fbpx
HomeInformativo EntrevistasEntrevista com Eliana Machado Coelho
Domingo, 22 Dezembro 2019 19:20

Entrevista com Eliana Machado Coelho

Por: Rita Ramos Cordeiro

“Onde está sua concentração está sua energia e onde está sua energia as coisas crescem. Olhe para onde você quer ir e foque”. Schellida

Eliana Machado Coelho em parceria com o espírito Schellida já publicaram 22 romances espíritas e atingiram a marca de mais de 2 milhões de livros vendidos. Eliana nasceu e reside em São Paulo. É Casada com André Luiz Coelho e é mãe de Ellen, 29 anos.

Recentemente Eliana Machado Coelho lançou mais um livro chamado A Conquista da Paz que está emocionando os leitores.

Acompanhem a entrevista que Eliana Machado Coelho concedeu ao site do Instituto Chico Xavier.


1. Há quanto tempo você é espírita e como conheceu a Doutrina Espírita?
Meu pai era de família Espírita. Minha mãe de família Católica. Conheci a Doutrina Espírita desde sempre, pois em casa de meus pais, O Evangelho Segundo o Espiritismo e a Bíblia Católica Apostólica Romana, com todo respeito, sempre viveram lado a lado, literalmente, sobre uma cômoda que havia em casa. Íamos à igreja Católica e também a Casa Espírita. Desde criança, tive “visões” e conversava com aqueles que ninguém mais via. Normalmente, eram “visões” de crianças, naquela época. Chegávamos a brincar. Hoje sei que se tratava do despertar da mediunidade. Para minha mãe, eram “amigos imaginários”, que a maioria das crianças tem. Na adolescência, passei a conhecer mais o Espiritismo, pois os “amigos imaginários” não sumiram, ao contrário. Mas foi no início da fase adulta que decidi estudar a Doutrina Espírita mesmo e entender o que acontecia comigo.
A mediunidade nunca foi algo estranho para minha família. Ao contrário. Sempre tive apoio para minha mediunidade a começar por minhas avós. Minha avó materna, Dona Tina (Ernestina), apesar de católica, tinha uma mediunidade incrível. Ela era benzedeira. Orientava-me muito. Conversávamos bastante sobre o assunto. Já, minha avó paterna, Dona Cida (Aparecida), era espírita desde o berço, pois seus pais (meus bisavós) já eram estudiosos e praticantes da Doutrina Espírita. Por isso, para mim, a mediunidade nunca foi um problema. Não tive qualquer dificuldade com ela. A não ser, no início da adolescência, quando, como todo jovem, não queria saber de estudar a Doutrina. Mais tarde, como eu disse, no início da fase adulta, com a aceitação dos estudos e a compreensão do Espiritismo, tudo ficou muito fácil e tranquilo.

2. Como você vê o Movimento Espírita atualmente?
Vejo com bons olhos o crescimento do Movimento Espírita e também Espiritualista, de filosofias e religiões que buscam explicações racionais para o motivo de existirmos, a consciência de um Deus bom e justo, a necessidade de amar a si e ao próximo e muito mais.
Passamos por momento bem movimentado da evolução humana e a busca por explicações claras, sem a fé cega, vem aumentando.
Nesse caso, podemos falar que a Doutrina Espírita, com os cinco livros da Codificação Espírita, tem elementos e bases sólidas para muitas explicações que procuramos.
A busca por centros espíritas e outras atividades como feiras de livros direcionadas a temas espiritualistas e de autoajuda, palestras, programas de rádio e internet vêm aumentando e direcionando pessoas. Esses canais de comunicações oferecem um leque de variedades onde o Espiritismo se inclui e, com isso, aumentando seu número de adeptos, seguidores e simpatizantes. Por essa razão, creio que esse é o melhor período para a divulgação e crescimento do Movimento Espírita.

3. Você faz parte de alguma Casa Espírita ou apoia algum projeto na área social?
Frequento assiduamente uma casa Espírita. Atualmente, não exerço tarefas como já o fiz. Os livros, os trabalhos correlatos à escrita, o estudo da Doutrina e divulgação das obras, ocupam muito do meu tempo. No momento, também por outros motivos na vida particular, não daria conta de atender a outras demandas.

4. Como iniciou sua parceria com a Schellida e há quanto tempo?
Lembro-me de Schellida desde sempre. Desde a infância, eu dizia que via uma linda moça que transmitia muita ternura e amor por mim. Minhas avós diziam ser meu anjo da guarda. Tratava-se de Schellida, minha mentora cujo nome surgiu muitos anos depois. Como mentora, muitas vezes, orientava-me pedindo cautela e estudo da Doutrina, paciência, perseverança, resignação... Após cursos na Casa Espírita que eu frequentava, a psicografia despontou como trabalho mediúnico de destaque. Passei a trabalhar na área espiritual com mensagens de consolação e conforto, sob a ótica de minha mentora Schellida, sempre ao meu lado. Depois de anos de estudo e treino, essa querida amiga espiritual convidou-me para escrever um livro, dizendo que essa era uma tarefa abraçada por nós, ainda na espiritualidade, antes do meu reencarne. Para dizer a verdade, não acreditei. Duvidei da minha capacidade. Apesar disso, coloquei-me à disposição do trabalho mediúnico e em julho de 1997 surgiu o primeiro livro: Despertar para a Vida, obra que Schellida escreveu em apenas 20 dias. Depois da tarefa árdua de digitação, o livro foi timidamente publicado em 1998. Após desafios que surgiram, a espiritualidade amiga endereçou-o a um novo caminho de luz para que fosse reeditado por uma nova e nobre editora que respeitou os ensinamentos contidos na obra e verificou a importância de divulgá-los.

 

5. Quantos livros você tem publicado e quais são?
1- O Direito de Ser Feliz - 2002
2- Sem Regras Para Amar - 2003
3- Um Motivo Para Viver - 2004
4- Despertar Para a Vida - 2006
5- Um Diário No Tempo - 2006
6- O Retorno - 2007
7- O Brilho da Verdade - 2007
8- Força Para Recomeçar - 2008
9- Lições que a Vida Oferece - 2008
10- Corações Sem Destino - 2009
11- Ponte das Lembranças - 2010
12- Mais Forte do que Nunca - 2011
13- Movida Pela Ambição - 2012
14- Minha Imagem - 2013
15- Não Estamos Abandonados - 2013
16- O Resgate de Uma Vida - 2014
17- No Silêncio das Paixões - 2015
18- Construindo Um Caminho - 2015
19- A Vida Está a Sua Espera - 2016
20- A Certeza da Vitória - 2018
21- Victor Além da Vida... e
22 - Eternamente Entre nós - 2018
23- A Conquista da Paz - 2019


6. Como é sua rotina de trabalho de psicografia ao lado de Schellida?
Nesses anos todos, aprendi com Schellida que o trabalho mediúnico nunca termina. Um médium precisa vigiar-se muito, ter disciplina, fazer reforma íntima, estudar sempre e orar mais ainda. É preciso muito equilíbrio para realizar uma tarefa de boa qualidade. Isso tudo é trabalhoso. A psicografia é só uma parte dessa tarefa. Sempre estou em trabalho com a querida Schellida. Quando um livro está em andamento eu me programo e disponho-me a psicografia. A princípio, reservo algumas horas todos os dias, mas isso também depende. Às vezes não dá para manter uma rotina. Já aconteceu de ficar mais de 12 horas seguidas psicografando; a noite toda... Varia muito, devido ao livro e ao assunto que demanda mais ou menos tempo. Normalmente, Schellida trabalha por capítulos, escrevendo dois, três, ou mais, por dia. Muitas das vezes, os capítulos não seguem uma sequência. Posso escrever um capítulo do meio do livro, outro do final, outro do início... Somente ao término da obra juntamos tudo e o livro é formado.

7. Em 2018 você comemorou a marca de dois milhões de livros vendidos, que foi resultado do reconhecimento alcançado pelo seu trabalho em parceria com a Schellida. Como você vê e sente esse resultado?
Sinto-me muito satisfeita. Dois milhões de livros vendidos é um número considerável e mostra a grande aceitação do público leitor pela qualidade dos trabalhos de nossa querida Schellida. O que me deixa mais impressionada ainda é saber que, conforme as pesquisas, um livro espírita pode ser lido por três ou quatro pessoas. Assim sendo, o número de leitores pode ser muito mais expressivo do que o número de vendas. Esse é outro resultado que me deixa muito feliz. O sentimento de que o trabalho de Schellida está indo no caminho certo, de que os temas abordados nos romances de Schellida estão sendo úteis aos leitores trazendo ensinamentos maravilhosos e reflexões valiosíssimas, de que essa parceria, minha e de Schellida, está rendendo bons frutos. Agradeço muito a Deus por isso.

8. Em 2018 você completou 15 anos de trabalho em parceria com Lúmen Editorial, que atualmente é um selo da Editora e Distribuidora Boa Nova de Catanduva. Como aconteceu esta transição?
Quando tudo aconteceu, é lógico que fiquei com grande expectativa. Mas foi uma expectativa boa. Eu sabia que uma movimentação dessa proporção afetaria meu trabalho, como afetou: Positivamente!
A espiritualidade, que certamente armou toda essa transição para nós, não revela detalhes e nos deixa a mercê de impactos surpreendentes.
Agradeço a Deus por isso. Agradeço por sempre ter os trabalhos de Schellida sob os cuidados de mãos produtivas, transparentes e honestas. Para ser uma grande editora e também a maior distribuidora do Brasil, com mais de 7000 títulos, todo o trabalho da Boa Nova é feito com muito amor, dedicação e extrema organização. Existe a espiritualidade Maior apoiando e amparando. Do contrário, nada disso seria possível.

9. O gênero literário espírita e espiritualista está crescendo muito nos dias de hoje. Como você entende esse mercado e qual o motivo desse crescimento?
A literatura espírita e espiritualista está crescendo nos dias atuais e a tendência é aumentar, devido alguns motivos.

As pessoas estão assumindo mais suas vontades, desejos e opiniões em todos os sentidos. Antes, o livro espírita ou espiritualista, era lido de modo mais escondido, por receio do preconceito ou recriminação. Por sorte, hoje, não mais. Muitos estão assumindo, lindamente e com orgulho, suas religiões e filosofias espiritualistas. Quem ainda não apoia, precisa respeitar. Simples assim. Com isso, o gênero literário espírita e espiritualista fica mais exposto em todos os lugares, desde as livrarias, até nas mãos de muitas pessoas nos ônibus, metrôs, trens, salas de esperas dos consultórios, praças, parques, posts em redes sociais etc, causando curiosidade e, consequentemente, interesse e busca por parte daqueles que não conhecem o tema.

Nos dias atuais, existe, também, a necessidade humana de aplacar muitas dores, pincipalmente, as dores da alma. Aquela ferida que ninguém pode ver, mas existe nos corações de muitos. As pessoas buscam explicações para o que lhes aconteceu e acontece. São muitos os “por quês” sem respostas. Por que vivo essa experiência? Por que perdi meu filho? Por que essa doença? Por que esse desafio tão intenso? Por que essa dor invisível que não passa?... Respostas que somente uma filosofia ou doutrina reencarnacionista, como o Espiritismo, pode ousar responder, explicar com fé raciocinada, consolar e dar esperanças.





Nos dias de hoje, muitos são os que procuram uma luz, uma esperança e justificativas racionais para os desafios e dificuldades que vivenciam. As literaturas espíritas e espiritualistas podem trazer o que buscam. Consequentemente, é no mercado editorial que essas procuras vão refletir. A necessidade de conhecimento e aprofundamento espiritual será atendida, principalmente, através dos livros.

Não sei falar a respeito das obras de outros autores, mas, com relação aos romances que tenho em parceria com minha mentora espiritual, posso afirmar que são livros diferenciados. Segundo os leitores que se manifestam, sempre positivamente, cada lançamento é um livro diferente, com temática diferente. São obras que trazem esclarecimentos, explicações, reflexões, consolo, entendimento e esperança para diversos acontecimentos da vida, através das experiências dos personagens. Fazendo com que possamos entender a lei de causa e efeito e a justiça de Deus.

10. Os resultados dos seus trabalhos são revertidos para obras assistenciais, como a Creche Boa Nova. Pode nos contar um pouco sobre a creche?

Quando fui à cidade de Catanduva, interior de São Paulo, conhecer a nova sede da Lúmen Editorial, não conheci somente a Boa Nova Editora, a Boa Nova Distribuidora. Conheci também, a Sociedade Espírita Boa Nova e a Creche Boa Nova. Fiquei encantada com a creche, instituição mantida pelos frutos da Boa Nova Editora e Distribuidora. Lá, vi um trabalho incrível sendo realizado. Especial demais e imensamente sério. Todos, sem exceção, comprometidos com amor à tarefa abraçada. Fiquei bem mais impressionada. A espiritualidade sempre em ação, amparando e protegendo todos que ali se engajavam em tarefa nobre. As crianças me encantaram! Lindas! Maravilhosas! Crianças sendo tratadas como crianças, mas com amor que nunca vi antes, em uma creche. Brincadeiras ao ar livre, canções, atividades de desenvolvimento em vários sentidos... Tudo realizado com primor. Ah!... e a religiosidade estimulada com o ensino de preces desde a mais tenra idade. Vi Deus sendo implantado nos coraçõezinhos que ali estavam. Como não se apaixonar?...

11. A Conquista da Paz, o mais recente lançamento em parceria com a Schellida já está encantando os leitores. A que você credita este sucesso?
Os livros que tenho em parceria com Schellida são muito esperados pelo público leitor. Esse não foi diferente, mas a temática dessa obra traz-nos, não só uma história fascinante que nos prende do início ao fim. O tema é muito atual. Traz valorosos ensinamentos sobre a conscientização do que acontece, na espiritualidade, para que percamos a vontade de viver. O que fazer quando a vida perde a cor, o brilho e perdemos as forças? O que fazer quando não existe mais a vontade de viver? Como sempre, com temática Espírita, esse romance alerta que precisamos nos prevenir contra o suicídio. Pois o suicídio não é o fim das dores, mas a intensificação delas, com arrependimento, culpa e muito, muito refazimento a realizar. Embora seja um romance, seus personagens nos motivam e exemplificam que podemos superar as dores da alma, a depressão, a ansiedade, o pânico e sermos melhores do que antes, pois nascemos para vencer e conquistar a paz.
Devido ao crescente índice de depressão, pânico e ansiedade que vem ocorrendo, alguns leitores sofrem com essas doenças, outros conhecem alguém que experimenta o transtorno e o livro mostra, exatamente, o que fazemos ou podemos fazer para piorar ou melhorar esse estado, podendo estimular, e muito, o potencial de cura.

12. Conte-nos um pouco sobre como foi escrever o livro A Conquista da Paz.
Como sempre, o trabalho de psicografia com minha mentora Schellida é muito gratificante. Esse não foi diferente. Aprendi muito com a obra. Na ação e reação dos personagens podemos nos ver no dia a dia, entender o que fazemos, sem perceber, para nos prejudicarmos e nos encaminharmos para dificuldades e desafios que nos contrariam e nos fazem sofrer. A obra também contém apontamentos que podem nos engrandecer, elevar-nos para que possamos ficar plenos em diversos aspectos da vida. Escrever esse livro foi um aprendizado.

13. Agradecemos imensamente sua disponibilidade em nos atender e pedimos que deixe suas últimas palavras aos leitores de nosso site, de como conquistar a paz em momentos tão difíceis como os que estamos vivendo atualmente.
No livro A Conquista da Paz, existe uma frase que chamou muito minha atenção, que é: “Onde está sua concentração, está sua energia e onde está sua energia as coisas crescem. Olhe para onde você quer ir e foque”.
Todo sentimento é momentâneo e passa. Felicidade é um sentimento. Alegria é um sentimento. Assim como a tristeza é um sentimento. A angústia é um sentimento. E todos vão passar.

A paz não. A paz conquistada é um estado permanente. Quando entendermos que a paz é um estado da nossa consciência, de nossa mente, de nossa alma, que a paz é uma conquista do nosso ser, independente do que estamos vivendo, compreenderemos que precisamos nos concentrar no que queremos para viver bem e não nas dores, nas dificuldades, mas sim para onde queremos ir. Paz é jogar fora as dores da ingratidão, as mágoas que guardamos, os ressentimentos que alimentamos, os pensamentos negativos que cultivamos, as práticas inadequadas que fazemos. Não podemos nos deixar impregnar por relacionamentos abusivos, relações tóxicas, amizades corrosivas, comportamentos inconvenientes... Em resumo, precisamos nos harmonizar conosco mesmo para conquistar a paz. Para isso, nada melhor do que fazer algo que a Doutrina Espírita vem ensinando desde que surgiu: Reforma Íntima. Não há como ser diferente. Quer mudar? Deseja uma vida próspera em todos os sentidos? Olhe para onde você quer ir e foque, pois o que foi feito até agora, fez você ser quem é e te colocou onde está. Mude! É possível! Nascemos para vencer e conquistarmos a paz!

Rogo a Deus que traga luz a sua vida.

Beijos a todos!

 

Last modified on Segunda, 23 Dezembro 2019 07:52

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • O que são espíritos agêneres?




    Fonte: Rádio Boa Nova 

    Você já ouviu falar em espíritos agêneres? O que a doutrina espírita fala sobre o assunto? Confira as considerações a seguir.

    Leia mais...
  • O tempo no plano espiritual




    Fonte:
    Letra espirita - Por: Juliana Procopio

    É muito comum em momentos de despedidas após o desenlace de um ente querido ou uma pessoa conhecida que esteve

    doente, por exemplo, ouvirmos as pessoas se referirem a quem partiu com a expressão, “em fim descansou”.

    Leia mais...
  • Raciocinar a fé para que a fé não raciocine por nós.

     




    Por:
    Wellington Balbo

    Quando Kardec codificou o Espiritismo, século 19, sua ideia passou bem longe de construir uma nova religião ou transformar seus livros numa espécie de bíblia com recheio de dogmas.

    Nada disso.

    Leia mais...
  • Espíritos de pessoas em Coma




    Por:
    Letra Espírita - Por: Isabel Miranda

    Como espíritas, aprendemos que cada encarnação se presta a acrescentar novos aprendizados, reparar erros do passado ou até mesmo cumprir missões importantíssimas ao avanço da humanidade.[1]

    Leia mais...
  • Orar é abrir a alma a Deus

     



    Por:
    Vania Mugnato de Vasconcelos - Imagem: Pixabay

    "E não duvideis de que um só desses pensamentos, partindo do coração, é mais ouvido por vosso Pai celestial do que as longas preces repetidas por hábitos". (O Evangelho Segundo o Espiritismo, XXVII, Modo de Orar). O brasileiro é um povo eminentemente religioso.

    Leia mais...

Clube do Livro Emmanuel


Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.


Clube do livro




Todo mês um livro novo em sua casa.
Clique aqui e cadastre-se.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato