Atualidades


Demócrito é um pensador da Grécia Antiga, nascido em 460 a.C. em Abdera, e morto em 370 a.C., portanto com 90 anos (muito antes de Cristo).

Ele escreveu diversos livros, mas sua fama decorre principalmente de ter sido ele o primeiro expoente da teoria atômica, afirmando que tudo o que existe é composto por elementos indivisíveis chamados átomos.

Leia mais...


Temos assistido nas últimas semanas a um preocupante surto de casos de bebês nascendo com problemas variados na formação cerebral, em especial com microcefalia (cérebro e caixa craniana de diâmetro menor do que o normal) e calcificação (crânio calcificado prematuramente, impedindo o crescimento cerebral), causando dificuldades variadas para essas crianças nos campos neurológico, psíquico e motor.

 

Leia mais...

É natural que queiramos saber a visão espírita sobre o carnaval. O que o Espiritismo diz sobre o assunto?

Opiniões materialistas de apoio e espiritualistas de condenação reforçam a consagrada dicotomia entre o mal e o bem, a sombra e a luz, o errado e o certo, o material e o espiritual. A visão maniqueísta do a favor ou do contra, do conflito entre dois lados opostos, é tendência comum para registrar o posicionamento de adeptos e críticos ante a curiosa temática.

Por mais que argumentemos, eis uma questão que continuará suscitando acerbas discussões durante muito tempo, até que ela deixe de ter importância. Ainda não é a nossa situação. Falar sobre o carnaval é necessário, pois vivemos a festividade anualmente, com data marcada: a mais comemorada e outras tantas, que se prolongam no decorrer do ano em várias regiões do país e do planeta.

Para que possamos entender melhor o tema, é necessário que percebamos o seu real significado. A par de todas as movimentações de planejamentos e preparativos, ações e zelo – que denotam certa arte e cultura na apresentação de desfiles com seus carros alegóricos e foliões -, somadas as festividades de matizes diversificados, em que grupos se reúnem para comemorações sem medida, não podemos deixar de reconhecer que o carnaval é uma festa espiritual.

Leia mais...

 

O Bispo Josep Rossello, da Primeira Igreja Batista de Mariana, disse que o templo da igreja foi totalmente destruído pela lama proveniente do rompimento das barragens.

Quando ninguém esperava, eis que surge um ato inusitado por parte de um padre católico da cidade. Em meio ao caos, o religioso fez as pessoas acreditarem que é possível vivermos em um mundo onde o amor e a solidariedade falem mais alto do que as crenças e as denominações religiosas.

O padre disponibilizou uma paróquia para que os irmãos da PIB – Primeira Igreja Batista de Mariana-MG possam cultuar a Deus.

Ele explicou que, nesse momento de tristeza e dor, a missão de todos os cristãos e filhos do mesmo Deus, é acolherem uns aos outros como Cristo fez.

O gesto fez que católicos e evangélicos se unissem no momento de solidariedade. Os cultos tem sido motivo de alegria para ambos os grupos e até mesmo o padre tem participado dos cultos da Igreja Batista.

“Tem sido uma bênção”  relatou um fiel da igreja Batista. “Temos sentido verdadeiramente o amor de Deus nos unir nesses últimos dias.”

FONTE: http://www.diariodobrasil.org/em-marianamg-padre-surpreende-e-cede-igreja-para-culto-evangelico-somos-filhos-do-mesmo-deus/

 

Nada obstante o aluvião de fatos agressivos e perversos, quase nos acostumando com a violência que domina a Terra, há pouco mais de duas semanas fomos surpreendidos com mais uma página de dor que comoveu o mundo e tornou-se um símbolo da imensa tragédia dos refugiados da Líbia e de outros países, buscando amparo na Europa. Foi o encontro do cadáver do pequenino Aylan Kundi, de apenas três anos, numa praia da cidade de Bodrum, na Turquia. A postura em que se encontrava dava a impressão de estar levemente adormecido com parte do rosto semienterrada na areia. Havia sido vítima de um naufrágio no qual, além dele, desencarnaram um irmãozinho e a genitora.

A fotografia do militar carregando-o após o encontro é significativa e atesta que, no coração do ser humano, apesar de todas as aflições desta hora difícil, permanece viva a chama do amor.

Aquele pequeno e frágil ser, cuja existência foi arrebatada pela loucura que tomou conta da Terra, na forma de uma guerra vergonhosa, como se todas não o fossem, em que os interesses de algumas nações poderosas do Ocidente estão em jogo, comoveu o mundo, e demo-nos conta que somente com o retorno à solidariedade e ao respeito aos direitos alheios, lograremos viver em paz. Diversos países europeus que enriqueceram com a escravidão negra, com os tesouros da África sofrida e das Cruzadas vergonhosas contra o Oriente, estão sendo convidados a devolver o furto e o roubo, a resgatar atitudes impiedosas e os crimes desalmados dos colonizadores que destruíram vidas, comunidades e impuseram os seus costumes e crenças; recebem agora as vítimas do seu cruel domínio no passado.

São centenas de milhares e talvez milhões, que ora se voltam para as terras da esperança, conduzindo os males e horrores que os assinalam e irão gerar problemas imprevisíveis no porvir. No entanto, enquanto houver crianças, como assinala o poeta indiano Rabindranath Tagore, temos a certeza de que Deus ainda está de bem com a humanidade.
 
Artigo de Divaldo Franco publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, em 24/09/2015.

NOTA DO INSTITUTO CHICO XAVIER
"A reportagem do link abaixo passou na TV Bandeirantes em abril de 2015. Bem feita, mostra aspectos interessantes sobre o trabalho mediúnico de cura. Com ela vale verificar que Deus mantém trabalhadores da luz auxiliando a humanidade através dos instrumentos encarnados a que chamamos médiuns.

Cabe ressalvar apenas dois aspectos, a título de esclarecimento:


A cirurgia mediúnica não necessariamente exige realização de incisões ou cortes como os que podem ser observadas nas cenas da reportagem. Contudo, somos todos um pouco "Tomé", não raramente precisamos ver para crer. Para minimizar o impacto bloqueador da curagerado pela descrença durante o trabalho espiritual, a espiritualidade superior permite e se utiliza de algumas incisões a fim de mostrar indiscutivelmente que a pessoa foi tratada, de modo a favorecer a confiança no atendimentoe incentivando os cuidados pós-operatórios que são solicitados quase sempre.

Leia mais...

Agravando esse quadro, lembremos que para o drama do alcoolismo, mesmo que ocorrido apenas nessa ocasião, corresponde outro quadro, assustador e muito preocupante: o vampirismo espiritual, ou seja, a ação dos espíritos inferiores sobre aqueles que se comprazem com a bebida. Isso acontece porque a morte não é um passe de mágica, não transforma moralmente ninguém, pois todos seguiremos de volta para o mundo espiritual carregando nossos vícios e virtudes.

Imaginemos a pessoa que levou a existência na base da bebida alcoólica, ou que bebia socialmente, fazendo disso um hábito. Desencarnada, essa pessoa continuará com as sensações do vício, mas sem poder encontrar a bebida do outro lado da vida. Então ela vai procurar influenciar um encarnado que tenha o mesmo vício, para que este beba, pois assim o espírito viciado conseguirá sorver as emanações fluídicas, energéticas, da bebida. Isso é o vampirismo, que faz parte da chamada obsessão.

E ainda temos as consequências espirituais do vício, quando, por exemplo, pais de família que se entregaram ao alcoolismo, respondem pelas desventuras que ocasionaram aos familiares, principalmente aos filhos, os quais necessitavam de amparo e orientação.

A bebida alcoólica é um flagelo familiar, social e espiritual. Evitar beber é o melhor remédio, prevenindo-se contra todas as consequências funestas desse vício. Lembrando que sempre respondemos perante a lei divina pelo que fazemos, não é melhor viver de consciência tranquila, e desencarnar sem arrependimento e remorso? Estamos reencarnados para ganhar a vida e não para perdê-la, e problema algum será resolvido afogando as mágoas num copo. Pense nisso!

Por: Marcus de Mario

FONTE: http://www.correioespirita.org.br/categoria-de-materias/artigos-diversos/1339-a-bebida-e-os-espiritos

 

 

 

 

Riqueza e pobreza são duas faces de uma mesma moeda que visa ampliar a capacidade do espírito de se compreender os inúmeros papéis sociais terrenos e coloca o indivíduo diante das provas e desafios de cada situação. Nas romagens pela carne, importante salientar que ora se estagia pela riqueza, ora pela pobreza, a depender das necessidades evolutivas de cada um. Portanto, não há privilégios na ordem Divina. Embora muitos consideram que nascer na opulência, com polpuda conta bancária seja um privilégio, isso não se traduz em realidade, porquanto se fosse verdade todos os ricos seriam felizes e todos os pobres infelizes, e não é o que se verifica todos os dias. Há ricos felizes e infelizes, como há pobres na mesma ordem. O espírito que hoje tem uma vida abastada pode não tê-la em existência futura, eis, pois, que riqueza e pobreza são situações transitórias.

Leia mais...

 

Todas as segundas-feiras às 21:00 o Instituto Chico Xavier realizada um curso sobra a doutrina espírta
Cada aula tem uma duração média de 30 minutos, no qual os participantes podem fazer suas pergutas.

Clique em : www.institutochicoxavier.com/palestravirtual, logo apos digite seu nome, e clique em Connect.

Cada país convenciona sua própria data para comemorar o dia das crianças. O Brasil escolheu em 05 de novembro de 1924 o dia 12 de outubro para a celebração. Porém a data foi se tornar feriado apenas em 1955, através de uma campanha de marketing promovida pela Estrela S.A e outras empresas do ramo de brinquedos, que revitalizaram o dia 12 de outubro, a ponto de ser transformado em feriado nacional.

Certo, mas o que significa ser criança para o espiritismo?

Significado de criança para o espiritismo Na primeira fase da vida somos crianças. Não por acaso, ao nascer, nascemos pequenos, frágeis e lindinhos. Kardec explica no Livro dos Espíritos, que o esquecimento do passado ocorre de forma providencial na reencarnação da criança, uma vez que, se os pais reconhecem no bebê de colo o inimigo do passado todo o resgate estaria comprometido. A ciência explica que a fragilidade do bebê leva não apenas a mãe, mas todos que o rodeiam a ter cuidados especiais e uma maior atenção.

Conforme cresce, a criança aprende com os pais conceitos de como se portar em sociedade, moral e atitudes. Algumas dessas atitudes são trazidas como parte de sua memória de vidas passadas, necessitando da atenção dos pais para corrigi-las ou incentivá-las.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...