Muito se tem especulado sobre quem teria sido André Luiz em sua última existência carnal, em total desrespeito a sua própria afirmação, no livro Nosso Lar, quando escreve “manifestamo-nos, junto a vós, no anonimato que obedece à caridade fraternal”.

No prefácio do mesmo livro, Emmanuel informa: “embalde os companheiros encarnados procurariam o médico Luiz nos catálogos da convenção”. E mais: “André precisou cerrar a cortina sobre si mesmo”.

Mais importante do que saber quem foi André Luiz no passado, é compreendermos o seu ingente esforço de repórter estudioso e disciplinado, a nos trazer a prodigiosa obra, constituída de vários volumes, contendo material de estudo doutrinário que ainda não foi devidamente assimilado e compreendido pelos espíritas, e respeitando o seu anonimato.

Cogita-se novamente, com base em suposta afirmação do próprio André, sejam ele e Carlos Chagas, o mesmo espírito.

Uma simples comparação entre as informações prestadas, no livro Nosso Lar; sobre a vida e a família de André Luiz, em sua última existência terrena, com a biografia de Carlos Chagas nos mostra que essas cogitações são absolutamente inadequadas.

Vejamos as principais diferenças encontradas:



André Luiz foi médico fisiologista, clinicou durante quinze anos, e, segundo os instrutores espirituais que o assistiam em Nosso Lar, “não realizou a tarefa que lhe foi confiada pela espiritualidade superior.”

Casado. Três filhos, sendo um homem (o primogênito) e duas mulheres.

Desencarnou em 1930 (calculadas as informações do livro Nosso Lar), após quarenta dias de intenso sofrimento, duas cirurgias nos intestinos em razão de câncer, com o “sistema gástrico destruído por excessos alimentares e alcoólicos.” Por isso foi considerado suicida, no plano espiritual.

Filho de um comerciante desencarnado em 1927.

André permaneceu “mais de oito anos consecutivos” no umbral e mais de um ano, presumivelmente, nas câmaras de retificação de Nosso Lar, após o que passou a residir na casa de Lísias, para com o auxílio deste iniciar novas tarefas, na Colônia Nosso Lar.

Nessa ocasião, já em casa de Lísias, ouve rumores de uma nova guerra.

“Estamos em agosto de 1939”, escreve ele, ocasião em que a Alemanha invade a Polônia dando início a segunda guerra mundial.

Em 1941, foi apresentado a Chico Xavier, por Emmanuel, a fim de juntos, Chico e André, se prepararem para o trabalho que lhes competia realizar, e, em 1943 inicia-se a psicografia do livro Nosso Lar, publicado em 1944.

Carlos Chagas foi médico sanitarista.

Toda a sua vida profissional foi voltada à pesquisa no campo da saúde humana e o resultado do seu gigantesco trabalho foi reconhecido dentro e fora do Brasil, tendo recebido vários prêmios e seu nome é indicado para o Prêmio Nobel de Medicina, que não chegou a conquistar por influência de “malfeitores da ciência médica”.

Casado, teve dois filhos, Evandro e Carlos Chagas Filho.

Desencarna em 08 de novembro de 1934, repentinamente em conseqüência de um enfarto.

Como se verifica, não se pode dizer que Carlos Chagas não realizou a tarefa que lhe foi confiada pela espiritualidade superior.

Desencarnado em 1934, mais nove anos entre umbral e recuperação em Nosso Lar, não poderia estar em 1939 iniciando seu aprendizado junto aos instrutores daquela colônia espiritual.

André Luiz desencarnou de câncer, após muito sofrimento. Carlos Chagas desencarnou repentinamente.

André teve um filho e duas filhas. Chagas teve dois filhos.

Revendo esses dados sobre as vidas desses espíritos tão diferentes um do outro, podemos afirmar, sem margem de erro, que André Luiz não foi Carlos Chagas. Ou então, deveremos descrer das informações prestadas em Nosso Lar por ele mesmo e pelos espíritos que o amparavam.

Melhor continuarmos a respeitar seus 60 anos de anonimato, vendo nele o espírito que muito sofreu em conseqüência das mazelas da última existência, mas que venceu corajosamente e com comovente humildade esse período difícil, para se tornar o portador de magníficos e importantes ensinamentos dos espíritos superiores para nós todos que ainda estamos tateando como cegos espirituais neste lado da vida.

Para maiores detalhes sobre este assunto recomendamos:
1.Nosso Lar – Francisco C. Xavier / André Luiz
2.Testemunhos de Chico Xavier – Suely C. Schubert
3.Biografia de Carlos Chagas – vários sites na internet, entre eles: http://www.vertentes.com.br/chagas/.
4.Quem foi André Luiz – excelente trabalho publicado em nov.2002 no “Alavanca” – autoria de Giovanni Bruno. 
Daisy J. Machado

 


FONTE:  http://www.forumespirita.net

 


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...