Orson Peter CarraraConhecido autor é foco na mídia espírita
Orson ficou conhecido pelos livros, caracterizados pela fidelidade doutrinária, e pelas palestras por todo Brasil. Com grande facilidade para escrever com objetividade e uso da palavra com fluência, agenda lotada e amigos por toda parte, atendeu nosso convite e concedeu entrevista com algumas particularidades pessoais e de suas atividades no movimento espírita. Acompanhe.

1 - Como foi sua infância dentro da Doutrina Espírita?

Nasci em família espírita. Meu avô já era espírita. Desde muito pequeno, graças à intensa ligação de meus pais, Roberto e Josefa, com o Centro Espírita Francisco Xavier dos Santos - de Mineiros do Tietê-SP, minha cidade natal - estive ligado àquela instituição. Fui aluno do então chamado Catecismo Espírita, da Mocidade Espírita, e posteriormente fui alçado à diretoria da entidade. Todavia, não posso deixar de citar a grande influência em minha formação doutrinária espírita, de meu tio Pedro Carrara, que transmitiu-me - além de meus pais - esse amor à Doutrina Espírita.


2 - Cite alguns momentos marcantes de seu primeiro contato com o Espiritismo.

 

Não tenho dúvidas que foram as aulas de meu tio, Pedro Carrara, que usava música e teatro para transmitir os ensinos espíritas. Suas aulas às crianças foram marcadas por intensa atividade motivadora para conhecer a obra da Codificação Espírita.

3 - O que o influenciou em sua vida para ser hoje um divulgador da Doutrina Espírita, como expositor, escritor e editor de livros espíritas?

O exemplo de meus pais. Meu pai lia e estudava diariamente a Doutrina Espírita, conversava muito comigo sobre os ensinos e princípios do Espiritismo. Minha mãe sempre me impressionou pela fé ardente e operante, ajudando muita gente. Por outro lado, sempre estive envolvido com livros. Minha primeira tarefa no centro foi cuidar da biblioteca, por influência de meu pai. Também sempre gostei de falar em público e de escrever. Penso que tudo foi consequencia e aconteceu naturalmente. A tarefa de editor surgiu mais tarde, também como desdobramento natural. O entusiasmo foi sendo construído também com a participação em eventos regionais.

4 - Nos conte qual é a sensação de percorrer o Brasil todo, ministrando palestras e como é este contato com tantas pessoas que admiram seu trabalho de divulgação?

Maravilhosa sensação, pelas amizades que formamos por toda parte. Este relacionamento é um tesouro. A maioria  dos contatos é feita por e-mail, motivados pela facilidade que a tecnologia permite. Nos contatos presenciais,  muito aprendizado com as experiências realizadoras em todo Brasil. É muito agradável ver o quanto a família espírita trabalha e realiza em toda parte.

5 - Você tem grande facilidade para escrever livros e artigos. De onde vem este dom?

Penso que já trouxe como bagagem, pois gosto mesmo de escrever e falar em público. O prazer de escrever e falar em público é intenso,especialmente quando conseguimos atingir o sentimento do leitor ou ouvinte.

6 - Como é seu trabalho como editor de livros?

O trabalho é analisar doutrinariamente os originais dos autores de futuras obras que serão publicadas. Nesse  trabalho, sugerimos inclusões, exclusões e alterações. A revisão gramatical e o trabalho de paginação é feito  por outras pessoas. Meu trabalho é mesmo de análise doutrinária do conteúdo a ser publicado.

7 - Como você analisa este grande crescimento de romances espíritas e Editora Espíritas? Isto não incentiva os espíritas a perderem o  gosto pelos estudos básicos da Doutrina Espírita?

Ele é consequencia natural da expansão da ideia espírita. Necessário também porque há estilos e conteúdos para todos os públicos. Os romances, mesmo aqueles chamados de "água com açúcar"  tem grande utilidade porque atrai o público e dissemina as ideias espíritas. Não penso que desestimula o estudo de Kardec, ao contrário estimula o conhecimento.  Aí entra o trabalho de editor, que muitas vezes precisa incluir nos romances os destaques doutrinários que estimulem o público à pesquisa e mais conhecimento.

8 - Qual é a importância da divulgação do livro espírita?

Essencial. É pela divulgação do livro espírita que atingimos o grande público e espalhamos o conhecimento que liberta, orienta e motiva. O livro extrapola as paredes do movimento espírita e alcança o grande público, a intimidade das famílias e o intelecto-sensibilidade do leitor. Por isso todos devemos nos engajar de maneira permanente à divulgação do livro espírita. E digo mais, não só o livro, mas também jornais, revistas, sites,CDs, programas de rádio e tv, blogs e mesmo volantes avulsos. Tudo que levar a ideia da imortalidade, da reencarnação, da comunicabilidade dos espíritos, do livre arbítrio com responsabilidade e da fraternidade, amparados pela lucidez do pensamento espírita, deve ser divulgado. Sempre alcançaremos alguém que está em busca de informações que lhe respondam aos questionamentos interiores.

9 - Quais são seus projetos atuais?

Prosseguir com minhas tarefas. Desejo espalhar esperança e motivação por onde for, com as luzes da Doutrina Espírita. Tenho alguns livros em mente para futura elaboração.

10 -  Você está lançando um novo livro chamado “Tensão emocional”, nos conte um pouco sobre ele.

O livro tem o mesmo nome de uma mensagem assinada por Emmanuel e psicografada por Chico Xavier e que está no livro Companheiro - editado pelo IDE-ARARAS. Citada mensagem é verdadeira receita de saúde e felicidade, motivando a desenvolver a obra com base na mensagem. Cada parágrafo da mensagem transformou-se num capítulo do livro.

11- Gostaria que você nos deixasse como mensagem final, qual foi o maior aprendizado que você obteve em todos estes anos de divulgação da   Doutrina Espírita, tanto em palestras pelo Brasil afora, como na divulgação do livro espírita.

Desejo motivar os leitores para que acessem os sites que relaciono abaixo, pois encontrarão muita informação para auxílio em suas tarefas e estudos. O que mais temos necessidade em nossas lutas é prosseguir trabalhando, com esperança e determinação, mas também usando a alegria de viver. Respondendo sua pergunta, todavia, digo que meu maior aprendizado nesses anos todos em tarefas de divulgação, foi de que Jesus coloca seus trabalhadores em toda parte e nunca os desampara. Há gente boa trabalhando com qualidade em todo lugar. Isso me enche de alegria, especialmente por constatar o amparo dos benfeitores espirituais a todas as iniciativas que visem o bem. É incrível verificar isso. Por isso, digo aos amigos em toda parte: prossigam! prossigam! Prossigamos!, eu me incluo, é óbvio.
Os sites que indico a voces são:
www.educacaomoral.org.br
www.searadomestre.com.br
www.feparana.com.br
www.momento.com.br
www.reflexao.com.br


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...