fbpx
Sábado, 25 Agosto 2018 19:33

O Sofrimento




Por: Joanna de Ângelis / Divaldo Pereira Franco

O homem empenha-se, afanosamente, para vencer o sofrimento, que se lhe aparenta como adversário soez.

Em todas as épocas, ele vem travando uma violenta batalha para eximir-se à dor, em contínuas tentativas infrutíferas, nas quais exaure as forças, o ânimo e o equilíbrio, tombando depois em mais graves aflições.



Passar incólume ao sofrimento é a grande meta que todos perseguem. Pelo menos, diminuir-lhe a intensidade ou acalmá-lo, de modo a poder fruir os prazeres da existência em incessantes variações.

Imediatista, interessa-lhe o hoje, sem visão do porvir.

Como efeito, o sofrimento tem sido considerado vingança ou castigo divino, portanto, credor de execração e ódio.

Nas variadas mitologias, as figuras de deuses invejosos quão despeitados, infligindo punições às criaturas e comprazendo-se ante as dores que presenciam, são a resposta ancestral para o sofrimento na Terra.

Diversas escolas filosóficas e doutrinas religiosas, de alguma forma concordes com essas absurdas conceituações, estabeleceram métodos depuradores para a libertação do sofrimento, que vão desde as mais bárbaras flagelações - silícios, holocaustos, promessas e oferendas - ao ascetismo mais exacerbado, procurando negar o mundo e odiá-lo, a fim de, com essas atitudes, acalmarem e agradarem aos deuses ou a Deus.

Paralelamente, o estoicismo, herdeiro de alguns comportamentos orientais, tentou imunizar o homem, estimulando-o a uma conduta de graves sacrifícios que, sem embargo, é desencadeadora também de sofrimento.

Para libertar-se desse adversário, a criatura impõe-se outras formas de dor, que aceita racionalmente, por livre opção, não se dando conta do equívoco em que labora.

A dor, porém, não é uma punição. Antes, revela-se um excelente mecanismo da vida a serviço da própria vida.

Last modified on Sábado, 25 Agosto 2018 19:34

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Atividade Noturna do Espírito (Desdobramento)


    Imagem Divulgação/Pixabay
    Por: Aluney Elferr Albuquerque Silva
    FONTE: PORTAL DO ESPÍRITO

    Durante o sono o Espírito desprende-se do corpo; devido aos laços fluídicos estarem mais tênues. A noite é um longo período em que está livre para agir noutro plano de existência. Porém, variam os graus de desprendimento e lucidez. Nem todos se afastam do seu corpo, mas permanecem no ambiente doméstico; temem fazê-lo, sentir-se-iam constrangidos num meio estranho (aparentemente).

    Leia mais...
  • Paz de consciência - O caminho com Jesus




    Imagem Divulgação/Pixabay 
    Por: Rita Ramos Cordeiro
    FONTE: Rita Ramos Cordeiro 

    Muitas vezes passamos por situações que nos exigem tomadas de decisões que nos tiram o sono e a tranquilidade.

    As dúvidas e incertezas tomam conta do coração sem saber qual rumo tomar.

    A insegurança retarda a caminhada não permitindo que sigamos em frente.

    Leia mais...
  • Vida Espírita

     




    FONTE: LIVRO DOS ESPÍRITOS

    VIII – Lembranças da Existência Corpórea
    304. O Espírito se lembra da sua existência corpórea?

    — Sim, tendo vivido muitas vezes como homem, recorda-se do que foi. E te asseguro que, por vezes, ri-se de piedade de si mesmo.

    Comentário de Kardec: Como o homem que, atingindo a idade da razão, ri das suas loucuras da juventude ou das puerilidades da sua infância.

    Leia mais...
  • Tolerância e respeito

     



    Por: Warwick Mota 

    FONTE: GRUPO CHICO XAVIER

    A diversidade religiosa é uma das marcantes características culturais que assinala a humanidade. São milhares de denominações que definem religiões e seitas, reunindo, em todos os pontos da Terra, seguidores de todos os credos.

    Essa pluralidade de crenças, em conjunto com a diversidade étnica, torna as relações entre os povos ainda mais complexas, sendo responsável por inenarráveis conflitos que envolvem o homem desde os primórdios.

    Leia mais...
  • Intolerância religiosa



    Imagem Divulgação/ Pixabay

    FONTE: MOMENTO ESPÍRITA 

    A liberdade de expressão é conquista recente na história da Humanidade.

    Não vão longe os tempos onde expressar o pensamento podia ter como consequência a condenação à morte.

    Déspotas, tiranos, assim como religiões, doutrinas, oprimiram e cercearam a livre expressão do pensamento.

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato