuidores de Livros Espíritas, bem como Clube de Livros Espíritas de todo Brasil, que revertem parte ou totalidade de sua renda em prol de Instituições Beneficentes, muitas delas tornando-se sua principal mantenedora.

O Informativo  trará matérias sobre confrades espíritas que desenvolvem trabalhos de divulgação da Doutrina Espírita, como editores e oradores, mostrando a importância e responsabilidade que devemos ter com a divulgação da Doutrina Espírita.

Sejam todos bem-vindos ao Informativo "Centelhas de Esperança".

Navegue pelo nossos artigos pelo "Menu informativo ao lado"

É bastante comum ouvir-se falar da precocidade das crianças de hoje em dia.

Impressiona a facilidade com que dominam as novas tecnologias.

Também é notável o modo pelo qual rompem tabus e preconceitos.

Diante de seres tão independentes e dinâmicos, pais e educadores costumam quedar perplexos.

Há nos jovens da atualidade algo de diferente.

Não se trata de mera rebeldia, sempre presente, em algum grau, nas novas gerações.

É todo um novo sistema de valores que parece desabrochar.

A Espiritualidade Superior noticia que realmente surge no mundo uma nova geração.

Trata-se de Espíritos que há muito não reencarnavam.

E mesmo de alguns que vêm de mundos distantes para aqui renascer.

Sua chegada é motivo de alegria e cuidados.

Alegria, pois trazem a tarefa de promover o progresso do planeta.

Dotados de grande intelectualidade, trazem novos conceitos de vida que desejam colocar em prática.

Alguns ainda são ricos de sublime moralidade.

A necessidade de cuidados deriva da própria qualidade desses seres.

Eles são independentes e altivos.

Renascem com o propósito de reformular os valores sociais e aprimorá-los.

Por conta disso, não são submissos e conformados.

Com eles, não adianta o discurso da mera proibição.

De nada resolve exigir que obedeçam aos mais velhos.

Eles precisam ser convencidos com bons argumentos.

Gritos e violências nunca foram métodos educativos eficazes.

Mas com essas crianças especiais são ainda mais infelizes.

Elas tratam os adultos de igual para igual.

Não aceitam punições e reproches e nem regras de conduta sem sentido.

É preciso conquistar-lhes a admiração e o respeito.

Leia mais...

Quem cuida de seu filho quando ele não está sob seus olhos?

Você diz que, na escola, os professores são os responsáveis; que em seu lar, você tem uma babá igualmente responsável.

Enfim, você sempre acredita que alguém, quando você não estiver por perto, estará de olho nele.

Parentes, amigos, contratados à parte, há, também, uma proteção invisível que zela por seu filho.

Você pode dizer que é seu anjo de guarda, seu anjo bom. A denominação, em verdade, não importa.

O que realmente se faz de importância é esta certeza de que um ser invisível debruça sua atenção sobre seu filho, onde quer que ele esteja.

E também sobre você. Não se trata de uma teoria para consolar as mães que ficam distantes de seus filhos longas horas.

Ou para quem caminha só nas estradas do mundo. Refere-se a uma verdade que o homem desde muito tempo percebeu.

Basta que nos recordemos de gravuras antigas que mostram crianças atravessando uma ponte em mau estado, sob o olhar atento de um mensageiro celeste.

Leia mais...

“A árvore que produz maus frutos não é boa, e a árvore que produz bons frutos não é má; porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto. Não se colhem figos dos espinheiros e não se cortam cachos de uva de sobre as sarças...”

Fugimos constantemente de nossos sentimentos interiores por não confiarmos em nosso poder pessoal de transformação e, dessa forma, forjamos um “disfarce” para sermos apresentados perante os outros.

Anulamos qualquer emoção que julgamos ser inconveniente dizendo para nós mesmos: ‘‘eu nunca sinto raiva”, “nunca guardo mágoa de ninguém”, vestindo assim uma aparência de falsa humildade e compreensão.

Máscaras fazem parte de nossa existência, porque todos nós não somos totalmente bons ou totalmente maus e não podemos fugir de nossas lutas internas. Temos que confrontá-las, porque somente assim é que desbloquearemos nossos conflitos, que são as causas que nos mantêm prisioneiros diante da vida.

Devemos nos analisar como realmente somos.

Leia mais...

Viver do passado é cultivar espinhos,

é sofrer dobrado, é não enterrar os mortos,

viver em luto permanente, morrendo também

um pouco a cada dia, é andar por caminhos tortos.

Leia mais...

Francisco Francinaldo Rafael de OliveiraUma experiência potiguar dá exemplo de unificação

Com movimento espírita bem jovem, Mossoró-RN demonstra dinamismo na divulgação

Orson Peter Carrara – O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Nosso entrevistado nasceu em Santa Cruz-PB, mas reside em Mossoró-RN há 27 anos. Espírita desde o ano 2.000, bacharel em Ciências Contábeis e graduando em Jornalismo, vincula-se ao Centro de Estudos Espíritas Allan Kardec, coordenando o Depto. De Comunicação Social, e responde à entrevista de nossa revista comentando sobre a tradicional Semana Espírita da cidade.

1 - Situe Mossoró no contexto histórico- geográfico-demográfico-econômico para o leitor.
Num resumo histórico, foi a primeira cidade do estado a realizar campanhas para libertação de seus escravos, tendo conseguido tal intento cinco anos antes da Lei Áurea. Orgulha-se disso e a data é festivamente comemorada até hoje, sendo o dia 30 de setembro, data magna do feito, feriado municipal. Outro feito histórico é o Motim da Mulheres. No dia 04 de setembro de 1875, 300 mulheres foram às ruas contra o alistamento dos seus filhos e maridos. No cartório militar, rasgaram as fichas de alistamento. Foi em Mossoró também que se registrou o primeiro voto feminino do Brasil. Celina Guimarães Viana, professora, juíza de futebol, mulher atuante em Mossoró,  a primeira eleitora inscrita no Brasil, ano de 1928. Em 1927, com seus 20 mil habitantes, a cidade vivia um largo período de expansão comercial e industrial, possuía o maior parque salineiro do país, empresas algodoeiras, despertou a cobiça do cangaceiro Lampião. O bandoleiro exigia 400 contos de réis para não atacar a cidade. O prefeito à época, Rodolfo Fernandes, não aceitou a chantagem e convocou os homens da cidade à defendê-la. No dia 13 de junho de 1927, Mossoró botou prá correr Lampião e sua gente. Num resumo geográfico-demográfico-econômico, Mossoró é a segunda maior cidade do RN, conta atualmente com 260 mil habitantes. Localiza-se no Oeste Potiguar, entre Natal, a capital do estado, e Fortaleza, capital do Ceará.  É uma cidade em expansão permanente. Sua economia está diretamente ligada a produção de petróleo, sal, fruticultura irrigada.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...