FONTE: GRUPO DE ESTUDO ALLAN KARDEC - Por: Rudymara

Estamos vivendo uma época de transição planetária onde encontramos espíritos encarnados e desencarnados querendo nos influenciar para que aceitemos o errado como se fosse certo ou que rejeitemos o certo como se esse fosse errado: na arte, na política, na música, nos programas de televisão e outros.

Há quem acredite que ganhar dinheiro roubando, enganando, trapaceando, traficando, comprando algum produto de roubo, estacionando em vaga de deficiente ou idoso sem ser nenhum dos dois, ou seja, sendo desonesto, é esperteza quando na verdade é desonestidade.

 

Precisamos estar atentos porque estamos sendo observados, avaliados e selecionados. Não devemos compactuar com o que atrasa nossa evolução e a evolução de outras pessoas. Quando aceitamos o errado estamos incentivando para que aquilo continue existindo e que influencie pessoas de forma negativa. Por exemplo: quando assistimos a um programa de baixo nível estamos dando motivação para que aquilo continue no ar e que continuem fazendo programas desse nível.

Muitos dirão que esse tipo de programa não o influencia. Que bom, não é? Mas, não devemos pensar e agir de forma egoísta. Se não influencia alguns pode ter certeza que influencia muitas outras pessoas. E esta pessoa deveria se auto avaliar para entender por que ela se afiniza com tal programa. Assim devemos fazer com a música e outros.

Como disse André Luiz: “SOMOS RESPONSÁVEIS PELAS IMAGENS QUE CRIAMOS NA MENTE DOS OUTROS, NÃO APENAS ATRAVÉS DO QUE FALARMOS, MAS IGUALMENTE ATRAVÉS DE TUDO QUE ESCREVERMOS.” Lembremos que saímos do mundo primitivo (cavernas), estamos no mundo de provas e expiações com um pé no mundo de regeneração.

Os moradores do mundo de provas e expiação são espíritos rebeldes à lei de Deus, como disseram os espíritos a Kardec, e precisam mostrar que estão se esforçando para se regenerar. Estamos na peneira simbólica de Jesus onde Ele está separando o joio do trigo.

Os espíritos que estão desencarnando estão sendo avaliados, no plano espiritual. Os que estão se esforçando para se regenerar são considerados “trigos” e os que não estão são considerados “joios”, se atrapalharmos o andamento da evolução do planeta seremos mandado embora “para outro planeta” que condiz com nosso comportamento.

Como disse Jesus "Há muitas moradas na casa do Pai", ou seja, a casa de Deus é o Universo e nesse Universo tem incontáveis planetas, muitos mundos primitivos, muitos de provas e expiações, etc. Então, os “joios” não ficarão sem moradia, mas terão que morar onde não atrapalharão a evolução do planeta Terra e os “trigos” continuarão encarnando na Terra e herdarão um planeta regenerado. Cabe a nós perguntarmos: "sou joio ou trigo?"


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...