Quarta, 30 Março 2011 20:08

As mães de Chico Xavier


Longa "As Mães de Chico Xavier"
Estreia nos cinemas em 1º de abril de 2011


Após o sucesso em 2010 dos filmes "Chico Xavier", do diretor Daniel Filho, com público recorde na estréia, levando cerca de 3,5 milhões de pessoas às salas de cinema, e "Nosso Lar", com 4 milhões de espectadores, o cinema transcendental programa mais um longa metragem abordando a história de vida do médium mineiro. Estreia no dia 1º de abril nos cinemas de todo o país o filme "As Mães de Chico Xavier", dos diretores Glauber Filho e Halder Gomes, uma produção da Estação Luz Filmes, com distribuição da Paris Filmes e apoio promocional da Globo Filmes e Telecine. O Filme traz em seu elenco nomes como Nelson Xavier, Caio Blat, Vanessa Gerbelli, Herson Capri, Via Negromonte e Tainá Muller, entre outros.



“As Mães de Chico Xavier” é baseado em fatos reais e conta a história de três mães, vivendo momentos distintos de suas vidas e que vêem sua realidade se transformar repentinamente: Ruth (Via Negromonte), cujo filho jovem enfrenta problemas com drogas; Elisa (Vanessa Gerbelli), que tenta superar a ausência do marido em casa dedicando-se integralmente ao filho, o pequeno Theo (Gabriel Pontes); e Lara (Tainá Muller), uma professora que enfrenta o dilema de uma gravidez não planejada. Suas histórias se cruzam quando elas recebem conforto e reencontram a esperança de vida através do contato mantido com Chico Xavier.

Na produção, Nelson Xavier revive o papel de Chico Xavier. Herson Capri interpreta Mário, marido de Ruth. Caio Blat vive um jornalista que quer investigar o médium. Neuza Borges é a cuidadosa governanta que convive com o casal Elisa e Guilherme (Joelson Medeiros).

"Mães" foi filmado em película 35mm nos meses de abril e maio de 2010, com locações nas cidades de Guaramiranga, Pacatuba, e também em Fortaleza, no Ceará, tendo as filmagens sido concluídas em Pedro Leopoldo (MG), terra natal de Chico Xavier. O filme é inspirado no livro “Por Trás do Véu de Isis”, do jornalista e escritor Marcel Souto Maior, com roteiro original de Glauber Filho e Emmanuel Nogueira. Luis Eduardo Girão é o produtor e a produção executiva está a cargo de Sidney Girão e Leonardo Leal. A Estação Luz Filmes é responsável pela produção de “Bezerra de Menezes – O Diário de Um Espírito”, de 2008, surpreendente sucesso de público, com mais de 500 mil espectadores e que alavancou o gênero transcendental no Brasil, e também co-produtora dos longas “Chico Xavier”, “Área Q” e “O Filme dos Espíritos”.

O longa metragem conta com apoio do BIC Banco, Servis Segurança, Ype, BBTVM, Coelce, Sabesp, Capemisa, Banco do Nordeste, Panavision, UltraLimpo, Ultra Ambiental, Movida, Agência da Boa Noticia, Unifor, Prefeitura de Pacatuba, Bio Agre, VIACG, DistriVideo e Usina 2. O filme teve incentivo da Secretaria de Cultura/Governo do Estado do Ceará e Ancine/Governo Federal. A co-produção é da Associação Estação da Luz, LightHouse, Atc Entretenimento. Os produtores associados são Gerson Sanginitto, Ric Halpern e Fabio Ribeiro.

 

Pré-estreias em todo o Brasil

Antes de sua estréia comercial, "As Mães de Chico Xavier" percorrerá um histórico calendário de 20 avant-premières,sendo 18 capitais brasileiras e mais as cidades de Uberaba e Pedro Leopoldo, ambas em Minas Gerais. Em paralelo, o filme participará de um Festival e uma Mostra. No dia 24 de março, o longa abrirá o I Festival de Cinema Transcendental, a ser realizado em Brasília (DF). Já no dia 31 de março, véspera da estréia em circuito nacional, o Filme encerra a Mostra de Cinema Transcendental, em Fortaleza.

Sinopse

As Mães de Chico Xavier

Três mães vêem suas vid
as mudarem completamente... São elas: Ruth, que tem um filho adolescente com problemas sérios relacionado às drogas; Elisa, que tenta compensar a ausência do marido se dedicando integralmente ao seu filho; e Lara, uma professora que passa por um dilema após uma gravidez não planejada. Estas três mulheres vivendo experiências tão fortes e distintas encontrarão o conforto através do médium Chico Xavier.

O que Chico Xavier espera de nós diante dos filmes espíritas?

Augusto César Vanucci se referiu a essa doce criatura como “um homem chamado amor”.

No ano em que se comemorou o seu centenário com tantas homenagens, possivelmente ele esteja se sentindo não merecedor dessas distinções, como diria com a sua humildade característica: “Transfiro à doutrina espírita o que vocês estão me proporcionando.”

Como maior propagador do espiritismo, ele deve estar muito feliz ao constatar que a temática espírita está sendo levada ao povo pelos canais de televisão e pelas telas de cinema como jamais aconteceu. Isso se deve em grande parte a ele, que, mesmo não estando materialmente entre nós, é o grande responsável por tudo isso que vem ocorrendo.

Um exemplo disso é que nesse momento está sendo exibido o filme As mães de Chico Xavier em mais de 400 salas de cinemas espalhadas pelo  país (fato extraordinário ao cinema nacional). Dessa vez, não é o Chico o personagem principal. Refletindo no filme sua incomparável humildade, ele se coloca em segundo plano para valorizar as mães que perderam os filhos queridos e que foram encontrar nesse homem tão simples a esperança e o consolo aliados à certeza de que os seus filhos continuam vivos, graças às cartas recebidas pelas mãos do querido médium.

Chico afirmou certa vez que este tipo de tarefa era a que mais lhe proporcionava prazer – levar consolo aos corações entristecidos pela perda de um familiar.

As mães de Chico Xavier foi produzido por um idealista espírita, o mesmo que corajosamente investiu recursos próprios no projeto inicial do primeiro filme espírita levado às telas de cinema: Bezerra de Menezes. O sucesso foi tão grande – apesar do ceticismo de muitos – que chamou a atenção e despertou o interesse da indústria cinematográfica brasileira. Na sua trilha veio Chico Xavier – o filme e Nosso Lar, reverenciados pelo público que lotou as salas de cinemas.

Fato curioso que demonstra o comprometimento do produtor, As mães de Chico Xavier foi planejado antes dos filmes de sucesso sobre o Chico serem exibidos no último ano. Para não haver superposição entre eles, programou-se o lançamento de As mães de Chico Xavier para 2011, marcando o encerramento das comemorações do centenário.

No primeiro final de semana, As mães de Chico Xavier foi campeão de público, porém o resultado pode ser muito melhor. Se esse crescimento acontecer, o filme permanecerá por mais semanas em exibição. Quem sabe poderá se estender até o Dia das Mães, na primeira semana de maio. Quantas mães – principalmente as não espíritas – serão beneficiadas, esclarecidas e consoladas?

O que isso tem a ver comigo, com você e com todos os espíritas? É que podemos contribuir para que o filme permaneça por mais tempo nos cinemas e assim a mensagem de consolo e esclarecimento possa alcançar mais corações.

Esse não seria o nosso melhor presente a Chico Xavier, tornando-nos singelos cooperadores no seu maior prazer na tarefa mediúnica?

Então, vamos hoje ao cinema! Esta semana é decisiva para que os exibidores mantenham As mães de Chico Xavier em cartaz. É hora de levarmos os familiares, convidarmos os amigos, vizinhos e as pessoas que gostaríamos que conhecessem melhor o espiritismo. Com certeza, Chico Xavier agradece.

Assista ao trailer do filme em www.asmaesdechicoxavier.com.br e propague esse convite encaminhando essa mensagem à sua lista de contatos.

Meu abraço,

Alkíndar de Oliveira

Last modified on Quarta, 24 Agosto 2011 23:02

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Entrevista com Rita Ramos Cordeiro

     


    FONTE: ESPIRITUALMENTE

    Nascida em Presidente Prudente/SP e residindo atualmente em Itu/SP, é escritora, articulista, redatora, diretora de divulgação e marketing do Instituto Chico Xavier de Itu e da ASDBNotícias. Também é coordenadora do Clube do Livro Emmanuel, que agrega associados de todo o Brasil.

    Casada e mãe de 01 filho, Rita faz parte do Centro Espírita de Itu e já publicou 03 livros:

    Read more...
  • A naturalidade da morte trágica



    Por: Maria Thereza dos Santos Pereira - FONTE: Letra Espírita

    Quando conversamos com alguém que recentemente perdeu uma pessoa próxima, não raro dizem não esperar pelo falecimento dela, ainda que estivesse doente ou com idade avançada.

    Situações em que acontece a morte trágica, por motivo grave e repentino, principalmente quando o desencarnado possui tenra idade, a surpresa demonstrada pelos entes encarnados é ainda maior, pois manifestam além de tristeza, inconformismo e revolta de maneira muito acentuada.

    Read more...
  • Desdobramento


    Por: Fernanda Oliveira - FONTE: Letra Espírita

    “Embora, durante a vida, o Espírito seja fixado ao corpo pelo perispírito, não é tão escravo, que não possa alongar sua corrente e se transportar ao longe, seja sobre a terra, seja sobre qualquer outro ponto do espaço.” (Allan Kardec, A Gênese, Cap. XIV)

    Read more...
  • Os benefícios da água


    Por: Ricardo de Bernardi - FONTE: A CASA DO ESPIRITISMO

    A água é uma substância orgânica ou possui uma espécie de energia vital?

    A água não é uma substância orgânica, pois não possui a estrutura típica daquelas, também não possui o ciclo vital, - nascer, crescer, reproduzir, morrer. No entanto, é a substância mineral mais fantástica do Planeta, sem a qual não seria possível a vida em nosso orbe, daí dizer-se que a água é um "líquido vital". Dois terços da superfície da Terra são constituídos de água, bem como 70% de nosso corpo. Pelo seu peso molecular, deveria ser gasosa, mas, como cada molécula de água acha-se aderida a outras, por atração eletromagnética, aumenta sua densidade permitindo-se existir na forma líquida em estado natural. Um capricho inteligente da Lei Maior do Universo.

    Read more...
  • Os primeiros sete anos da reencarnação do espírito




    FONTE: LIÇÕES DO ESPÍRITO 

    O período inicial da reencarnação do Espírito é decisivo na formação do seu caráter e da sua personalidade porque, nesse período da primeira infância, o Espírito “é mais acessível às impressões que recebe e que podem auxiliar o seu adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados de educá-lo.”[1]. Os Espíritos Superiores ainda esclarecem, em "O Livro dos Espíritos", à questão 380, que a fase de perturbação que acompanha a encarnação do Espírito não cessa de súbito por ocasião do nascimento, mas que gradualmente se dissipa, com o desenvolvimento dos órgãos.

    Read more...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato