HomeInformativoAtualidadesO Suicídio de Magnólia e o Espiritismo
Sexta, 14 Abril 2017 13:37

O Suicídio de Magnólia e o Espiritismo

 

(Por Jorge Elarrat)

Esta semana, no último capítulo da novela “A Lei do Amor”, a vilã da trama, Magnólia, após tantos crimes e maldades, cometeu suicídio para não se entregar à polícia, para não encontrar as consequências de seus atos, na crença de que a morte fosse o fim de tudo.

Muitos pensam assim... Muitos pensam que a vida é apenas o que experimentamos fisicamente e que a alma não existe. Por este raciocínio, falências, desenganos, fracassos, abandonos e doenças justificariam tal atitude.

O Espiritismo, porém, doutrina espiritualista, por natureza, nos afirma que outras opções devem ser buscadas para a solução de nossos dramas, mesmo nos casos mais graves.

 

Diz o Espiritismo que, além do corpo físico, há o Espírito, que sobrevive à morte, encontrando as consequências de nossas condutas, as quais produzem sofrimento, quando distantes do Bem, e a reencarnação seria a forma de corrigir os erros passados, aliviando as culpas e dores.

Assim, a existência humana seria a grande oportunidade para o crescimento do Espírito porque lhe oportuniza vencer suas imperfeições, quando age acertadamente ao reviver os mesmos dramas já passados. Mas alguns de nós, quando nos reencontramos com as situações que precisamos para crescer, acabamos por não saber superá-las e o pânico, tomando conta de nós, nos oferece uma opção infeliz, chamada suicídio que, ao invés de resolver os nossos problemas, finda por aprofundá-los.

Pressionado, em si mesmo, por não ter solucionado seus dramas e agravado por ter fugido da grande oportunidade, o Espírito finda por se impor a uma situação ainda pior, porque a morte, de fato, não existe, então, a culpa se faz ainda mais forte.

Seja a doença incurável, o amor que nos traiu, a falência que bate à porta, a vergonha que nos destruiu, a dor da inaceitação ou o desencanto com a vida, nada justifica o suicídio. É preciso descobrir a beleza de existir, muitas vezes exigindo que se desate os nós com que nós mesmos nos prendemos e, assim, inaugurarmos uma vida nova.

Nos casos graves de depressão, a atenção dos familiares, amigos e cuidadores deve ser redobrada, porque esta grave doença, ao nos levar a alegria de viver, pode nos roubar também o sentido da vida.

Magnólia, na novela, pode ter escapado das grades da cadeia física, mas jamais escapará da prisão íntima, imposta pela consciência, que lhe apontará um longo caminho, até a libertação.

O mais belo de tudo é que, apesar de todos esses dramas, Deus, soberano, pairando acima de todas as coisas, concederá o tempo que for preciso para que cada um aprenda o caminho para a verdadeira felicidade, porque muito maior do que todas as faltas que possamos cometer é o Amor de Deus.

FONTE:https://www.facebook.com/ferobr/photos/a.293648177342015.71459.265882906785209/1631429673563852/?type=3&theater

Last modified on Sexta, 14 Abril 2017 19:34

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Entrevista com Rita Ramos Cordeiro

     


    FONTE: ESPIRITUALMENTE

    Nascida em Presidente Prudente/SP e residindo atualmente em Itu/SP, é escritora, articulista, redatora, diretora de divulgação e marketing do Instituto Chico Xavier de Itu e da ASDBNotícias. Também é coordenadora do Clube do Livro Emmanuel, que agrega associados de todo o Brasil.

    Casada e mãe de 01 filho, Rita faz parte do Centro Espírita de Itu e já publicou 03 livros:

    Leia mais ...
  • A naturalidade da morte trágica



    Por: Maria Thereza dos Santos Pereira - FONTE: Letra Espírita

    Quando conversamos com alguém que recentemente perdeu uma pessoa próxima, não raro dizem não esperar pelo falecimento dela, ainda que estivesse doente ou com idade avançada.

    Situações em que acontece a morte trágica, por motivo grave e repentino, principalmente quando o desencarnado possui tenra idade, a surpresa demonstrada pelos entes encarnados é ainda maior, pois manifestam além de tristeza, inconformismo e revolta de maneira muito acentuada.

    Leia mais ...
  • Desdobramento


    Por: Fernanda Oliveira - FONTE: Letra Espírita

    “Embora, durante a vida, o Espírito seja fixado ao corpo pelo perispírito, não é tão escravo, que não possa alongar sua corrente e se transportar ao longe, seja sobre a terra, seja sobre qualquer outro ponto do espaço.” (Allan Kardec, A Gênese, Cap. XIV)

    Leia mais ...
  • Os benefícios da água


    Por: Ricardo de Bernardi - FONTE: A CASA DO ESPIRITISMO

    A água é uma substância orgânica ou possui uma espécie de energia vital?

    A água não é uma substância orgânica, pois não possui a estrutura típica daquelas, também não possui o ciclo vital, - nascer, crescer, reproduzir, morrer. No entanto, é a substância mineral mais fantástica do Planeta, sem a qual não seria possível a vida em nosso orbe, daí dizer-se que a água é um "líquido vital". Dois terços da superfície da Terra são constituídos de água, bem como 70% de nosso corpo. Pelo seu peso molecular, deveria ser gasosa, mas, como cada molécula de água acha-se aderida a outras, por atração eletromagnética, aumenta sua densidade permitindo-se existir na forma líquida em estado natural. Um capricho inteligente da Lei Maior do Universo.

    Leia mais ...
  • Os primeiros sete anos da reencarnação do espírito




    FONTE: LIÇÕES DO ESPÍRITO 

    O período inicial da reencarnação do Espírito é decisivo na formação do seu caráter e da sua personalidade porque, nesse período da primeira infância, o Espírito “é mais acessível às impressões que recebe e que podem auxiliar o seu adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados de educá-lo.”[1]. Os Espíritos Superiores ainda esclarecem, em "O Livro dos Espíritos", à questão 380, que a fase de perturbação que acompanha a encarnação do Espírito não cessa de súbito por ocasião do nascimento, mas que gradualmente se dissipa, com o desenvolvimento dos órgãos.

    Leia mais ...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato