18 de agosto de 2012

Em noite agradabilíssima, com a presença de 750 pessoas no Auditório do Colégio Mauá, em Santa Cruz do Sul/RS, Divaldo Franco, o Semeador de Estrelas, conduziu o minisseminário Psicologia da Gratidão. O evento foi promovido pela Sociedade Espírita A Caminho da Luz e pela Livraria Espírita Paulo de Tarso.

Preparando o público, foi apresentado um pequeno vídeo com imagens de Israel, notadamente de lugares por onde Jesus passou em seu ministério de amor. O vídeo é representativo da gratidão a Jesus. Divaldo abordou as três emoções básicas da criatura humana que em seu princípio era todo sensações. A primeira emoção desenvolvida foi o medo, a mais antiga; a segunda, a ira, desenvolvida após milhões de anos; e a terceira, o amor.

Divaldo, falando sobre o ser psicológico, abordou as questões do ego e do self, cuja tendência, no homem psicológico maduro e equilibrado, é a sua fusão, desenvolvendo o eixo ego/self. A gratidão, continuou o nobre conferencista, nasce do sentido da afetividade. Ser grato não significa retribuir a gentileza.

Passando da abordagem psicológica à narração de fatos, o Professor Divaldo Franco, com sua verve característica, apresentou algumas histórias, enriquecendo o entendimento, sensibilizando sentimentos, despertando a criatura humana para desenvolver o sentimento da gratidão. Gratidão pela vida, ao semelhante, ao auxílio mútuo, pois que ninguém é tão autossuficiente que não necessite do próximo para bem transitar pela escala evolutiva.

A nossa meta é a plenitude. A família ditosa é gentil. Abandonar o hábito das queixas e reclamações. A vida possui mais alegrias que contrariedades. Não se deixar perturbar pelas contrariedades. O ser humano é uma fonte de energia controlada pela mente. Manter o alento e a alegria por tudo que se possua na vida, filhos, pais, amigos, oportunidades. Essas foram algumas das ideias muito bem trabalhadas pelo nobre conferencista.

Finalizando, disse que temos muito mais para agradecer a Deus do que pedir. Desejou muitas bênçãos, agradeceu a participação no trabalho que ora estava sendo encerrado, exorando a Deus que os lares sejam abençoados, sejam um reduto de alegria, o lugar do repouso, da afetividade, e pelas horas muito agradáveis que desfrutou com todos os presentes. Os aplausos se sucederam, com os assistentes de pé, gratos pelos excelentes e enriquecedores conceitos apresentados.

Por:Paulo Salerno

 

 


Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...