fbpx
HomeInformativoPais e filhosA importância da Mocidade Espírita.
Domingo, 17 Junho 2018 00:53

A importância da Mocidade Espírita.

 



FONTE: JUVENTUDE ESPÍRITA - Autora: Ana Maria

Sabemos que em qualquer caminhada cumpre observar as necessidades que surgem nos momentos não esperados. Qualquer estratégia deve contar com as necessidades históricas, com os imprevistos, para que a mesma obtenha sucesso. Com o Espiritismo não é diferente. Chegamos numa nova fase, com uma nova necessidade e precisamos estar preparados para esse novo contexto.

A fase em que vivemos nos faz refletir sobre um questionamento importante: Assistencialismo ou Educação: qual atende melhor à proposta do Espiritismo? A resposta parece óbvia, mas a ação nem sempre o é.

Na mocidade, por exemplo, podemos enumerar diversas atividades realizadas: estudos semanais, encontros confraternativos, festas em conjunto com a Casa Espírita, Semanas dos Jovens, seminários, estudo de filmes, etc…etc… Mas será que estamos atingindo o principal objetivo de transformação moral dos jovens? Por muitas vezes, se fizermos uma análise bem crítica da atuação das Mocidades Espíritas, podemos perceber muito mais assistencialismo do que educação.

Se todos nós somos responsáveis pela educação da humanidade, principalmente por aqueles que mais necessitam, uma vez que a má educação falseia o critério das pessoas em lugar de modificar as más tendências, temos que concordar que a possibilidade de atuar nesse sentido na mocidade espírita é enorme, uma vez que nós temos todas as ferramentas pra isso: temos espaço físico, temos a doutrina, temos boa vontade de trabalhadores e temos os jovens que as procuram, mas quase sempre, por desatenção, não percebemos a diferença entre Escola de Espiritismo e Escola do Espírito.

Ensinar a Doutrina Espírita é necessário, seus conceitos, seus ensinamentos básicos, mas feito isso é essencial que trabalhemos como Escola do Espírito, para que o gérmen divino, inato em cada ser, floresça, cresça e se faça visível através do processo educativo.

Necessário se faz a formação de serviços que libertem o raciocínio para vôos mais altos e não os que prendam as pessoas a nós, através de uma dependência nada sadia e caridosa entre as pessoas. Costumamos dizer que ‘Reconhece-se o cristão pelas suas obras’. Se não proporcionarmos a oportunidade de outros fazerem a sua própria obra, como serão recompensados por isso? Auxiliemos a todos para que se beneficiem e se elevem, tanto quanto nós desejamos melhoria e prosperidade para nós mesmos e para que isso seja viável deve-se conhecer o interior do ser humano.
A grande pergunta é: de que mais necessitado está aquele que participa de uma Mocidade Espírita?

Estamos atentando para as reais necessidades das pessoas que procuram-na? Estamos pensando em suas dúvidas internas, nas inquietações do seu espírito, nos conflitos que elas vivem em suas casas, nos questionamentos em relação à sua vida social, nas inclinações nem sempre sadias de cada um?

A Reforma Íntima não é anulação de sentimento ou negação de impulsos. Qualquer tipo de repressão gera culpa e, nas palavras de Ermance Dufaux “a culpa não renova, limita. Não educa, contém”.

Falamos sobre vaidade, orgulho, egoísmo e muitas outras coisas em nossos estudos, mas sempre como ‘coisas’ que não se pode ter, que não se pode sentir, assim os jovens se sentem envergonhados de sentirem e se reprimem, se mascaram e não trabalham com isso, não evoluem, caracterizando um erro porque todo mundo ainda tem presente esses sentimentos, cada qual com sua intensidade. A ideia é saber trabalhar com eles e não reprimi-los sem modificá-los.

A mocidade espírita, sendo parte integrante da Casa, antes de tudo deve adotar os roteiros da educação como premissa básica, para elevar todos os jovens que dela participam, podendo assim receber o que Espiritismo pode oferecer de melhor: a Reforma Íntima.

Como disse Emannuel: “Educa e transformarás a irracionalidade em inteligência, inteligência em humanidade e a humanidade em angelitude. Educa e edificarás o paraíso na Terra”.

Last modified on Domingo, 17 Junho 2018 00:55

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Atividade Noturna do Espírito (Desdobramento)


    Imagem Divulgação/Pixabay
    Por: Aluney Elferr Albuquerque Silva
    FONTE: PORTAL DO ESPÍRITO

    Durante o sono o Espírito desprende-se do corpo; devido aos laços fluídicos estarem mais tênues. A noite é um longo período em que está livre para agir noutro plano de existência. Porém, variam os graus de desprendimento e lucidez. Nem todos se afastam do seu corpo, mas permanecem no ambiente doméstico; temem fazê-lo, sentir-se-iam constrangidos num meio estranho (aparentemente).

    Leia mais...
  • Paz de consciência - O caminho com Jesus




    Imagem Divulgação/Pixabay 
    Por: Rita Ramos Cordeiro
    FONTE: Rita Ramos Cordeiro 

    Muitas vezes passamos por situações que nos exigem tomadas de decisões que nos tiram o sono e a tranquilidade.

    As dúvidas e incertezas tomam conta do coração sem saber qual rumo tomar.

    A insegurança retarda a caminhada não permitindo que sigamos em frente.

    Leia mais...
  • Vida Espírita

     




    FONTE: LIVRO DOS ESPÍRITOS

    VIII – Lembranças da Existência Corpórea
    304. O Espírito se lembra da sua existência corpórea?

    — Sim, tendo vivido muitas vezes como homem, recorda-se do que foi. E te asseguro que, por vezes, ri-se de piedade de si mesmo.

    Comentário de Kardec: Como o homem que, atingindo a idade da razão, ri das suas loucuras da juventude ou das puerilidades da sua infância.

    Leia mais...
  • Tolerância e respeito

     



    Por: Warwick Mota 

    FONTE: GRUPO CHICO XAVIER

    A diversidade religiosa é uma das marcantes características culturais que assinala a humanidade. São milhares de denominações que definem religiões e seitas, reunindo, em todos os pontos da Terra, seguidores de todos os credos.

    Essa pluralidade de crenças, em conjunto com a diversidade étnica, torna as relações entre os povos ainda mais complexas, sendo responsável por inenarráveis conflitos que envolvem o homem desde os primórdios.

    Leia mais...
  • Intolerância religiosa



    Imagem Divulgação/ Pixabay

    FONTE: MOMENTO ESPÍRITA 

    A liberdade de expressão é conquista recente na história da Humanidade.

    Não vão longe os tempos onde expressar o pensamento podia ter como consequência a condenação à morte.

    Déspotas, tiranos, assim como religiões, doutrinas, oprimiram e cercearam a livre expressão do pensamento.

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato