Informativo

Informativo Centelhas de Esperança

Informativo O Informativo "Centelhas de Esperança" é um Projeto sonhado a anos, que finalmente pôde ser realizado, graças à união de um grupo de amigos que voluntariamente se dedicaram à fundação do Instituto Beneficente Chico Xavier.

Sendo parte integrante do Instituto Beneficente Chico Xavier, o informativo será divulgado através do site da Instituição e também pela mídia impressa.

Estaremos divulgando com maior abrangência o trabalho assistencial realizado pelas Instituições Beneficentes, espíritas ou não.

Apresentaremos a história e trabalho realizado por Editoras e Distribuidores de Livros Espíritas, bem como Clube de Livros Espíritas de todo Brasil, que revertem parte ou totalidade de sua renda em prol de Instituições Beneficentes, muitas delas tornando-se sua principal mantenedora.

O Informativo  trará matérias sobre confrades espíritas que desenvolvem trabalhos de divulgação da Doutrina Espírita, como editores e oradores, mostrando a importância e responsabilidade que devemos ter com a divulgação da Doutrina Espírita.

Sejam todos bem-vindos ao Informativo "Centelhas de Esperança".

Navegue pelo nossos artigos pelo "Menu informativo ao lado"

Orson Peter Carrara- Matão-SP

Fico triste e lamento quando ouço informações equivocadas sobre pessoas, instituições, práticas e atividades, cujo conteúdo ulgado denota o desconhecimento de quem se torna o autor desses equívocos, absurdos ou distorções que torna público. 

Isso ocorre em todas as áreas. Calúnias, exageros verbais ou escritos, informações precipitadas, julgamentos pré-concebidos, inverdades produzidas ou inconscientemente divulgadas, formam o rol de pseudo-orientações que só prejuízos e confusões causam à vida pessoal ou coletiva de uma família, cidade ou nação.

Que o digam os bastidores políticos de uma pequena cidade ou mesmo do país, como ocorre em toda parte. Escândalos e corrupções que mancham a dignidade humana. Igualmente as manipulações que envolvem interesses nem sempre divulgados, em empresas, famílias, e na sociedade em geral. Que pena! É mesmo de se lamentar. Acabamos não percebendo que estamos prejudicando a nós mesmos!

Sim porque tais atitudes, manipulações e a busca desenfreada de interesses nem sempre recomendáveis, com prejuízos para terceiros – morais ou materiais – redundarão sempre em aflições no futuro, cedo ou tarde, exigindo reparações, além das lamentáveis conseqüências coletivas para toda a sociedade. Claro, pois um ato impensado, precipitado, imoral, traz desdobramentos em suas conseqüências que acabam por atingir outros que, aparentemente, não estavam envolvidos com a questão.

Leia mais...

"Nada há encoberto que não venha a ser revelado; nem oculto, que não venha a ser conhecido" - Jesus (Mateus, 10:26).  

Com esta pesquisa pretendemos fornecer algumas referências e subsídios sobre o assunto, que acreditamos serem úteis para novas pesquisas sobre o tema-título, ficando a critério de cada um ler, estudar, aprofundar e incorporar pela razão a aceitação ou não da existência real dos chamados espíritos elementais.  

1. Na Codificação - Obras Básicas O termo "elemental" não existe, nesta forma e com este nome especifico, dentro da Codificação Kardequiana. Assim como, também, muitos termos não foram usados nas Obras Básicas, mas que com o tempo foram sendo revelados e utilizados pelos Espíritos em obras complementares e incorporados ao vocabulário espírita corrente, termos como: "ovóides", "umbral", "vampi­rismo", "colônias espirituais", "zoantropia", "licantropia", "aura", etc.

O termo em si não existia, mas a idéia sim, porém com outros nomes, o que é o mais importante. Como dizem os Espíritos: "As palavras pouco importam. Compete-vos a vós formular a vossa linguagem de maneira a vos entender-vos" ("O Livro dos Es­píritos" (LE), questão 28).

Ou ainda: "estais sempre inclinados a tomar as palavras na sua significação literal" (LE, q. 54). Todavia, o termo "elemental" pode ser encontrado e citado por outros autores espíritas.

Leia mais...


O exorcismo clássico parte do pressuposto de que  existem demônios e como tal precisam ser  expulsos, diferentemente do que os  fatos espíritas vieram demonstrar O termo exorcismo (do grego exorkismós, "ato de fazer jurar", pelo latim exorcismu) designa o ritual executado por uma pessoa devidamente autorizada para expulsar Espíritos malignos (ou demônios) de outra pessoa que se encontre num estado considerado de possessão demoníaca. Pode também designar o ato de expulsar demônios por intermédio de rezas e esconjuros (imprecações).  

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias por meio da Bíblia e do Cristianismo primitivo.  

No Cristianismo, exorcismo (do grego exorkismós, "ato de fazer jurar", pelo latim exorcismu) é a cerimônia que objetiva esconjurar os Espíritos maus, forçando-os a deixar os corpos possessos, ou eliminar sua influência sobre pessoas, objetos, situações ou lugares.

Quando visa à expulsão de demônios, chama-se exorcismo solene e deve fazer-se de acordo com fórmulas consagradas, que incluem aspersão de água benta, imposição das mãos, conjurações, sinais da cruz, recitação de orações, salmos, cânticos etc. Além disso, o ritual católico do exorcismo pode ser executado por sacerdotes somente quando expressamente autorizados por bispos.  

O Antigo Testamento, embora reconheça a atuação do demônio a partir da tentação e da queda de Adão no paraíso, praticamente não alude a uma ação maléfica direta do diabo sobre os homens. Em o Novo Testamento, que não apresenta modificações essenciais no que se refere ao exorcismo, o Evangelho de Marcos é o que insiste de maneira mais realista nos exorcismos supostamente praticados por Jesus e por seus discípulos.

Leia mais...

Durante a semana passamos por diversas dificuldades e as que nos abalam muito são as que passamos dentro do contexto familiar. É a lei do carma em ação, não é a toa que às vezes a presença de um amigo nos consola de tal maneira que nos perguntamos: Por que não me sinto assim com a minha família?

Estes são os PORQUÊS: Estas são as provas necessárias que precisamos passar, para que consigamos elevar os nossos sentimentos e avançar no nosso caminho da evolução.

Leia mais...

Guaraci de Lima Silveira

Mayse Braga de Oliveira nasceu na cidade do Rio de Janeiro e atualmente reside em Brasília. Tornou-se espírita aos quatorze anos. É palestrante e atua em várias instituições espíritas levando a mensagem confortadora e esclarecedora do Espiritismo por todo este Brasil. Tem três Obras publicadas: Para o seu coração; Acendendo Luzes e Da Depressão à Felicidade. Não exerce nenhum cargo em instituições espíritas, sendo atuante trabalhadora e levando informações necessárias aos corações aflitos e sofredores ou que buscam a luz da informação espírita. Mayse conversou conosco:

 

Um grande mal acomete milhares de pessoas na atualidade: a depressão. Onde as causas?
Na maior parte das vezes, a causa reside no desconhecimento de si mesmo e na falta de trabalho no Bem...

Qual o melhor tratamento?
Será sempre sair de si mesmo, com amor, e servir, sem olhar a quem.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...