Orson Peter Carrara –  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A reencarnação na Bíblia - Pesquisador buscou dados da reencarnação nos textos bíblicos

Nosso entrevistado é espírita desde 1980, nasceu em Cássia-MG e reside em Franca-SP, Formado em Letras e Oficial de Justiça aposentado, integra o Grupo de Estudos Universais Os Caminheiros, da mesma cidade onde reside, onde faz parte do Conselho Deliberativo. Suas respostas mostram o espírito de pesquisa para encontrar e entender a reencarnação nos textos bíblicos, cujo resultado está publicado no livro A CHAVE PERDIDA, de sua autoria, recém-lançado.

1 - De onde o interesse pelos textos bíblicos?
Desde criança, como membro do catecismo da Igreja Católica e amigo de seminaristas do Seminário Nossa Senhora Aparecida, em Franca-SP.

2 - E especificamente por que a reencarnação?
Porque entendemos ser muito importante, e mesmo fascinante, essa temática. Isso tudo por causa dos horizontes maravilhosos que descerram às mentes inquiridoras, por trazer explicações satisfatórias para muitas questões até então cheias de argumentações controversas, contraditórias, insatisfatórias. Por ser, enfim, a chave de compreensão de variados assuntos transcendentes e mudar a perspectiva para melhor dos caminhantes do longo e belo percurso da vida.

3 - Qual a maior a dificuldade, em sua opinião, no entendimento dos textos?
Entendemos que os bons textos trazem muitas leituras, muitos níveis de compreensão de acordo com a cultura ou o amadurecimento espiritual do leitor. E o espírito da mensagem dos textos mais profundos estão, via de regra, muito mais nas entrelinhas, nas figuras de linguagem, que em sua parte formal. Os que escreveram ou disseram coisas mais substanciais o fizeram mais com sua sensibilidade, sua arte que com meras palavras. Essa é uma das maiores dificuldades, além de tantas outras.

 

 

4 - E como estudar com acerto tais textos?
É necessário, em nosso entendimento, desenvolver a sensibilidade para as coisas espirituais, a maturidade moral e buscar chaves de compreensão desenvolvidas por quem está à nossa frente, tanto em moralidade quanto em inteligência, cultura e versado em técnicas de intelecção de textos.

5 - No caso da reencarnação, como foi seu trabalho de seleção para elaboração do livro?
Compramos todos os livros que encontramos sobre o assunto, buscando aprender com todos eles. E alguns desses autores nos forneceram chaves importantes de compreensão, que aumentaram ainda mais nosso interesse pelo assunto. E, ao fim, procuramos concluir sobre o que havíamos assimilado, escrevendo sobre os aspectos que mais nos chamavam a atenção. Sempre aprendemos mais e melhor quando nos proponho a escrever sobre o que lemos. Assim fomos selecionando o que mais nos interessava e registrando.

6 - Quais as repercussões da obra?
As repercussões foram boas, melhores do que esperávamos; mas ainda está recente o lançamento de nosso trabalho. Cremos que, com o tempo, cada vez mais esse tema terá a importância e o interesse que merece. E as repercussões serão maiores e mais significativas.

7 - Por que ainda estamos, os espíritas, tão distantes no estudo dos textos do Velho e Novo Testamento?
Cremos que grande parte dos seres humanos, de modo geral, não é ainda constituída de leitores assíduos. Esse fato faz com que se leia apenas o fundamental, ou seja, algumas poucas obras atuais, não sobrando tempo para outras, consideradas talvez por alguns como coisas do passado, ultrapassadas, mal compreendidas. Com relação à Bíblia, entendemos haver opiniões extremadas a seu respeito. Há quem veja nela (independentemente da tradução e das “traições” dos textos, independentemente dos diversos livros e autores que a compõem, dos diversos estilos) a infalível palavra de Deus aos homens. E existem também os que não lhe dão o devido valor.

8 - Quais suas impressões durante a pesquisa efetuada?
Durante as pesquisas efetuadas, fiquei com a certeza de que alguns textos bíblicos são de grande valor e serão sempre atuais, bastando para que os compreendamos, que os analisemos com as chaves corretas, ou seja, com as doutrinas libertas dos condicionamentos que nós, seres humanos, nos impusemos pelo medo que tínhamos de pensar livremente no passado sombrio da humanidade.

9 - Algo mais que gostaria de acrescentar?
Gostaríamos de dizer que o autor é o primeiro leitor desse pequeno trabalho; e que muito aprendeu com todos os que compartilharam da elaboração, que conversaram sobre o assunto, que divergiram ou concordaram, corrigiram ou silenciaram. Enfim, agradecemos a Deus e a todos aqueles que, de alguma forma, auxiliaram para que, juntos, déssemos à luz mais esse filho intelectual. Filho esse que, ao lado de tantos outros mais importantes sobre essa mesma temática —  cremos — mudará a perspectiva da humanidade no futuro.

 


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...