fbpx
HomeInformativoArtigosA cor dos espíritos
Terça, 26 Novembro 2019 18:30

A cor dos espíritos




Por: Vania Mugnato de Vasconcelos

Em 20 de novembro se comemora o Dia da Consciência Negra, instituído pela lei federal nº 12.519/2011 para incentivar a sociedade a continuamente avaliar as injustiças e os desequilíbrios causados pelo racismo e pelo preconceito ainda existentes no planeta, de modo a estimular a implantação definitiva do respeito e da valorização do ser humano de forma universal, sem quaisquer tipos de segregações.


Contudo, para os que pensam além das aparências da vida material, que se atentam em considerar o aspecto espiritual do ser humano, a data expande o campo das reflexões, incluindo a alma imortal no contexto. Por tal motivo é que trazemos a seguinte questão: o espírito tem cor, assim como os corpos humanos?

Em “O Livro dos Espíritos”, obra básica da doutrina espírita, codificada por Allan Kardec, há uma explicação interessante na questão 88-a, de que as almas são, figurativamente falando, como chamas ou clarões, vibrando de acordo com sua pureza espiritual.

Os espíritos se melhoram no processo de conhecimento e amadurecimento alcançado durante as experiências vividas em suas várias encarnações. Quanto mais moralizado o espírito, maior sua pureza, destarte, se o víssemos em sua essência, concluiríamos que espíritos, como chamas, vibram em cor.

Não se empolguem os preconceituosos! As chamadas raças humanas não têm cores diferentes em seus corpos por causa de seus valores morais. É tão-só efeito da genética, com direito a explicações científicas.

Se as almas emitem uma espécie de “vibração colorida” que resulta do seu desenvolvimento moral, nas “raças” branca, negra e amarela, há espíritos com todo tipo de “cor moral”, vez que em todas há bons e maus, justos e injustos, dignos e indignos.

A cor do corpo físico nada significa, espiritualmente falando. O preconceito e o racismo são injustificáveis sob todos os aspectos. Não amamos, só desperdiçamos oportunidades de construir uma humanidade solidária e fraterna, julgando o valor das pessoas por suas aparências e cores físicas, quando somente seus valores é que importam.

Até que o respeito mútuo impere e a igualdade seja reconhecida como um direito natural que não permite exclusão ou desvalorização de nenhum ser humano, será preciso conversar sobre racismo e o preconceito. Por isso aconselhamos: esqueça a cor, é preciso falar de amor.

VANIA MUGNATO DE VASCONCELOS é advogada, articulista e palestrante espírita.

 

Last modified on Terça, 26 Novembro 2019 18:33

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Atividade Noturna do Espírito (Desdobramento)


    Imagem Divulgação/Pixabay
    Por: Aluney Elferr Albuquerque Silva
    FONTE: PORTAL DO ESPÍRITO

    Durante o sono o Espírito desprende-se do corpo; devido aos laços fluídicos estarem mais tênues. A noite é um longo período em que está livre para agir noutro plano de existência. Porém, variam os graus de desprendimento e lucidez. Nem todos se afastam do seu corpo, mas permanecem no ambiente doméstico; temem fazê-lo, sentir-se-iam constrangidos num meio estranho (aparentemente).

    Leia mais...
  • Paz de consciência - O caminho com Jesus




    Imagem Divulgação/Pixabay 
    Por: Rita Ramos Cordeiro
    FONTE: Rita Ramos Cordeiro 

    Muitas vezes passamos por situações que nos exigem tomadas de decisões que nos tiram o sono e a tranquilidade.

    As dúvidas e incertezas tomam conta do coração sem saber qual rumo tomar.

    A insegurança retarda a caminhada não permitindo que sigamos em frente.

    Leia mais...
  • Vida Espírita

     




    FONTE: LIVRO DOS ESPÍRITOS

    VIII – Lembranças da Existência Corpórea
    304. O Espírito se lembra da sua existência corpórea?

    — Sim, tendo vivido muitas vezes como homem, recorda-se do que foi. E te asseguro que, por vezes, ri-se de piedade de si mesmo.

    Comentário de Kardec: Como o homem que, atingindo a idade da razão, ri das suas loucuras da juventude ou das puerilidades da sua infância.

    Leia mais...
  • Tolerância e respeito

     



    Por: Warwick Mota 

    FONTE: GRUPO CHICO XAVIER

    A diversidade religiosa é uma das marcantes características culturais que assinala a humanidade. São milhares de denominações que definem religiões e seitas, reunindo, em todos os pontos da Terra, seguidores de todos os credos.

    Essa pluralidade de crenças, em conjunto com a diversidade étnica, torna as relações entre os povos ainda mais complexas, sendo responsável por inenarráveis conflitos que envolvem o homem desde os primórdios.

    Leia mais...
  • Intolerância religiosa



    Imagem Divulgação/ Pixabay

    FONTE: MOMENTO ESPÍRITA 

    A liberdade de expressão é conquista recente na história da Humanidade.

    Não vão longe os tempos onde expressar o pensamento podia ter como consequência a condenação à morte.

    Déspotas, tiranos, assim como religiões, doutrinas, oprimiram e cercearam a livre expressão do pensamento.

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato