HomeInformativoBiografiasBiografia de Edgard Armond
Segunda, 14 Dezembro 2015 15:26

Biografia de Edgard Armond

Um Comandante Determinado.

No dia 14 de junho de 1894 nasce em Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, Estado de São Paulo, Edgar Pereira Armond. De família Humilde, Armond, aos 21 anos, ingressa na Força Pública de São Paulo, onde inicia a carreira que lhe daria o um título, pelo qual é conhecido até hoje: "Comandante".

Em 1919 casa-se com Nanci de Menezes, filha do Marechal do Exército Manuel Feliz de Menezes.

Participa de vários movimentos militares, atuando nas revoluções de 1922 e 1924 onde fez parte das tropas de ocupação nas nossas fronteiras com o Paraguai e Argentina.
Em 1923 matricula-se na Escola de Farmácia e Odontologia do Estado, diplomando-se em 1926.

Com uma vida profissional plena de atividades, trabalha na construção de uma estrada de rodagem unindo as cidades de Paraibuna e São Sebastião. Mesmo enfrentando muitas dificuldades financeiras, toma a direção pessoal do empreendimento e esta atitude antecipa o progresso desta região em 40 anos, beneficiando muitas cidades.


Paralelamente começa a estudar e trabalhar no Espiritismo, chegando a atuar ao lado do famoso médium Dr. Luiz Parigot de Souza, do Paraná. Participa também de um grupo de estudos e práticas espíritas a convite de Canuto de Abreu, visitando vários Centros Espíritas particulares que se dedicavam exclusivamente à prática de trabalhos de efeitos físicos, isto nos arredores da capital.

Em 1938, o Comandante sofre um acidente de automóvel, no Parque Dom Pedro, em São Paulo, no qual quebra os dois joelhos, além de sofrer outros ferimentos, sendo inclusive hospitalizado. Após várias cirurgias e muitos tratamentos, fica quase sem poder andar durante seis meses, usando assim as muletas.

Em 1939 é convidado a ocupar o cargo de secretário-geral da Federação Espírita do Estado de São Paulo.

Em 1940 Armond é considerado inválido para o serviço militar, passando então a se dedicar por completo ao Espiritismo.

Dotado de um caráter reto e firme, de moral elevada, detestava a maledicência, e fugia das conversas fúteis e de perguntas vulgares, como expositor, tinha um discurso persuasivo, acompanhado de uma linguagem fácil, clara e objetiva, não deixando pairar dúvidas sobre o tema tratado.

Como escritor era um profundo estudioso dos fenômenos psíquicos e conhecedor de largos recursos sobre o tema Mediunidade. Escreveu uma série de 21 livros didáticos sendo que a maior parte destinada ao uso nas Escolas que criara e os outros para a Fraternidade dos Discípulos de Jesus.

Para suprir a carência de médiuns de confiança e bens preparados que encontrou na FEESP, criou-se o Grupo Razin, composto por sete membros que passaram a atuar dentro da Federação. Melhorando assim o intercâmbio com o mundo espiritual, durante uma das reuniões deste grupo, manifestou-se pela primeira vez a entidade feminina designada pelo nome de "Castelã", que dispensou ao grupo valiosíssima cooperação e depois de algum tempo através de Divaldo Pereira Franco, identificou-se como protetora pessoal do Comandante.

Aconteceram também nas reuniões do Grupo Razin, as primeiras manifestações de Ismael, o preposto de Jesus para a condução do Espiritual do Brasil, apresentaram-se também valorosos espíritos componentes da Fraternidade do Santo Sepulcro e da Fraternidade dos Cruzados, em seguida apresentou-se ao Comandante o Venerável Razin, com a finalidade de auxiliá-lo na criação da Escola de Aprendizes do Evangelho, para que pudessem ser preparados através do estudo, do trabalho e da disciplina, os novos "Discípulos de Jesus".

Consciente da tarefa que lhe cabia, o Comandante começa heroicamente uma batalha que dura 10 anos, tempo que permanece à frente da Federação, para implantar os Cursos de Espiritismo citados por Allan Kardec no livro "Obras Póstumas".

Em 1944, funda o Jornal "O Semeador", e também o Programa de Rádio "Hora Espírita", que passa a ser veiculado na Rádio Tupi.

Em 1947, Edgar Armond funda a USE - União Social Espírita.

Em 1950, dando cumprimento ao programa estabelecido com o plano espiritual, o Comandante cria a Escola de Aprendizes do Evangelho, para que através de estudos orientados as criaturas possam aprender o Evangelho e não apenas decorá-lo. Edgar cria também o Curso de Médiuns, visando à melhoria do intercâmbio com o mundo espiritual e a Fraternidade dos Discípulos de Jesus que deve funcionar como órgão de agrupamento dos trabalhadores do campo religioso.

Em 1967, por motivo de doença, o Comandante pede o seu afastamento da Federação, mas continua a colaborar à distância no setor da publicidade, da organização de centros e organizações espíritas, inclusive em países estrangeiros.

Em 1973, funda a Aliança Espírita Evangélica, a partir de 1980 assessora a fundação do Setor III da Fraternidade dos Discípulos de Jesus, continuando a Expansão do Espiritismo Religioso.

Em 29 de novembro de 1982, às 04h30min, o Comandante Edgar Armond desencarna no Hospital Osvaldo Cruz, na cidade de São Paulo, com oitenta e oito anos de uma ativa vida em prol da Doutrina Consoladora dos Espíritos. Seu jeito dinâmico de ser e seu ideal nobre nos dão a certeza de que o Comandante permanece em plena atividade no Trabalho Redentor.


Luiz Sergio Gomes Vasconcellos

FONTE: http://www.cairbar.com.br/grupo/pagina-15-earmond.htm

Last modified on Segunda, 14 Dezembro 2015 15:28

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Entrevista com Rita Ramos Cordeiro

     


    FONTE: ESPIRITUALMENTE

    Nascida em Presidente Prudente/SP e residindo atualmente em Itu/SP, é escritora, articulista, redatora, diretora de divulgação e marketing do Instituto Chico Xavier de Itu e da ASDBNotícias. Também é coordenadora do Clube do Livro Emmanuel, que agrega associados de todo o Brasil.

    Casada e mãe de 01 filho, Rita faz parte do Centro Espírita de Itu e já publicou 03 livros:

    Leia mais ...
  • A naturalidade da morte trágica



    Por: Maria Thereza dos Santos Pereira - FONTE: Letra Espírita

    Quando conversamos com alguém que recentemente perdeu uma pessoa próxima, não raro dizem não esperar pelo falecimento dela, ainda que estivesse doente ou com idade avançada.

    Situações em que acontece a morte trágica, por motivo grave e repentino, principalmente quando o desencarnado possui tenra idade, a surpresa demonstrada pelos entes encarnados é ainda maior, pois manifestam além de tristeza, inconformismo e revolta de maneira muito acentuada.

    Leia mais ...
  • Desdobramento


    Por: Fernanda Oliveira - FONTE: Letra Espírita

    “Embora, durante a vida, o Espírito seja fixado ao corpo pelo perispírito, não é tão escravo, que não possa alongar sua corrente e se transportar ao longe, seja sobre a terra, seja sobre qualquer outro ponto do espaço.” (Allan Kardec, A Gênese, Cap. XIV)

    Leia mais ...
  • Os benefícios da água


    Por: Ricardo de Bernardi - FONTE: A CASA DO ESPIRITISMO

    A água é uma substância orgânica ou possui uma espécie de energia vital?

    A água não é uma substância orgânica, pois não possui a estrutura típica daquelas, também não possui o ciclo vital, - nascer, crescer, reproduzir, morrer. No entanto, é a substância mineral mais fantástica do Planeta, sem a qual não seria possível a vida em nosso orbe, daí dizer-se que a água é um "líquido vital". Dois terços da superfície da Terra são constituídos de água, bem como 70% de nosso corpo. Pelo seu peso molecular, deveria ser gasosa, mas, como cada molécula de água acha-se aderida a outras, por atração eletromagnética, aumenta sua densidade permitindo-se existir na forma líquida em estado natural. Um capricho inteligente da Lei Maior do Universo.

    Leia mais ...
  • Os primeiros sete anos da reencarnação do espírito




    FONTE: LIÇÕES DO ESPÍRITO 

    O período inicial da reencarnação do Espírito é decisivo na formação do seu caráter e da sua personalidade porque, nesse período da primeira infância, o Espírito “é mais acessível às impressões que recebe e que podem auxiliar o seu adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados de educá-lo.”[1]. Os Espíritos Superiores ainda esclarecem, em "O Livro dos Espíritos", à questão 380, que a fase de perturbação que acompanha a encarnação do Espírito não cessa de súbito por ocasião do nascimento, mas que gradualmente se dissipa, com o desenvolvimento dos órgãos.

    Leia mais ...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato