Artigos

Jorge Hessen 

Será que o veneno da língua maledicente aproxima as pessoas fuxiqueiras? Pesquisadores das universidades de Oklahoma e do Texas (EUA) afiançam que “amizades” mais duráveis partilham julgamentos negativos (intrigas) sobre coisas e pessoas em comum, por isso depreciam os outros ao redor. Há grupos de “amigos” que tendem acolher as mesmas coisas e as mesmas pessoas fofoqueiras e rejeitar as pessoas miradas pelo grupo. Se alguém conhece um conluiado que faz restrições idênticas (afinidade moral) sobre o comportamento de outrem, as chances de se “gostarem” são grandes.

Quando se fala mal de algo ou de alguém para um cúmplice e este concorda com o que é dito, ambos sentem-se “melhores” e “avigorados”, pois ambos legitimam aquele sentimento ruim, e faz com que “percebam” mais força, e ganhem uma imensa “autoconfiança” para o mal. O filósofo Platão admoestou: “Calarei os maldizentes continuando a viver bem; eis o melhor uso que podemos fazer da maledicência” Platão.

Leia mais...

DISSERTAÇÃO MORAL DITADA POR SÃO LUÍS À SENHORITA ERMANCE DUFAUX - 6 de janeiro de 1858


REVISTA ESPÍRITA - ALLAN KARDEC - FEVEREIRO 1858 - ANO I
1. Tu, que possuis, escutas-me. Certo dia, dois filhos de um mesmo pai receberam, cada um, o seu alqueire de trigo. O mais velho guardou o seu num lugar oculto; o outro encontrou no caminho um pobre a pedir esmolas; dirigindo-se a ele, despejou no seu manto metade do trigo que lhe coubera; depois, seguiu caminho e foi semear o resto no campo paterno. Ora, por esse tempo veio uma grande fome, as aves do céu morriam à beira dos caminhos. O irmão mais velho correu ao seu esconderijo, ali não encontrando senão poeira; o caçula, tristemente, ia contemplar o trigo que havia secado no pé, quando depara com o pobre que havia assistido. - Irmão, disse-lhe o mendigo, eu ia morrer e tu me socorreste; agora que a esperança secou em teu coração, segue-me. Teu meio alqueire quintuplicou em minhas mãos; aplacarei tua fome e viverás em abundância.

Leia mais...

O progresso é inevitável. É uma lei da natureza, lei de Deus. Tudo se transforma e progride. As transformações ocorrem de maneira imperceptível, pouco a pouco. Não percebemos no cotidiano de nossas vidas, as mudanças, porém, quando deixamos de ver alguém por algum tempo, ou alguma coisa, ou ainda algum lugar, logo percebemos em nossos registros mentais algo diferente. Houve mudança.

Tudo é movimento no universo. Para aquele que crê numa Inteligência Suprema, dirigindo e coordenando o Universo Ilimitado, não existem receio e expectativas negativas diante dos sucessivos fatos que levam a esse progresso. Confiante em Deus sabe que sempre o melhor virá nas ocorrências sucessivas em nossas vidas.
Analisando a nós mesmos, sentimos as mudanças físicas e psicológicas ou espirituais. Sentimos diretamente e com clareza as transformações físicas com a constante alteração de nosso corpo, em decorrência da idade que vai avançando. Nossos conceitos a se reformular, sempre reformulando nosso caráter e nosso comportamento no que se refere à ética, à moral e à destreza da inteligência, a cada dia acumulando mais conhecimento.

Leia mais...

Se compreendêssemos melhor os mecanismos da Lei de ação e reação evitaríamos infortúnios, ambições e desonras que, definitivamente, não estariam em nosso roteiro, seríamos mais comedidos nas ações diárias. Precisamos refletir a Lei de causa e efeito com o máximo discernimento, a fim de nos conscientizarmos sobre a sua imposição rígida e fatal, que desfere tanto reparações chocantes, quanto gratificações surpreendentes, sempre, justas, judiciosas e controladas, as quais expressam a resposta da Natureza, ou da Criação, contra a desarmonia constituída ou submissões aos códigos divinos em seus suaves aspectos.
 
“Quão severa e temível é a lei que rege os destinos da Criação! Os homens terrenos precisam ser avisados destas impressionantes verdades, a fim de que melhor se conduzam durante as obrigatórias travessias das existências.”[1] A Lei de ação e reação ou causa e consequência também popularizada como Lei do “carma” [2], conhecida desde às civilizações mais antigas.

Leia mais...

Chico Xavier, o mineiro do século XX, notabilizou-se como um dos mais admiráveis cidadãos de nosso Brasil. Sua vida dedicada ao próximo, seu trabalho na mediunidade com Jesus, seus exemplos de renúncia e amor ultrapassaram as barreiras do movimento espírita. Chico foi um cidadão do mundo, respeitado por todos, admirado por muitos.
 
Foram mais de 400 obras, dos mais variados gêneros literários, psicografadas por suas mãos.
 
Chico foi a pena de Deus no consolo e instrução da humanidade. Seu nome é sinônimo de credibilidade, sua vida uma epígrafe de amor e luz. E justamente pela credibilidade transmitida pelo seu nome é que muitos se arvoram em absurdos, produzindo bizarrices e atribuindo ao médium mineiro. Li em jornal receita rotulada de: “Simpatia para emagrecer” – Chico Xavier.

Leia mais...

Não raro vemos e ouvimos nas mídias sociais diversos casos sobre espíritos que supostamente aparecem em fotos e vídeos de forma inesperada. Montagem ou não, elas são tratadas com um assombro e com um sensacionalismo muita das vezes desmedido que só tem por objetivo atrair a atenção dos curiosos.
 
A todo o momento estamos caminhando entre os espíritos. Eles estão “em toda a parte e existirão sempre” [1, 2], independentemente da nossa indiferença ou do medo de estarmos perto de um deles.
 
Na realidade, a população de espíritos em nosso planeta é, aproximadamente, três vezes maior que os sete bilhões de encarnados atuais [3]. No livro Roteiro, publicado em 1952, sob a psicografia de Chico Xavier, Emmanuel nos conta que mais de vinte bilhões de desencarnados coexistem conosco, dividindo o mesmo palco do “grande educandário” que é a Terra [4]. Logo, sob tais evidências torna-se difícil crer que em algum momento estaremos sozinhos.

Leia mais...

Na parapsicologia fenômeno Poltergeist ou RSPK (Recurrent Spontaneous Psychokinesis - Psicocinesia Espontânea Recorrente) é conhecido como  Macro-PK caracterizado principalmente por barulhos, movimentos de objetos, efeitos elétricos e mecânicos sem uma causa conhecida.

Para se entender melhor o  Poltergeist podemos traduzi-lo  do alemão  “Polter”:  Ruido e  “Geist” : Espírito. Esta designação originou-se da crença de que os fenômenos observados seriam provocados por espíritos de desencarna- dos.

 O fenômeno poltergeist foi estudado por diversos cientistas de renome, tanto da área parapsicológica quanto da área espírita e suas observações diversas vezes se convergiam, nomes como Hernani Guimarães Andrade, Carl Gustav Jung, Ernesto Bozzano, Charles Richet, William MC Douall, e outros.

Leia mais...

O pensamento é força criadora, proveniente do Espírito que o impulsiona. A energia mental que o pensamento exterioriza, exerce total influência no corpo espiritual, modificando a sua forma, aparência e consistência. Cada um de nós vive em sintonia com o ambiente espiritual que as suas atitudes e desejos constroem para si próprio. No meio médico, os alemães costumam dizer que "só tem saúde aquele que ainda não foi examinado". Do ponto de vista espiritual, uma afirmação desse tipo, longe de ser um exagero, é uma verdade que só aquele que não se deteve a examinar a sua consciência pode contestar
 
Considerando a fisiopatogenia das doenças espirituais costumamos adotar o seguinte conjunto de diagnósticos:
- Doenças espirituais auto-induzidas: desequilíbrio vibratório e auto-obsessão;
- Doenças espirituais compartilhadas: vampirismo e obsessão; Mediunismo; Doenças cármicas.
 

Leia mais...

"E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições." - Paulo, (II Timóteo, 3:12)

Incontestavelmente, os códigos de boas maneiras do mundo são sempre respeitáveis, mas é preciso convir que, acima deles, prevalecem os códigos de Jesus, cujos princípios foram por Ele gravados com a própria exemplificação.

O mundo, porém, raramente tolera o código de boas maneiras do Mestre Divino.

Se te sentes ferido e procuras a justiça terrestre, considerar-te-ão homem sensato; contudo, se preferes o silêncio do Grande Injustiçado da Cruz, ser-te-ão lançadas ironias à face.

Leia mais...


Para todo Espírita consciente da importância e finalidade do Espiritismo no mundo, a data de 18 de abril, não representa apenas um dia para se comemorar, mas sim, um marco que dividiu a nossa visão sobre a realidade espiritual em antes e
depois.


Esta é a data em que recebemos do Codificador da Doutrina Espírita, O Livro dos Espíritos, que é certamente uma obra fundamental, para não cairmos nas armadilhas do misticismo ilusório.

É pela sua importância natural, que da Casa Espírita deve sempre ter disponível aos seus frequentadores e trabalhadores, grupos de estudos dedicados ao entendimento de O Livro dos Espíritos, e estimular todos a este estudo.
Não existe a menor possibilidade de um Centro Espírita manter sua saúde moral, sem cultivar e aproximar seus frequentadores dessa obra única. Seja nas palestras, nos estudos ou em todas as oportunidades possíveis, é tarefa intransferível dos que conduzem as Instituições Espíritas, cantar a importância desse livro.

Leia mais...

É natural que nas nossas escolhas, nas nossas andanças, encontremos essa ou aquela filosofia de vida que mais nos pareça adequada.

É compreensível que a escolha religiosa de cada um de nós tenha um caráter próprio e pessoal, que mais concorde com nossa visão de mundo e de Deus.

Assim também escolhemos o partido político, o time de futebol, o esporte preferido para praticar, o hobby para os momentos de lazer, que nos pareça o melhor, e que tenha mais significado para nós.

Como temos histórias de vida diferentes, percepções de mundo, valores, capacidades intelectuais e emocionais muito pessoais e individualizadas, cada um de nós faz suas escolhas externas em coerência com aquilo que já conquistou intimamente.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...