HomeVídeosDiversosPsicografiasTatiana Madjarof 7ª Psicografia de Tatiana Madjarof
Quarta, 14 Novembro 2012 18:49

7ª Psicografia de Tatiana Madjarof



Descrição fornecida pela mãe Rosana Madjarof :"O Médium Celso, após submeter-se a uma angioplastia, em decorrência de uma angina, estava ausente de seus trabalhos mediúnicos de psicografia por ordem médica. Por esse motivo, resolvi ir visitá-lo em Uberaba, não tendo a pretensão de receber mensagem da minha Tati, pois sabia que ele não estava trabalhando, mas, para a minha alegria, eis que o nosso querido Médium Celso retomou seus trabalhos psicográficos na segunda-feira, dia 10/09/2007, e para minha grande felicidade, pude receber a 7ª mensagem da minha filhota linda. Ele recebeu 3 mensagens, e a 3ª foi a da Tati. Celso, que Deus continue te abençoando e protegendo sempre, pois nós, mães, precisamos muito de você. Obrigada!"

Transcrição da psicografia:

Mamãe Rosana, vovó Rosa, o que possa parecer silêncio é alguém nos dizendo de uma maneira diferente o que desejamos escutar.

O que nos parece um barulho explosivo é o anúncio de que nos bateu a revolta, e nos adentramos no espaço de guerra, ansiosos por encontrarmos as respostas de nossas indagações.

É a pergunta sem resposta, a resposta sem razão, o silêncio que faz tremer ou o barulho que ensurdece.

Passou!

O tempo foi como um relâmpago a nos assustar.

Pensamos dentro do nosso temor, correr, correr sem parar, sem qualquer direção.

Mas paramos, refletimos, olhamos para o outro e fomos de encontro à existência do outro, às dificuldades de outros, e a partir deste momento saímos um pouco de nós, buscando o endereço de criaturas até então desconhecidas.

A tecnologia nos permite uma viagem menos penosa, um encontro mais ágil.

Descortina perante nossos olhos e nossos sentimentos, o aviso de que podemos ser socorristas, e aprendemos a agradecer assim o socorro que nos chega.

Mãe, vó. Não lidamos com ilusão, não pensamos em nos vermos adorados em um altar, mas pensamos sim, em escutar a voz do nosso consciente, sempre nos fazendo recordar as palavras de Jesus: – Toma a tua cruz e segue.

Seguimos cambaleantes ou não, mas nos vemos entregues a uma direção.

Nossos olhos vêem com alegria o sorriso da Lú, as palavras cantantes da Mari, as brincadeiras do Paulinho.

Sentimos o calor que nos aquece nos momentos mais frios de nossas vidas; o calor que nos entrega o tio Paulo.

Juntamos todos eles para realizarmos mais uma festa da maneira que nossas lembranças é capaz.

Chegam todos.

Lá vem a tia Ivete, a tia Silvinha, o vovô Paulo, a Íris, o Iuri, a tia Eliane, e como um anjo que de mim se aproxima, chega o papai Jorge, distribuindo abraços, e junto a ele a vovó Jacy e o vozinho Eduardo, e daí dou o meu presente de aniversário ao vozinho¹ querido que mais me parece um anjo criança, capaz de me aceitar por inteira, como melhor presente que ele sempre recebeu desta neta.

A festa não acabou, música, sorrisos, lágrimas, lembranças, fantasias e realidade, mas é nossa festa que continua.

A dor?

Alguém nos pergunta quanto a ela.

Nossa resposta, porém, não chega, pois continuamos nossa festa.

Beijão mãe.

Faça o possível para os outros, fazendo o impossível por você.

Precisamos amar, mas nos amando. Você sabe que é assim.

Vó, o que dizer a você?

Perante a grandeza do seu coração, só desejo escutar.

Beijos a todos.

Tati.

Tatiana Madjarof Bussamra.

MENSAGEM PSICOGRAFADA PELO MÉDIUM CELSO DE ALMEIDA AFONSO, EM REUNIÃO PÚBLICA, NA NOITE DO DIA 10/09/2007, NO CENTRO ESPÍRITA “AURÉLIO AGOSTINHO”, À AV. LUCAS BORGES, 61 – UBERABA – MG.

Esclarecimentos:

  • Rosana e Jorge — Pais;
  • Lú (Luciana) — Irmã;
  • Vovó Rosa — Avó materna;
  • Mari (Mariana) e Paulinho — Primos, filhos da tia Ivete;
  • Tio Paulo — Tio materno;
  • Jacy e Eduardo — Avós paternos;
  • Iris — Prima, filha do tio Paulo;
  • Iuri — Primo, filho do tio Paulo;
  • Tia Eliane — Esposa do tio Paulo;
  • Tia Silvinha — Tia materna, desencarnada em 04/05/1986, aos 19 anos, em acidente automobilístico na Via Anchieta;
  • Tia Ivete — Tia materna, desencarnada em 22/06/2005, aos 44 anos, em decorrência de um câncer;
  • Vovô Paulo — Avô materno, desencarnado em 12/05/1991, aos 57 anos, vítima de infarto;
  • ¹ O vovô Eduardo havia completado 80 anos no dia 08/09/2007, ou seja, 2 dias antes de recebermos essa mensagem, e ninguém havia comentado nada a esse respeito com o médium Celso ou com alguém que tivesse contato com ele.

Tatiana Madjarof Bussamra

Nasceu em 21/12/1982 em São Paulo – SP
Desencarnou em 04/02/2006 em Capivari de Baixo – SC

 

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Entrevista com Rita Ramos Cordeiro

     


    FONTE: ESPIRITUALMENTE

    Nascida em Presidente Prudente/SP e residindo atualmente em Itu/SP, é escritora, articulista, redatora, diretora de divulgação e marketing do Instituto Chico Xavier de Itu e da ASDBNotícias. Também é coordenadora do Clube do Livro Emmanuel, que agrega associados de todo o Brasil.

    Casada e mãe de 01 filho, Rita faz parte do Centro Espírita de Itu e já publicou 03 livros:

    Read more...
  • A naturalidade da morte trágica



    Por: Maria Thereza dos Santos Pereira - FONTE: Letra Espírita

    Quando conversamos com alguém que recentemente perdeu uma pessoa próxima, não raro dizem não esperar pelo falecimento dela, ainda que estivesse doente ou com idade avançada.

    Situações em que acontece a morte trágica, por motivo grave e repentino, principalmente quando o desencarnado possui tenra idade, a surpresa demonstrada pelos entes encarnados é ainda maior, pois manifestam além de tristeza, inconformismo e revolta de maneira muito acentuada.

    Read more...
  • Desdobramento


    Por: Fernanda Oliveira - FONTE: Letra Espírita

    “Embora, durante a vida, o Espírito seja fixado ao corpo pelo perispírito, não é tão escravo, que não possa alongar sua corrente e se transportar ao longe, seja sobre a terra, seja sobre qualquer outro ponto do espaço.” (Allan Kardec, A Gênese, Cap. XIV)

    Read more...
  • Os benefícios da água


    Por: Ricardo de Bernardi - FONTE: A CASA DO ESPIRITISMO

    A água é uma substância orgânica ou possui uma espécie de energia vital?

    A água não é uma substância orgânica, pois não possui a estrutura típica daquelas, também não possui o ciclo vital, - nascer, crescer, reproduzir, morrer. No entanto, é a substância mineral mais fantástica do Planeta, sem a qual não seria possível a vida em nosso orbe, daí dizer-se que a água é um "líquido vital". Dois terços da superfície da Terra são constituídos de água, bem como 70% de nosso corpo. Pelo seu peso molecular, deveria ser gasosa, mas, como cada molécula de água acha-se aderida a outras, por atração eletromagnética, aumenta sua densidade permitindo-se existir na forma líquida em estado natural. Um capricho inteligente da Lei Maior do Universo.

    Read more...
  • Os primeiros sete anos da reencarnação do espírito




    FONTE: LIÇÕES DO ESPÍRITO 

    O período inicial da reencarnação do Espírito é decisivo na formação do seu caráter e da sua personalidade porque, nesse período da primeira infância, o Espírito “é mais acessível às impressões que recebe e que podem auxiliar o seu adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados de educá-lo.”[1]. Os Espíritos Superiores ainda esclarecem, em "O Livro dos Espíritos", à questão 380, que a fase de perturbação que acompanha a encarnação do Espírito não cessa de súbito por ocasião do nascimento, mas que gradualmente se dissipa, com o desenvolvimento dos órgãos.

    Read more...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato