Mensagens

"Acima de tudo, cultivai, com todo o ardor, o amor mútuo, porque o amor cobre uma multidão de pecados". (I Pedro, 4:8).

As palavras de Pedro sobre os ensinamentos de Jesus . "Acima de tudo, cultivai, com todo o ardor, o amor mútuo, porque o amor cobre uma multidão de pecados" - lavam-nos a profundas reflexões a respeito do amor e do sofrimento.

Sofrer por sofrer não significa crescimento e evolução, visto que a única função da dor em nossa existência é despertar-nos para o amor - capacidade inerente a todo ser humano; por isso "o amor cobre uma multidão de pecados".

Dificuldades ou pesares são desafios para que aprendamos a tomar decisões e a encontrar soluções, tornando-nos em conseqüência fortes e seguros.

O que chamamos de problemas na Terra são simplesmente lições não aprendidas, isto é, tarefas que precisamos repetir porque ainda não conseguimos internalizá-las.

Leia mais...

“E Deus, pelas mãos de Paulo fazia maravilhas extraordinárias.”

(ATOS, 19:11)

O Evangelho não nos diz que Paulo de Tarso fazia maravilhas, mas que Deus operava maravilhas extraordinárias por intermédio das mãos dele.

O Pai fará sempre o mesmo, utilizando todos os filhos que apresentarem mãos limpas.

Muitos espíritos, mas convencionalistas que propriamente religiosos, encontraram nessa notícia dos Atos uma informação sobre determinados privilégios que teriam sido concedidos ao Apóstolo.

Antes de tudo, porém, é preciso saber que semelhante concessão não é exclusiva. . A maioria dos crentes prefere fixar o Paulo santificado sem apreciar o trabalhador militante.

Quanto custou ao Apóstolo a limpeza das mãos?

Leia mais...

A oração não será um processo de fuga do caminho que nos cabe percorrer, mas constituirá uma abençoada luz em nossas mãos, clareando-nos a marcha.

Não representará uma porta de escape ao sofrimento regenerativo de que ainda carecemos, mas expressará um bordão de arrimo, com o auxílio do qual superamos a ventania da adversidade, no rumo da bonança.

Não será um privilégio que nos exonere da enfermidade retificadora, ambientada em nosso próprio templo orgânico pela nossa incúria e pela nossa irreflexão, no abuso dos bens do mundo, entretanto, comparecerá por remédio balsamisante e salutar, que nos remove as energias, em favor de nossa cura.

Leia mais...

“E Deus, pelas mãos de Paulo fazia maravilhas extraordinárias.” (ATOS, 19:11)

O Evangelho não nos diz que Paulo de Tarso fazia maravilhas, mas que Deus operava maravilhas extraordinárias por intermédio das mãos dele.

O Pai fará sempre o mesmo, utilizando todos os filhos que apresentarem mãos limpas

Muitos espíritos, mas convencionalistas que propriamente religiosos, encontraram nessa notícia dos Atos uma informação sobre determinados privilégios que teriam sido concedidos ao Apóstolo.

Antes de tudo, porém, é preciso saber que semelhante concessão não é exclusiva. . A maioria dos crentes prefere fixar o Paulo santificado sem apreciar o trabalhador militante.

Quanto custou ao Apóstolo a limpeza das mãos?

Leia mais...

"Senhor, ensina-nos a orar" (Lucas: 11-1)

Nenhum motivo, por mais ponderável, conforme suponhas, pode constituir impedimento.

Razões expressivas não há que se transformem em empeço.

Atribulações que te assoberbem não significarão óbice ao ministério renovador

Todas as coisas sob a sua claridade mudam de aspecto e as características antes deprimentes, sombrias, sofrem significativas transformações, ressurgindo com tonalidades mui diversas.

Ante a dúvida ou a ulceração moral constitui-se segurança e bálsamo refazente.

Mister, porém, fazer uma pausa no turbilhão, não permitindo que o carro do desespero continue correndo sem brida, para encontrar o local de realizá-la.

Exige, como todas as coisas condições adequadas para culminar superior de que se encarrega.

Leia mais...

Não espere um sorriso para ser gentil,

Não espere ser amado para amar,

Não espere ficar sozinho, para reconhecer o valor de um amigo

Não espere ficar de luto para reconhecer quem hoje é importante na sua vida

Não espere o melhor emprego para começar a trabalhar

Não espere a queda para lembrar-se do conselho

Não espere...

Leia mais...

Semelhante atrai semelhante.

Esta é a lei de afinidade, que preside a troca de pensamentos e de impressões entre os Espíritos por via telepática.

Ela está presente, também, nos fenômenos mediúnicos, estabelecendo a necessária sintonia de pensamentos entre o médium e o Espírito comunicante.

Entre nós, encarnados, ela é uma das possíveis explicações da simpatia instantânea que experimentamos, por pessoas desconhecidas, sem outra razão aparente. Esta simpatia pode indicar que somos Espíritos afins, em comunhão de sentimentos e de interesses.

É a afinidade que determina o meio em que nos encontramos no Mundo Espiritual, após o desencarne, isto é, se de acordo com a nossa maneira de proceder na Terra, estaremos perto dos Espíritos felizes ou dos sofredores.

Leia mais...

O homem deve esforçar-se por viver bem, preservar-se da dor e ser feliz.

Constitui um imperativo da lei de conservação que ele busque se furtar a experiências dolorosas.

Entretanto, nem todos os sonhos e desejos humanos se realizam.

No contexto de uma única existência, sempre há certas dificuldades incontornáveis.

Algumas pessoas possuem marcante fragilidade física.

Desde a infância, ou a partir de dado momento, vivem a braços com dores e enfermidades.

Já outras não conseguem sucesso profissional ou tranquilidade financeira.

Há também as que não se realizam afetivamente.

Leia mais...

1 -Quando redimiremos espiritualmente a nós mesmos?
Redimiremos a nós mesmos, quando compreendermos, conscientemente, ao preço do próprio raciocínio, que todos os sofrimentos decorrem das leis de amor que governam a vida.
Para isso, é indispensável entendamos que todos vivemos subordinados ao princípio inelutável da reencarnação e que nos reencarnaremos, na Terra ou em outros mundos, tantas vezes quantas se fizeram necessárias, para que se nos edifique o aperfeiçoamento espiritual, seja diante dos imperativos da evolução, que nos traçam inevitáveis labores educativos, ou à frente dos encargos expiatórios que nos apontam graves tarefas de recapitulação e corrigenda, para o expurgo da consciência culpada.

2-Bastará apenas sofrer para que resgatemos os compromissos adquiridos nas existências passadas?
Se temos o coração aberto em feridas profundas, isso não basta; é preciso transubstanciar as próprias dores em esperanças e ensinamentos.

3-Basta apenas chorar para realizarmos o expurgo do coração?
As vezes, trazemos o semblante lavado de lágrimas, no entanto, o desespero e a inconformação desmancham-se igualmente em pranto amargo; para expurgar o mundo íntimo é mister valermo-nos da provação como recurso de trabalho, para converter a tribulação em alegria e a dificuldade em lição.

Leia mais...

Diante do turbilhão de problemas e conflitos, aturdido e receoso, a um passo do desequilíbrio, indagas, sem diretriz: - Onde a via a seguir? Qual a conduta a adotar?

Certamente, todo empreendimento deve ser precedido de planificação, de roteiro, de programa. Sem esses fatores, o comportamento faz-se anárquico, e o trabalho se dirige à desordem.

A experiência carnal é uma viagem que o espírito empreende com os objetivos definidos pela Divindade, que a todos reserva a perfeição.

Como alcançá-la, e em quanto tempo, depende de cada viajor.

Leia mais...

Há, pois, duas espécies de família: as famílias pelos laços espirituais e as famílias pelos laços corporais.

Duráveis, as primeiras se fortalecem pela purificação e se perpetuam no mundo dos Espíritos, através das várias migrações da alma; as segundas, frágeis como a matéria, se extinguem com o tempo e, muitas vezes, se dissolvem moralmente, já na existência atual. Do item 8, no Cap. XIV, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo".

De todas as associações existentes na Terra excetuando naturalmente a Humanidade - nenhuma talvez mais importante em sua função educadora e regenerativa: a constituição da família.

De semelhante agremiação, na qual dois seres se conjugam, atendendo aos vínculos do afeto, surge o lar, garantindo os alicerces da civilização. Através do casal, aí estabelecido, funciona o princípio da reencarnação, consoante as Leis Divinas, possibilitando o trabalho executivo dos mais elevados programas de ação do Mundo Espiritual.

Leia mais...

Todos os caminhos levam a algum lugar. Todos eles têm um começo e, fatalmente, um fim.

Há aqueles que nos parecem tão longos e tão difíceis que ver o fim deles requer a fé que abre os olhos ao que está muito além de nós. O que não existe são os caminhos sem saída, eles possuem simplesmente saídas que tememos atravessar.

Quando achamos que um problema não tem solução, o que queremos dizer é que ele não possui uma solução aceitável, compatível com nosso querer. E é assim que nossos caminhos permanecem cada vez mais longos, mais sofridos.

Quando as saídas são abandonar um sonho, deixar algo para trás, reconhecer um erro ou uma má decisão, aceitar um outro modo de vida, nos deparamos com as barreiras que nos deixam nesse meio caminho do não saber o que fazer. São esses os dias mais longos das nossas vidas, os anos que não passam ou nos deixam a amarga sensação de estar a perder as alegrias cabíveis a cada um.

Não podemos nos agarrar a certas coisas como se nosso sopro dependesse delas. Sonhos morrem e outros nascem e dão continuidade à vida e é assim desde o princípio de tudo.

Para cada porta fechada há uma outra que pode se abrir, cada lágrima derramada um sorriso que está por vir.

A fé abre novas perspectivas aos que querem enxergar. As portas abrem-se uma a uma para os que sabem deixar o passado pra trás e acreditam num novo e mais bonito amanhecer.

Letícia Thompson

 

Não sei de quem é essa frase, mas não concordo muito com ela.

Será que alguém se ama mesmo o suficiente para considerar-se tão perfeito e superior a ponto de dizer "aceita-me como sou?"

E quem diz isso, ama realmente a outra pessoa? Quem ama sente desejo de agradar ao outro. Quem ama é capaz de dizer: "ok, não gosto desse filme, mas assisto porque você gosta e meu prazer é ver o seu prazer. Eu gosto de morangos e você de laranja, mas nada nos impede de fazer uma salada de frutas.

Isso é amor. Amar não é se entregar total e incondicionalmente, se submetendo ao outro, mas ceder em partes, cada um do seu lado, para que, juntos, os dois sejam um todo em harmonia.

Dona razão é uma inimiga séria dos relacionamentos. Porque ela sempre quer ficar de um lado só. Daí, ou ambos têm razão e cada um vira para um lado, ou um admite que o outro tem razão sem pensar realmente que tem, só para acalmar uma briga, mas precisa renunciar dessa forma ao seu eu. É complicado. Complicamos tanto a vida quando é tão mais fácil dois estenderem a mão e que essas se encontrem no meio do caminho!...

Leia mais...

Não nos esqueçamos de que o corpo na Terra é o filtro vivo de nossa alma.

Nossos pensamentos expressar-se-ão, segundo o sentimos, tanto quanto nossos atos serão exteriorizados conforme pensamos.

Todos os processos emocionais do coração atingem o cérebro, de onde se irradiam para o campo das manifestações e das formas.

Sensações e atitudes mais íntimas se nos mostram, invariavelmente, na vida de relação.

A gula produz a deformidade física.

O orgulho estabelece a irritação sistemática.

A vaidade conduz à perturbação.

Leia mais...

A ação do bem provoca, inevitavelmente, uma reação de violência naqueles que se comprazem no clima da viciação.

O esforço desprendido em favor da mudança emocional e psicológica das criaturas desperta um sentimento de revolta em muitos que se demoram nas licenças perniciosas.

Porque há tentativas em prol de um mundo menos infeliz, surgem movimentos que pretendem manter o estado vigente.

***

Há mentes que conspiram contra a tua dedicação e fidelidade ao ideal do bem.

Leia mais...


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...