Informativo

Informativo Centelhas de Esperança

Informativo O Informativo "Centelhas de Esperança" é um Projeto sonhado a anos, que finalmente pôde ser realizado, graças à união de um grupo de amigos que voluntariamente se dedicaram à fundação do Instituto Beneficente Chico Xavier.

Sendo parte integrante do Instituto Beneficente Chico Xavier, o informativo será divulgado através do site da Instituição e também pela mídia impressa.

Estaremos divulgando com maior abrangência o trabalho assistencial realizado pelas Instituições Beneficentes, espíritas ou não.

Apresentaremos a história e trabalho realizado por Editoras e Distribuidores de Livros Espíritas, bem como Clube de Livros Espíritas de todo Brasil, que revertem parte ou totalidade de sua renda em prol de Instituições Beneficentes, muitas delas tornando-se sua principal mantenedora.

O Informativo  trará matérias sobre confrades espíritas que desenvolvem trabalhos de divulgação da Doutrina Espírita, como editores e oradores, mostrando a importância e responsabilidade que devemos ter com a divulgação da Doutrina Espírita.

Sejam todos bem-vindos ao Informativo "Centelhas de Esperança".

Navegue pelo nossos artigos pelo "Menu informativo ao lado"

 


Wellington Balbo – Bauru SP

Alguns acontecimentos abalam toda a sociedade e chocam a opinião pública tamanha frieza e crueldade dos seus protagonistas. E a mídia, claro, faz seu papel de informar, algumas vezes de forma correta, outras de maneira bem sensacionalista, o que colabora sobremaneira para que se criem bandeiras, times, com algumas pessoas torcendo fanaticamente contra e outras a favor dos protagonistas da notícia em voga.

Culpado! Dizem alguns.
Monstro! Asseveram outros.
Foi este ou aquele! Afirmam precipitados.

Leia mais...

 


A Mocidade é um grupo maravilhoso que nos proporciona a capacidade de descobrir o potencial que existe dentro de cada um de nós.

Com o clima de ameaça zero, aos poucos vão surgindo nas relações as potencialidades de cada jovem e a grande forma de se expressar acaba sendo através da arte.

Leia mais...

 

De um modo geral, costumamos reclamar de tudo que nos ocorre.

Reclamamos do congestionamento do trânsito, da chuva que nos surpreende à saída do trabalho, da demora no atendimento do serviço público, da incompetência de profissional contratado etc. Contudo, o que é importante não perdermos de vista é como reagimos a esses contratempos.

Habitualmente, nossa reação é de irritabilidade, nervosismo, quase agressividade. No entanto, da forma como encaramos as situações adversas, seremos mais ou menos felizes. Vejamos: se ao nos prepararmos pela manhã, descobrimos a camisa não tão bem passada, podemos descarregar nossa raiva em quem consideramos responsável. Nossas exclamações envolverão a funcionária, a quem chamaremos de inabilidosa, irresponsável, preguiçosa. No entanto, serão os afetos mais próximos que nos ouvirão a voz alterada e as altercações em desequilíbrio.

Leia mais...

 

Ainda que muitos acreditem que as sombras triunfarão sobre o mundo, espalhando dor e sofrimento, não desacreditemos que a mão divina encontra-se em pleno movimento, dispersando o nevoeiro do pessimismo e da angústia que alojou-se nos corações mais frágeis.

O momento é de transição. A Terra, subirá na hierarquia dos mundos, ocupando espaço legítimo entre as civilizações mais avançadas. O bem triunfará, causando o colapso das forças que trabalham contra a felicidade humana. A morte perderá seu domínio e tudo concorrerá para a harmonia dos seus habitantes. A semente do amor, fertilizada pelo testemunho dos homens de bem, florescerá, gloriosa e radiante, no jardim interno de todas criaturas que, mesmo entre lágrimas amargas, permaneceram confiantes na bondade celeste.

Leia mais...


Por: Orson Peter Carrara

“Falhar não deve ser motivo de estagnação, mas de recomeço”


Natural de Curitiba (PR) e residente em Jundiaí (SP), Vânia Mugnato de Vasconcelos (foto) é espírita desde 1980. Assistente social, pós-graduada em RH, advogada e vinculada ao Centro Espírita João Batista, na cidade onde reside, coordena o Grupo de Pais, além de atuar como palestrante espírita. Suas respostas na presente entrevista oferecem uma visão abrangente sobre a doutrina e o movimento espírita.

Como e quando se tornou espírita?
Nascida católica, a questão religiosa sempre foi intensa em mim. Aos 12 anos de idade minha família visitou uma vizinha espírita e, embora todas as crianças estivessem interessadas em brincar, fiquei hipnotizada pela estante de livros, pois ler sempre foi um prazer. Lá encontrei a obra Lindos Casos de Chico Xavier, de Ramiro Gama, e, quanto mais eu lia, mais tinha certeza de que aquilo tudo fazia total sentido. Questionei a dona da casa sobre o que seria Espiritismo e desde então fui mergulhando cada vez na doutrina, a qual visto a camisa e amo profundamente. Sinto-me espírita, portanto, desde os 12 anos de idade.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...