fbpx
HomeInformativoInstituiçõesCentro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz - 64 anos de existência
Quinta, 07 Fevereiro 2013 23:54

Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz - 64 anos de existência

O Centro Espírita Nosso Lar nasceu em 28 de janeiro de 1949, na rua Ezequiel Freire, 732, Santana.

Casa onde  morou o idealizador desta obra, João Castardelli que, aos 12 anos, já escrevia textos espiritualistas  para   o Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento.

Desencarnou jovem, vítima de séria doença que aos  18 anos não lhe permitia a saída de casa. Desta forma, a família intensificou os estudos da Doutrina Espírita, e João passou a dirigir os trabalhos e reuniões em seu lar. Mesmo após o seu desencarne, as reuniões continuaram, e a cada encontro o número  de freqüentadores crescia, o que levou Paulo  Castaldelli a oficializar os encontros,  fundando o Centro. O sonho de João estava se  concretizando.

No dia da cerimônia de inauguração, foi criado o primeiro estatuto da Instituição, cuja finalidade é promover a caridade espiritual e material,  sem qualquer  distinção de crença religiosa, nacionalidade, cor, sexo ou faixa etária. Lembrando-se da orientação de  João, o trabalho do Centro foi intensificado nos  cuidados às crianças órfãs. 

Uma   mensagem espiritual muda o curso dos trabalhos, enfatizando que deveria cuidar de crianças portadoras de deficiência física e mental. 

As diretrizes da Instituição são conseqüências do estudo  e prática da Doutrina Espírita.

Resultado do trabalho assistencial do Centro é inaugurada em 26 de janeiro de 1958 a Casa da Criança André Luiz em Vila Galvão, para a assistência de crianças portadoras de deficiência mental, após quatro anos a personalidade jurídica da Entidade  muda   para Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz. Para atender a enorme demanda por vagas foi construída a Casa 2 (hoje classificada como Unidade de Longa Permanência), no bairro Picanço.

Foram adquiridas duas emissoras de rádio entre 1963 e 1964, que por volta de 1970 passaram a chamar-se Rádio Boa Nova, em Guarulhos e Rádio Clube, em Sorocaba - SP.

Em 4 de maio de 1985, foi inaugurada a Unidade Doutrinária de Santana. Em 11 de maio de 1989, foi a vez da Unidade Doutrinária de Vila Galvão, ocupando o antigo prédio onde funcionava a Casa da Criança.

Em dezembro de 1990, surge o Centro Espírita no bairro de Vila Gustavo. No mesmo ano foi criada a Fundação Espírita André Luiz para estimular a divulgação da Mensagem Espírita.

Em julho de 2003 foi inaugurada a Unidade Doutrinária de Santos. Quase um ano depois, em 14 de junho de 2004 era a vez de inaugurarmos a Unidade Doutrinária que funciona no Hospital João Evangelista. E em 2007 a Unidade de Longa Permanência ganhou espaço para as realizações de palestras, passe e atendimento fraterno aberto ao público em geral.

Hoje o que consideramos o Complexo André Luiz ainda conta com a a Editora Mundo Maior, a TV Mundo Maior, de 2006 e a Mundo Maior Filme.

 

Fonte: http://www.nossolar.org.br/

Last modified on Quinta, 07 Fevereiro 2013 23:58

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Incorporação e possessão

     




    Fonte :
    Letra Espírita - Por : Silvio Junior

    Quando se fala em espiritualidade de modo geral, são diversos os temas tratados, onde por vezes alguns assuntos polêmicos dividem crenças e opiniões em relação a isso ou aquilo, no tocante a possíveis fenômenos observáveis através dos chamados “médiuns”, termo este criado por Allan Kardec durante a codificação do Espiritismo para identificar aqueles que serviam como meio de comunicação entre os planos material e espiritual.

    Leia mais...
  • Invigilância: a porta para a obsessão




    A existência dos fatores predisponentes - causas cármicas - facilitam a aproximação dos obsessores, que, entretanto, necessitam descobrir o momento propício da sintonia completa que almejam.

    Leia mais...
  • Suicídio inconsciente




    Fonte:
    Rádio Boa Nova - Por : Maria Izilda Netto

    Incontável o número de pessoas, em dado momento de suas existências, por motivos variados, resolveu que não era interessante continuar a viver.

    Fosse a existência contida nos limites do berço ao túmulo, sem dúvida, o suicídio seria a grande solução para os problemas e dores da Terra.

    Leia mais...
  • A tristeza segundo Deus


    Por: Eduardo Rossatto

    Segundo Paulo de Tarso na sua segunda carta aos Coríntios (7:10), há dois tipos de tristeza: a tristeza segundo Deus e a tristeza segundo o Mundo. A segunda é a lamentação, as queixas e o tédio. Sofrimento inútil que não é sublimado e que se perde na letargia.

    Leia mais...
  • Injustiça e maldade

     

    Por: Eduardo Rossatto

    Nem sempre é fácil testemunhar injustiças e maldade. O mesmo ocorreu com Simão Pedro em um determinado dia, cerca de onze anos após a crucificação do Mestre, como Humberto de Campos (Irmão X) relata no capítulo 23 da obra "Contos desta e doutra vida".

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.


Clube do livro




Todo mês um livro novo em sua casa.
Clique aqui e cadastre-se.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato