Informativo

Informativo Centelhas de Esperança

Informativo O Informativo "Centelhas de Esperança" é um Projeto sonhado a anos, que finalmente pôde ser realizado, graças à união de um grupo de amigos que voluntariamente se dedicaram à fundação do Instituto Beneficente Chico Xavier.

Sendo parte integrante do Instituto Beneficente Chico Xavier, o informativo será divulgado através do site da Instituição e também pela mídia impressa.

Estaremos divulgando com maior abrangência o trabalho assistencial realizado pelas Instituições Beneficentes, espíritas ou não.

Apresentaremos a história e trabalho realizado por Editoras e Distribuidores de Livros Espíritas, bem como Clube de Livros Espíritas de todo Brasil, que revertem parte ou totalidade de sua renda em prol de Instituições Beneficentes, muitas delas tornando-se sua principal mantenedora.

O Informativo  trará matérias sobre confrades espíritas que desenvolvem trabalhos de divulgação da Doutrina Espírita, como editores e oradores, mostrando a importância e responsabilidade que devemos ter com a divulgação da Doutrina Espírita.

Sejam todos bem-vindos ao Informativo "Centelhas de Esperança".

Navegue pelo nossos artigos pelo "Menu informativo ao lado"

NOTA DO INSTITUTO CHICO XAVIER
 
O Espiritismo está presente no cotidiano, elucida fenômenos inexplicados, mas naturais. O texto abaixo é destes que intriga o leigo e o cientista, mas confirma o que se aprende nas lides doutrinárias. Nos recorda que o espírito é imortal e não se desliga enquanto a morte física não acontecer. Ainda que para a medicina o corpo esteja em estado vegetativo ou de coma, através dele o espírito mantém-se espiritualmente alerta e consciente, percebendo tudo a sua volta.

Devemos tomar cuidado com as palavras ditas ao lado de um doente mesmo que pareça nada estar percebendo. Ele escuta, sofre por não pode desmentir o que se diz sobre ele, se incomoda se notar que as pessoas não ligam para sua paz íntima ou recuperação, chora por dentro ao se saber-se não amado, angustia-se ao verificar que os que lhe fazem vigília, por exemplo, estão mais preocupados com suas posses ou heranças do que com sua recuperação. Por isso é sempre indispensável a caridade ao doente.

Boa leitura!


Na década de 1980, Martin era um típico jovem ativo sul-africano. Porém, quando tinha 12 anos, foi acometido por uma doença que deixou os médicos desconcertados, e que eventualmente resultou na perda da capacidade de movimentar os membros, de fazer contato visual e, finalmente, de falar.

 
Seus pais, Rodney e Joan Pistorius, foram informados de que ele era um “vegetal” e que o melhor que eles poderiam fazer seria levá-lo para casa e mantê-lo confortável até que ele morresse.
 
“Martin simplesmente persistia, persistia”, disse a mãe dele.
 

Leia mais...

O “dom de curar” de que nos fala Paulo de Tarso. O insigne apóstolo de Jesus, independe do indivíduo que o possui. Só determinadas pessoas têm a faculdade de curar. Muitos desejariam possuí-la e não conseguem, enquanto outros a possuem bem a contragosto. Ainda mais; é um dom intransferível. Dizia um curador:”De muitos irmãos que tive, só eu saí curador. Debalde ensinou aos outros meu pai, que também era benzedor”.
 
É necessário dizer que os benzedores e curadores do interior não são mais que médiuns curadores. as causas que promovem a cura são as mesmas em todos os médiuns dessa espécie. Os eflúvios magnéticos-mediúnicos emitidos pelo curador, sobretudo das mãos, contribuem de maneira decisiva para os resultados. Doenças dificilmente curáveis ou mesmo consideradas incuráveis com os recursos da Medicina clássica, cedem rapidamente com os eflúvios ódicos de determinados indivíduos. As palavras própriamente, as rezas têm naturalmente valor secundário em todos os casos. servem apenas para fixar a atenção e a vontade do curador durante a operação.

Leia mais...

O assunto é muito interessante e atual, e muitos jovens sofrem verdadeiro bombardeio psicológico por causa dessas práticas.

Toda e qualquer opinião que se possa emitir sobre assuntos polêmicos como esse deve ser pautada na imparcialidade.

Galera, se liga!

Muita gente quando fala a respeito de tatuagens e piercings termina por expressar uma opinião pessoal e preconceituosa.

Há muitos anos vinculava-se tatuagem e outros tipos de adereço a marginais e pessoas de má vida. Do mesmo jeito que muitos ainda acreditam que aqueles que mantêm relações homoafetivas são pessoas promíscuas e aberrações da natureza.
            
Comportamentos promíscuos independem de sexo, ou do uso de tatuagens ou piercings.
           
Esses preconceitos estão muito vinculados a questões culturais de muitos e muitos anos, e também à ignorância a respeito do assunto.
            
Sabemos que o que atrai os espíritos são os nossos pensamentos, isso é algo indiscutível.
           
Piercings e tatuagens não definem o caráter de ninguém, muito menos as companhias espirituais.

Leia mais...

Na parapsicologia fenômeno Poltergeist ou RSPK (Recurrent Spontaneous Psychokinesis - Psicocinesia Espontânea Recorrente) é conhecido como  Macro-PK caracterizado principalmente por barulhos, movimentos de objetos, efeitos elétricos e mecânicos sem uma causa conhecida.

Para se entender melhor o  Poltergeist podemos traduzi-lo  do alemão  “Polter”:  Ruido e  “Geist” : Espírito. Esta designação originou-se da crença de que os fenômenos observados seriam provocados por espíritos de desencarna- dos.

 O fenômeno poltergeist foi estudado por diversos cientistas de renome, tanto da área parapsicológica quanto da área espírita e suas observações diversas vezes se convergiam, nomes como Hernani Guimarães Andrade, Carl Gustav Jung, Ernesto Bozzano, Charles Richet, William MC Douall, e outros.

Leia mais...

O exercício da medicina e a formação dos médicos raramente levam em consideração aspectos como religião e espiritualidade no contato com os pacientes.
 
Isso apesar da lida diária desses profissionais com a saúde humana, o que com frequência é sinônimo de lidar com o sofrimento alheio, a dor e a morte.
 
Para o psiquiatra Frederico Camelo Leão, independentemente das crenças pessoais do médico, ele deve estar preparado para lidar com a dimensão espiritual.
 
"O paciente demanda isso", afirma o pesquisador da Faculdade de Medicina da USP.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...