Domingo, 04 Agosto 2019 16:06

Poltergeist


Na parapsicologia fenômeno Poltergeist ou RSPK (Recurrent Spontaneous Psychokinesis - Psicocinesia Espontânea Recorrente) é conhecido como  Macro-PK caracterizado principalmente por barulhos, movimentos de objetos, efeitos elétricos e mecânicos sem uma causa conhecida.

Para se entender melhor o  Poltergeist podemos traduzi-lo  do alemão  “Polter”:  Ruido e  “Geist” : Espírito. Esta designação originou-se da crença de que os fenômenos observados seriam provocados por espíritos de desencarna- dos.

O fenômeno poltergeist foi estudado por diversos cientistas de renome, tanto da área parapsicológica quanto da área espírita e suas observações diversas vezes se convergiam, nomes como Hernani Guimarães Andrade, Carl Gustav Jung, Ernesto Bozzano, Charles Richet, William MC Douall, e outros.

Como agem esses  espíritos sobre a matéria?  A resposta esta no capitulo IV no item 77 do livro dos médiuns:

“Assim, quando um objeto é posto em movimento, levantado ou atirado para o ar, não é que o Espírito o tome, empurre e suspenda, como o faríamos com a mão. O Espírito o satura, por assim dizer, do seu fluido, combinado com o do médium, e o objeto, momentaneamente vivificado desta maneira, obra como o faria um ser vivo, com a diferença apenas de que, não tendo vontade própria, segue o impulso que lhe dá a vontade do Espírito.

Pois que o fluido vital, que o Espírito, de certo modo, emite, dá vida factícia e momentânea aos corpos inertes; pois que o perispírito não é mais do que esse mesmo fluido vital, segue-se que, quando o Espírito está encarnado, é ele próprio quem dá vida ao seu corpo, por meio do seu perispírito, conservando-se unido a esse corpo, enquanto a organização deste o permite. Quando se retira, o corpo morre. Agora, se, em vez de uma mesa, esculpirmos uma estátua de madeira e sobre ela atuarmos, como sobre a mesa, teremos uma estátua que se moverá, que baterá, que responderá com os seus movimentos e pancadas. Teremos, em suma, uma estátua animada momentaneamente de uma vida artificial. Em lugar de mesas falantes, ter-se-iam estátuas falantes.”

Sobre essa ótica conclui-se que os fenômenos “Macro-PK” são em sua maioria Medianímicos;Ernesto Bozzano defenderia mais tarde esta tese em “Animismo e Espiritismo”, assim como em seu livro Fenômenos de Bilocação (Desdobramento)  os golpes vibrados, o deslocamento de objetos sem contato (telestesia), os fenômenos de “poltergeist” e outros fenômenos físicos de natureza semelhante são produzidos por um “corpo astral” confirmando a presença de espíritos no fenômeno; num sentido mais amplo, Hernani G. Andrade em suas pesquisas revela:

“Os poltergeists revelam muitas coisas [...] Alguns deles fornecem evidências de que seres incorpóreos e inteligentes podem, em certas circunstâncias, atuar fisicamente na matéria. Há casos em que deixam marcas indeléveis da sua atuação, produzindo, por exemplo, a combustão espontânea de objetos inflamáveis. Esses agentes normalmente são invisíveis à maioria das pessoas, mas podem ser percebidos por certos sensitivos. Seus efeitos revelam características típicas de seres inteligentes e até maliciosos. Parecem habitar espaços paralelos ao nosso e dão a impressão de que podem transitar do seu espaço próprio para o de cá, e vice-versa.”

Na parapsicologia a ação dos espíritos e denominada “Fenômenos Psi-Theta” e são esses seres que através de contato mental  com um  ser humano conseguem  manifesta-se através do sons, e movimento de objetos.

Entre esse e outros dados Carl Gustav Jung desenvolveu o conceito de inconsciente, desdobrando-o em inconsciente pessoal e inconsciente coletivo, a partir de suas experiências e observações. Descobriu e estudou os arquétipos do inconsciente coletivo, material que verificou ser comum aos seres humanos; e foi com esses estudos que analisou fenômenos paranormais:

“Já observei a movimentação de objetos sem que fossem tocados diretamente e sob condições cientificamente satisfatórias. Poderíamos dizer que se trata de levitação, se considerarmos que as coisas se movimentam por si mesmas. Mas isto parece não ser o caso, pois todos os corpos aparentemente automovidos moveram-se como se tivessem sido levantados, sacudidos ou atirados por alguma mão.

Nessa série de experimentos eu, com outros observadores mais, vimos uma mão e sentimos sua pressão aparentemente, foi esta mão que causou todos os outros fenômenos desse tipo. Esses fenômenos não têm nada a ver com “vontade”, pois só aconteciam quando o médium estava em transe e não comandava sua vontade. Parecia que estavam na categoria das manifestações poltergeist. As experiências que mencionei aqui foram realizadas na clínica de Burghölzli e não na Eidgen. Techn. Hochschule (ETH)”.

Conforme o  Dr. Pedro Antonio Grisa criador do “Sistema Grisa” tudo é ocasionado pela Mente Humana,  quando o indivíduo vivencia grave ameaça à sua Sobrevivência, desencadeia poderosa Energia. Exemplos: Fenômenos de “Poltergeist” ou das casas consideradas mal-assombradas, pessoas que parecem estar por espíritos; analisando essas informações sobre a ótica espírita encontramos no livro Libertação (p. 223), refere-se a casos de auto-obsessão. Contando o caso de um  escritor atormentado pelas próprias criações mentais negativas e destrutivas que criou em seus livros. Os personagens voltam, sob a forma de ideoplastias  ou formas-pensamento, para atormentá-lo. Esse processo pode se dar no mundo espiritual ou durante a encarnação, especialmente, na fase da senectude, quando a alma se torna mais vulnerável.

Abrindo assim também espaço para as respostas das casas mal assombradas, e também levantando outra questão que tem ação nos fenômenos poltergeist  a  do uso de “Formas Pensamentos” o qual o assunto é amplamente abordado por Ernesto Bozzano em seu livro   Pensamento e Vontade :

“O que denomino espírito do magnetismo não são espíritos que nos venham do céu e muito menos do inferno, mas provenientes de um princípio inerente à criatura humana, tal como a faísca que da pedra se desprende. Graças à vontade, o organismo também pode desprender uma pequena parcela de espírito, que reveste forma determinada, transformando-se em “ser ideal”. A partir desse momento, esse espírito vital se torna em coisa como que intermediária do ser corpóreo e dos seres incorpóreos. Assim é que pode locomover-se à vontade, não mais submisso às limitações de tempo e espaço”.

 A Doutrina Espírita nos esclarece sobre a alma e seus atributos, mostrando sua natureza e suas possibilidades de ascender a planos mais elevados de esclarecimento, e prova-nos que para afastar esses fenômenos  é necessário  conhecimento sobre suas causas, em muitos casos o arrependimento e quase sempre mudança de comportamento, tanto do espírito desencarnado quanto do encarnado.

“Aprendemos com os benfeitores espirituais que a maldade deliberada é moléstia da alma e a modificação no plano mental das criaturas jamais pode ser imposta; é, antes, fruto de tempo, de esforço e de evolução.
 
Por: Marcos Paterra
FONTE: http://www.webartigos.com/artigos/poltergeist/102472/  

Last modified on Domingo, 04 Agosto 2019 16:07

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Entrevista com Rita Ramos Cordeiro

     


    FONTE: ESPIRITUALMENTE

    Nascida em Presidente Prudente/SP e residindo atualmente em Itu/SP, é escritora, articulista, redatora, diretora de divulgação e marketing do Instituto Chico Xavier de Itu e da ASDBNotícias. Também é coordenadora do Clube do Livro Emmanuel, que agrega associados de todo o Brasil.

    Casada e mãe de 01 filho, Rita faz parte do Centro Espírita de Itu e já publicou 03 livros:

    Read more...
  • A naturalidade da morte trágica



    Por: Maria Thereza dos Santos Pereira - FONTE: Letra Espírita

    Quando conversamos com alguém que recentemente perdeu uma pessoa próxima, não raro dizem não esperar pelo falecimento dela, ainda que estivesse doente ou com idade avançada.

    Situações em que acontece a morte trágica, por motivo grave e repentino, principalmente quando o desencarnado possui tenra idade, a surpresa demonstrada pelos entes encarnados é ainda maior, pois manifestam além de tristeza, inconformismo e revolta de maneira muito acentuada.

    Read more...
  • Desdobramento


    Por: Fernanda Oliveira - FONTE: Letra Espírita

    “Embora, durante a vida, o Espírito seja fixado ao corpo pelo perispírito, não é tão escravo, que não possa alongar sua corrente e se transportar ao longe, seja sobre a terra, seja sobre qualquer outro ponto do espaço.” (Allan Kardec, A Gênese, Cap. XIV)

    Read more...
  • Os benefícios da água


    Por: Ricardo de Bernardi - FONTE: A CASA DO ESPIRITISMO

    A água é uma substância orgânica ou possui uma espécie de energia vital?

    A água não é uma substância orgânica, pois não possui a estrutura típica daquelas, também não possui o ciclo vital, - nascer, crescer, reproduzir, morrer. No entanto, é a substância mineral mais fantástica do Planeta, sem a qual não seria possível a vida em nosso orbe, daí dizer-se que a água é um "líquido vital". Dois terços da superfície da Terra são constituídos de água, bem como 70% de nosso corpo. Pelo seu peso molecular, deveria ser gasosa, mas, como cada molécula de água acha-se aderida a outras, por atração eletromagnética, aumenta sua densidade permitindo-se existir na forma líquida em estado natural. Um capricho inteligente da Lei Maior do Universo.

    Read more...
  • Os primeiros sete anos da reencarnação do espírito




    FONTE: LIÇÕES DO ESPÍRITO 

    O período inicial da reencarnação do Espírito é decisivo na formação do seu caráter e da sua personalidade porque, nesse período da primeira infância, o Espírito “é mais acessível às impressões que recebe e que podem auxiliar o seu adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados de educá-lo.”[1]. Os Espíritos Superiores ainda esclarecem, em "O Livro dos Espíritos", à questão 380, que a fase de perturbação que acompanha a encarnação do Espírito não cessa de súbito por ocasião do nascimento, mas que gradualmente se dissipa, com o desenvolvimento dos órgãos.

    Read more...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato