HomeInformativoArtigosO poder das palavras: você já pensou a respeito?
Domingo, 17 Setembro 2017 17:11

O poder das palavras: você já pensou a respeito?



Por Sandra Carneiro

Deus está em toda a parte, sabemos disso, mas esquecemos. Quando nos deparamos com sua presença ostensiva, tomamos até um choque de realidade.

Certa vez, visitando Fernando de Noronha, essa ilha de beleza estonteante localizada próxima a costa brasileira, conheci cantos e recantos belíssimos. Mas ao chegar à Bahia dos Golfinhos, no alto da colina, vendo ao longe os golfinhos pulando, o céu de um azul intenso, o verde ao redor, a beleza era tamanha, de uma energia tão intensa, que senti vontade de me ajoelhar e reverenciar aquele lugar. Certamente Deus estava ali, se fazendo presente em cada detalhe. Que perfeição!



Estudando o Espiritismo, compreendemos que tudo o que há no universo, foi criado pela mente de Deus, que transborda amor, luz e bondade. E uma de suas maravilhosas criações foi a nossa mente.

O poder da mente humana ultrapassa nossas acanhadas concepções terrenas. Nela está o germe de criações indescritíveis e o princípio de belezas imortais porque, por seu intermédio flui o poder fantástico de Deus. A mente humana é a mente do Criador em sua mais baixa vibração cósmica. Podemos assim compreender o poder criador de nossa mente.

Nossos pensamentos emitem energia capaz de interferir no mundo material, como se fosse um milagre, criando o que existe em nossas vidas. Mas não se trata de milagres. Sabemos através das descobertas da física quântica, que os pensamentos interferem na realidade assim como o poder das palavras.

Os pensamentos se manifestam através das palavras que dizemos.  As palavras são carregadas de energia, das vibrações das emoções e pensamentos que as originam. Por isso a espiritualidade nos ensina que devemos cuidar bem do que falamos.  Os pensamentos criam os campos de força, energias invisíveis ao nosso redor, e as palavras são a materialização desses pensamentos, como se fossem sementes carregadas de poder, a se lançarem de nossas bocas.

É com as palavras, com nossas declarações repetidas, que vamos criando os valores e crenças de nossas crianças, por exemplo. É pela palavra, falada e escrita, que a sociedade vai perpetuando a sua realidade. O pensamento cria, a palavra potencializa. E a materialização começa a acontecer.

Assim, se o poder das palavras for utilizado para pessimismo, dúvida, críticas e julgamentos, as palavras atrairão por sintonia energias semelhantes de enfermidades, sombras e desafetos, que terminarão por nos tornar infelizes, angustiados e uma porção de doenças espirituais vão se concretizando em nosso corpo físico.


Toda conversação prepara acontecimentos de conformidade com a sua natureza. Dentro das leis vibratórias que nos circundam por todos os lados, é uma força indireta de estranho e vigoroso poder, induzindo sempre aos objetivos da intenção de quem fala.

Uma palavra muda tudo

“A palavra é um fio de sons carregados por nossos sentimentos; Quando falamos, cada qual de nós apresenta o próprio retrato espiritual passado a limpo.”

André Luiz, no livro Respostas da vida.

As palavras tem esse poder criador, que em suma, é o poder da intenção. Com uma palavra bem colocada, com o objetivo de auxiliar, de construir, podemos elevar o sentimento e o pensamento daqueles ao nosso redor e assim usar o poder das palavras para o bem.

Do mesmo modo, com palavras sarcásticas, cruéis, maldosas, ditas dissimulada ou diretamente, com a intenção de provocar ou machucar, podemos causar dor e sofrimento em nossos semelhantes; podemos gerar maledicência, e criar, como micróbios em redor de carne putrefata, germes espirituais de corrosão, destruição.

Com uma palavra podemos influenciar para o bem ou para o mal. Podemos criar um paraíso ao nosso redor, ou o inferno. Sendo que o que quer que emanemos para os outros, criaremos em primeiro lugar para nós mesmos.

Reclamando, falando mal da vida, falando mal dos outros, de nós mesmos, das coisas, estamos usando o poder das palavras para criar mais do mesmo, ou seja, mais daquilo que está nos fazendo sofrer. Ao compreendermos isso, começamos a usar as palavras com a intenção correta, ou seja, com um objetivo claro e firme de criar a realidade que desejamos e não aquilo que não queremos.

Com a consciência desse poder, exercitando o nosso livre-arbítrio, podemos escolher nossos pensamentos e nossas palavras, para que nos tragam vida, alegria e crescimento pessoal.

Caso você queira conhecer mais sobre esse assunto, vale conferir:

-  Livro Obreiros da Vida Eterna, Capítulo 2, de Chico Xavier, pelo espírito André Luiz
-  Livro Horizontes da Mente , de João Nunes Maia, pelo espírito Miramez
-  Livro Horizontes da Fala, de João Nunes Maia, pelo espírito Miramez

Estejamos acordados. A espiritualidade nos ensina que devemos cuidar mais do que falamos, bem como do que lemos e escutamos. Sempre que pudermos escolher, vamos optar por palavras que nos edifiquem, que nos ajudem a elevar nossos pensamentos e sentimentos. Daí a importância tão grande com a escolha que fazemos dos livros que lemos, dos filmes que assistimos, das músicas que escutamos. Palavras e mais palavras, construindo ou destruindo o nosso universo interior e, consequentemente, exterior.

Você está consciente do poder criador que têm os pensamentos e palavras em sua vida?

FONTE: VIVALUZ

Last modified on Domingo, 17 Setembro 2017 17:12

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Entrevista com Rita Ramos Cordeiro

     


    FONTE: ESPIRITUALMENTE

    Nascida em Presidente Prudente/SP e residindo atualmente em Itu/SP, é escritora, articulista, redatora, diretora de divulgação e marketing do Instituto Chico Xavier de Itu e da ASDBNotícias. Também é coordenadora do Clube do Livro Emmanuel, que agrega associados de todo o Brasil.

    Casada e mãe de 01 filho, Rita faz parte do Centro Espírita de Itu e já publicou 03 livros:

    Read more...
  • A naturalidade da morte trágica



    Por: Maria Thereza dos Santos Pereira - FONTE: Letra Espírita

    Quando conversamos com alguém que recentemente perdeu uma pessoa próxima, não raro dizem não esperar pelo falecimento dela, ainda que estivesse doente ou com idade avançada.

    Situações em que acontece a morte trágica, por motivo grave e repentino, principalmente quando o desencarnado possui tenra idade, a surpresa demonstrada pelos entes encarnados é ainda maior, pois manifestam além de tristeza, inconformismo e revolta de maneira muito acentuada.

    Read more...
  • Desdobramento


    Por: Fernanda Oliveira - FONTE: Letra Espírita

    “Embora, durante a vida, o Espírito seja fixado ao corpo pelo perispírito, não é tão escravo, que não possa alongar sua corrente e se transportar ao longe, seja sobre a terra, seja sobre qualquer outro ponto do espaço.” (Allan Kardec, A Gênese, Cap. XIV)

    Read more...
  • Os benefícios da água


    Por: Ricardo de Bernardi - FONTE: A CASA DO ESPIRITISMO

    A água é uma substância orgânica ou possui uma espécie de energia vital?

    A água não é uma substância orgânica, pois não possui a estrutura típica daquelas, também não possui o ciclo vital, - nascer, crescer, reproduzir, morrer. No entanto, é a substância mineral mais fantástica do Planeta, sem a qual não seria possível a vida em nosso orbe, daí dizer-se que a água é um "líquido vital". Dois terços da superfície da Terra são constituídos de água, bem como 70% de nosso corpo. Pelo seu peso molecular, deveria ser gasosa, mas, como cada molécula de água acha-se aderida a outras, por atração eletromagnética, aumenta sua densidade permitindo-se existir na forma líquida em estado natural. Um capricho inteligente da Lei Maior do Universo.

    Read more...
  • Os primeiros sete anos da reencarnação do espírito




    FONTE: LIÇÕES DO ESPÍRITO 

    O período inicial da reencarnação do Espírito é decisivo na formação do seu caráter e da sua personalidade porque, nesse período da primeira infância, o Espírito “é mais acessível às impressões que recebe e que podem auxiliar o seu adiantamento, para o qual devem contribuir os que estão encarregados de educá-lo.”[1]. Os Espíritos Superiores ainda esclarecem, em "O Livro dos Espíritos", à questão 380, que a fase de perturbação que acompanha a encarnação do Espírito não cessa de súbito por ocasião do nascimento, mas que gradualmente se dissipa, com o desenvolvimento dos órgãos.

    Read more...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato