fbpx
Sábado, 07 Outubro 2017 23:51

Suicídio

 



Por: Divaldo Franco

Com caráter epidêmico, o suicídio alcança índices surpreendentes na estatística dos óbitos terrestres, havendo ultrapassado o número daqueles que desencarnam vitimados pela AIDS.

A ciência, aliada à tecnologia, tem facultado incontáveis benefícios à criatura humana, mas não conseguiu dar-lhe segurança emocional.

Em alguns casos, a comunicação virtual tem estimulado pessoas portadoras de problemas psicológicos e psiquiátricos a fugirem pela porta abissal do autocídio, como se isso solucionasse a dificuldade momentânea que as aturde.

 

Por outro lado, sites danosos estimulam o terrível comportamento, especialmente entre os jovens ainda imaturos, que não tiveram oportunidade de experienciar a existência. De um lado, as promessas de felicidade, confundidas com os gozos sensoriais, dão à vida um colorido que não existe e propõem usufruir-se do prazer até a exaustão, como se a Terra fosse uma ilha de fantasia. Embalados pelos muito bem feitos estimulantes de fuga da realidade, quando as pessoas dão-se conta da realidade, frustam-se e amarguram-se, permitindo-se a instalação da revolta ou da depressão, tombando no trágico desar.

Recentemente a Mídia apresentou uma nova técnica de autodestruição, no denominado clube da baleia azul, no qual os candidatos devem expor a vida em esportes radicais ou situações perigosíssimas, a fim de demonstrarem força e valor, culminando no suicídio. Se, por acaso, na experiência tormentosa há um momento de lucidez e o indivíduo resolve parar é ameaçado pela quadrilha de ter a vida exterminada ou algum membro da sua família pagará pela sua desistência.

O uso exagerado de drogas alucinógenas, a liberdade sexual exaustiva e as desarrazoadas buscas do poder transitório conduzem à contínua insatisfação e angústia, sendo fator preponderantes para a covarde conduta.

O suicídio é um filho espúrio do materialismo, por demonstrar que o sentido da vida é o gozo e que, após, tudo retorna ao caos do princípio.

É muito lamentável esse trágico fenômeno humano, tendo-se em vista a grandeza da vida em si mesma, as oportunidades excelentes de desenvolvimento do amor e da criação de um mundo cada vez melhor.

Ao observar-se, porém, a indiferença de muitos pais em relação à prole, a ausência de educação condigna e os exemplos de edificação humana, defronta-se, inevitavelmente, a deplorável situação em que estertora a sociedade.

Todo exemplo deve ser feito para a preservação do significado existencial, trabalhando-se contra a ilusão que domina a sociedade e trabalhando-se pelo fortalecimento dos laços de família, pela solidariedade e pela vivência do amor, que são antídotos eficazes ao cruel inimigo da vida – o suicídio!

Artigo publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, em 20-04-2017.

Last modified on Sábado, 07 Outubro 2017 23:57

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Psicoses: Esquizofrenia e Reencarnação




    Fonte:
    Letra Espírita - Por: Rafaela Paes

    As psicoses, de um modo geral, são conceituadas como um estado mental em que o paciente acaba perdendo seu contato com a realidade, passando a apresentar comportamentos antissociais (REDAÇÃO, 201?, on-line).

    Leia mais...
  • A maior caridade que se faz ao Espiritismo é a mudança no comportamento.

     




    Por:
    Wellington Balbo - Imagem: Pixabay

    Um amigo me contou a história de dona Margarida, que por conta de uma razão qualquer um dia chegou à casa espírita.

    Encantou-se. Meteu a cara nos livros e arregaçou as mangas do coração.

    Leia mais...
  • Obsessores: Como perceber sua presença




    Fonte:
    Letra Espírita - Por: Silvio Cardoso

    A Doutrina Espírita, se apresenta de forma diferente de muitas manifestações científicas, filosóficas ou religiosas pelo fato de ter na sua origem, estudos de fenômenos que não são propriamente o principal objetivo deste movimento centrado na moral cristã, mas que tem seu papel fundamental por meio de estudo, trazer esclarecimento e através do avanço intelectual alavancar o avanço da moralidade dos seres habitantes do nosso planeta. Dentre estes fenômenos ditos espirituais, vale destacar o processo de obsessão, conhecido por causar influência comportamental perceptível ou não ao obsidiado dependendo do grau em que aconteça.

    Leia mais...
  • Modernas Formas de Violência




    Por: Rafael Siqueira

    Já passou o tempo em que a violência era representada pela agressão física. Hoje contabilizam-se formas modernas, sutis e igualmente graves de violência, como aquela que resulta de postagens e compartilhamento de postagens falsas nas redes sociais.

    Leia mais...
  • Deus usa o tempo...




    Por: Vania Mugnato de Vasconcelos

    Temos pressa. Pressa de viver, de ser felizes, de ficar bem de vida. Desejamos que o final de semana chegue veloz, assim como as próximas férias e com elas todas as promessas de descanso e alegria. E sentimos pressa de receber promoção, aumento de salário, reconhecimento. Vivemos certa agonia quando o tempo rasteja aos nossos olhos, demorando a nos servir naquilo que necessitamos, que desejamos.

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.


Clube do livro




Todo mês um livro novo em sua casa.
Clique aqui e cadastre-se.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato