fbpx
HomeInformativoAtualidadesA mulher e o zika vírus
Sábado, 16 Abril 2016 17:14

A mulher e o zika vírus

 


Novamente comemoramos o dia internacional da mulher, 8 de março, e nada é mais nobre e sublime do que a mulher.

A mulher mãe, a mulher irmã, a mulher namorada, a mulher esposa, a mulher filha, que bênçãos em nossas vidas!

Quando eu me casei com Maria Izabel, o nosso sonho era ter seis filhos. E o primeiro foi uma grande expectativa, e sempre aquela ansiedade para ver se estava tudo bem e quando seria o nascimento. Como ele demorasse um pouco, o médico o trouxe para fora: “Vem conosco, Matheus!”.


Para a maioria das mulheres (digo assim porque algumas não esperam e acontece a chamada “gravidez indesejada”, principalmente entre jovens adolescentes), a gravidez é sempre um momento encantador, um momento muito raro na vida das famílias.

Esse instante da curtição da gravidez é um tempo dos mais venturosos, com projeções sobre o futuro da criança, o arranjo de suas vestes, seu quarto... que coisa linda!
Mas não tem sido assim para centenas de mães, pois vemos as condições que estão enfrentando as mulheres grávidas, especialmente do Nordeste do nosso Brasil, com o zika vírus.

Com a constatação da doença, já nos primeiros exames de imagens é diagnosticada a má-formação cerebral, conhecida como microcefalia. E isso pode comprometer gravemente o desenvolvimento da criança. Para a família cujo filho é diagnosticado com essa condição, nada mais será como antes, se ela não tiver uma forte formação espiritual e muito amor no coração.

O mosquito Aedes aegypti, que infesta o Brasil, atinge também outros países da América Latina. Em nosso país são mais de quatorze Estados atingidos, seguindo em franca expansão pelo nosso território.

Então se levanta a questão: engravidar pode se tornar uma escolha arriscada? As mulheres devem pensar muito antes de ter um filho? E aquelas que já estão próximas da idade limite?
A mulher tem escolha a fazer, sim.
Mas a pergunta que fica para muitos é: por que surgiu isso agora? Onde Deus está que permite se criar tal enfermidade? Ou, então, por que criou Ele tal enfermidade para as pessoas, sendo o Pai todo bondade e compaixão?

Ele, o Criador do Universo e de todos nós, Seus filhos, está no leme das nossas vidas e estabeleceu leis que regulam a vida e o destino das criaturas.
Estabeleceu que vivendo na Terra passaremos por provas e expiações, mas o determinismo é pela nossa perfeição, conforme estabeleceu Jesus no sermão do monte, as bem- aventuranças. Seremos felizes desde agora, desde que aceitemos nosso fardo e carreguemos nossa cruz.

A mulher tem o livre-arbítrio sobre sua vida. Pode e deve fazer suas escolhas, porém não tem o direito de decidir sobre a vida do feto gerado em seu ventre. Em toda circunstância, mesmo que seja aprovado, não se deve praticar o aborto, o qual começa a ser discutido em função do aumento da microcefalia pelo surto de zika vírus.

É necessário que o sistema de saúde ofereça apoio psicológico e material às famílias que porventura venham a ter uma criança com dificuldade. Porém, jamais pensar em aborto provocado, pois é uma atitude traumática para a mulher e o marido, que repercute na vida física e mental, com consequências genésicas futuras.

O feto é uma alma que retorna para nova experiência no corpo e, sendo frágil, precisa de proteção; inseguro, precisa de segurança; inocente, precisa de carinho e amor. É uma nova vida que se descortina e não sabemos qual anjo que a mulher pode estar hospedando.   Arnaldo Divo Rodrigues de Camargo é diretor da Editora EME e corresponsável pela Nova Consciência, clínica de tratamento para alcoolismo e outras dependências, em Capivari, SP.

ARNALDO DIVO RODRIGUES DE CAMARGO
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Capivari, SP (Brasil)


FONTE: http://www.oconsolador.com.br/ano10/460/ca3.html    

Last modified on Quinta, 21 Abril 2016 12:15

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Atividade Noturna do Espírito (Desdobramento)


    Imagem Divulgação/Pixabay
    Por: Aluney Elferr Albuquerque Silva
    FONTE: PORTAL DO ESPÍRITO

    Durante o sono o Espírito desprende-se do corpo; devido aos laços fluídicos estarem mais tênues. A noite é um longo período em que está livre para agir noutro plano de existência. Porém, variam os graus de desprendimento e lucidez. Nem todos se afastam do seu corpo, mas permanecem no ambiente doméstico; temem fazê-lo, sentir-se-iam constrangidos num meio estranho (aparentemente).

    Leia mais...
  • Paz de consciência - O caminho com Jesus




    Imagem Divulgação/Pixabay 
    Por: Rita Ramos Cordeiro
    FONTE: Rita Ramos Cordeiro 

    Muitas vezes passamos por situações que nos exigem tomadas de decisões que nos tiram o sono e a tranquilidade.

    As dúvidas e incertezas tomam conta do coração sem saber qual rumo tomar.

    A insegurança retarda a caminhada não permitindo que sigamos em frente.

    Leia mais...
  • Vida Espírita

     




    FONTE: LIVRO DOS ESPÍRITOS

    VIII – Lembranças da Existência Corpórea
    304. O Espírito se lembra da sua existência corpórea?

    — Sim, tendo vivido muitas vezes como homem, recorda-se do que foi. E te asseguro que, por vezes, ri-se de piedade de si mesmo.

    Comentário de Kardec: Como o homem que, atingindo a idade da razão, ri das suas loucuras da juventude ou das puerilidades da sua infância.

    Leia mais...
  • Tolerância e respeito

     



    Por: Warwick Mota 

    FONTE: GRUPO CHICO XAVIER

    A diversidade religiosa é uma das marcantes características culturais que assinala a humanidade. São milhares de denominações que definem religiões e seitas, reunindo, em todos os pontos da Terra, seguidores de todos os credos.

    Essa pluralidade de crenças, em conjunto com a diversidade étnica, torna as relações entre os povos ainda mais complexas, sendo responsável por inenarráveis conflitos que envolvem o homem desde os primórdios.

    Leia mais...
  • Intolerância religiosa



    Imagem Divulgação/ Pixabay

    FONTE: MOMENTO ESPÍRITA 

    A liberdade de expressão é conquista recente na história da Humanidade.

    Não vão longe os tempos onde expressar o pensamento podia ter como consequência a condenação à morte.

    Déspotas, tiranos, assim como religiões, doutrinas, oprimiram e cercearam a livre expressão do pensamento.

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato