Atualmente há uma proliferação enorme de livros espíritas no mercado editorial espírita.

Não entraremos aqui, na questão dos livros ditos "anti-doutrinários".

Focaremos nossa atenção apenas nos romances espíritas chamados por muitos como "água com açúcar."

Muitos criticam a publicação de romances espíritas pelas Editoras, alegando serem desnecessários estes livros para o Movimento Espírita.

É fato que as diretrizes para se conhecer a Doutrina Espírita são os livros codificados por Allan Kardec, como: O Livro dos Espíritos, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O livro dos Médiuns, A Gênese, O Céu e o Inferno.

Além destes temos os livros espíritas clássicos, escritos por: Leon Dennis, André Luiz, Divaldo Franco, Yvonne Pereira do Amaral, Raul Teixeira, entre tantos outros excelentes escritores que nos brindam com livros de grande importância doutrinária.



Com estes preciosos livros disponíveis para nosso conhecimento espírita, qual a necessidade dos romances espíritas no mercado literário espírita?

É necessário que lembremos que cada ser humano tem um tipo de entendimento e gosto pela leitura.

Muitos não se atraem por livros de estudo por acharem técnicos demais e não prendem a atenção no que lêem.

Os livros clássicos e de estudo da Doutrina Espírita são um manancial de conhecimento e luz para quem quer se aprofundar na Doutrina Espírita, porém muitas pessoas não conseguem assimilar este tipo de leitura.

Para isso foram criados os romances espíritas, de fácil assimilação para quem se interessa por uma leitura leve, apesar de não ter um teor doutrinário mais elaborado.

O romance espírita por se tratar de uma leitura mais leve não é menos importante que os livros de clássicos da Doutrina Espírita, para nosso conhecimento espiritual.

Quantas e quantas pessoas conheceram o Espiritismo através de um romance espírita e mais tarde se interessaram em conhecer mais sobre a Doutrina Espírita e se aprofundaram no estudo?

Quantas pessoas foram consoladas em suas aflições ao lerem histórias romanceadas, por se identificarem com sua própria história?

São estes os primeiros passos que levam principalmente os não-espíritas para uma infinidade de leituras importantíssimas que lhes abrirá a mente para o conhecimento básico da Doutrina Espírita.

É importante mencionar que a proliferação de livros espíritas é enorme no mercado editorial espírita, porém, seria injusto e perigoso julgarmos todos os livros publicados como uma má leitura.

É sabido que os livros espíritas sérios e de grande importância para o conhecimento espírita são planejados pelo plano espiritual antes mesmos de serem escritos por aqui.

Então, também podemos concluir que a Espiritualidade Maior não deixaria de lado, sem nenhuma base do conhecimento espírita, os leitores que não se adaptam com as leituras técnicas e de estudos da Doutrina Espírita. Como há pessoas que não gostam de livros de estudos, há também pessoas que não gostam de ler romances espíritas.

É necessário também mencionar que alguns dos inúmeros livros ditos "espíritas" são publicados sem o mínimo critério e bom senso.
É preciso usar o crivo da razão e se orientar nos livros codificados por Allan Kardec, já citados neste artigo. Outro ponto importante a mencionar é que muitos não tem uma base e conhecimento da Doutrina Espírita para se reconhecer um verdadeiro livro espírita, seja ele, romance ou estudo.

O melhor critério a se adotar é usar o crivo da razão e utilizar o que deveríamos vivenciar em nosso dia a dia: a nossa consciência tranquila e o Evangelho de Jesus.

A consciência do que é certo e errado para cada um de nós e o exemplo que Jesus nos deixou através de sua passagem na Terra nos ajudará a analisar se o que estamos lendo devemos absorver ou descartar.

Em casos de dúvidas, é preferível que deixemos aquela informação de lado, descartando naquele momento, para se necessário voltarmos a analisá-la em outro momento em que estaremos mais amadurecidos para avaliá-la com clareza.

O importante é termos em nossos corações que cada um de nós tem um momento para aprendizagem, conhecimento e entendimento para analisarmos o que serve de parâmetro para seguirmos como exemplo em nossas vidas.

Por: Rita Ramos Cordeiro


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...