fbpx
HomeVídeosPodcast EspíritaMiécioPodcast no.: 09 - Reforma íntima para pessoas comuns : Inteligência emocional, inteligência espírita ?
Segunda, 03 Outubro 2011 21:01

Podcast no.: 09 - Reforma íntima para pessoas comuns : Inteligência emocional, inteligência espírita ?

 

.. Download
  No computador  
  Download mp3  
  No celular
Inteligência emocional? Inteligência espirita? Vamos estudar sobre o assuto ?      
       

Gostou?   Curte, compartllhe, comente,ajude-nos a divulgar conhecimento

    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 


Transcrição do podcast :

Ola ouvinte do Podcast Espirita.
O objetivo deste podcast é sempre trazer informação, explicação para que você possa refletir e despertar o seu melhor.
É sempre um prazer estar aqui com você.

Para você que esta aqui pela 1a. vez, meu nome é Miécio.
Quero agradecer você por estar aqui sempre me ouvindo, sempre me prestigiando.
Todos os podcasts estão disponíveis no site www.institutochicoxavier.com, na seção Podcast

O nosso podcast é divido em duas partes.
Na primeira parte desenvolvemos um tema.
Na segunda parte temos a meditação, o momento de relaxar, o momento de melhorar as suas energias.


No nosso podcast no.: 09 continuarei falando sobre reforma intima.para pessoas comuns, hoje falaremos sobre o subtema : “Inteligência emocional, inteligência espírita ?”.

Então pessoal, o que é inteligência emocional, o que seria inteligência espírita ? Qual a diferença entre elas ?

Segundo estudos realizados pelo psicólogo Daniel Goleman, autor do livro "A Inteligência Emocional", (Editora Campus/Elsevier, 1995), 90% da diferença entre as pessoas que obtém grande sucesso pessoal e profissional, e aquelas com desempenho apenas mediano, se deve a fatores relacionados a competências comportamentais, mais do que às habilidades aprendidas na escola.

O conjunto destas competências é o que podemos chamar de Inteligência Emocional. Elas têm cinco componentes principais:

  • Autopercepção - que é a capacidade das pessoas conhecerem a si próprias, em termos de seus comportamentos frente às situações de sua vida social e profissional, além do relacionamento consigo mesmo.

  • Autocontrole - ou capacidade de gerir as próprias emoções, seu estado de espírito e seu bom humor.

  • Auto-motivação - capacidade de motivar a si mesmo, e realizar as tarefas e ações necessárias para alcançar seus objetivos, independente das circunstâncias.

  • Empatia - habilidade de comunicação interpessoal de forma espontânea e não verbal, e de harmonizar-se com as pessoas.

  • Práticas sociais - capacidade de relacionamento interpessoal e de trabalho em equipe.

Em qualquer área da atividade humana, pessoas com estrutura emocional sólida, conseguem melhor produtividade, melhores resultados, até uma melhor energia em volta de si.

Há cerca de 150 anos, Ralph W. Emerson cunhou a frase: "O caráter é superior ao intelecto".

Daniel Goleman enriqueceu as discussões em torno da disparidade entre o caráter e o intelecto, com seu livro "Inteligência Emocional", ao demonstrar que afeições, medos e preocupações são tão importantes quanto as experiências que acrescentam conhecimento ao indivíduo.

Agora vem Robert Coles e retoma a questão no seu livro Inteligência Moral das Crianças, abordando-a no que ele denominou de "inteligência moral", a qual, diz, não é adquirida apenas com a memorização de regras e regulamentos, em discussões abstratas nas aulas ou da obediência às normas da casa. A criança é uma testemunha sempre atenta da moralidade dos adultos, ou da falta dela. O mais persuasivo ensino moral que os adultos podem dar é pelo exemplo. O testemunho da vida, nossa maneira de ser, de falar, de se relacionar com os outros, tudo isso é absorvido lenta e cumulativamente por nossos filhos e alunos.

"É uma longa batalha educar nossos filhos para serem bons, e o lar é base de tudo", conclui Coles, professor de Ética Social, em Harvard.

No que pese o valor das considerações de Robert, notadamente para uma sociedade tão apegada aos títulos acadêmicos de quem as emite, para saber se as aceita e as adota, Emmanuel antecedeu-o nessas mesmas conclusões há mais de 50 anos, ao apresentar no livro "O Consolador", questão 110: "a melhor escola ainda é o lar, onde a criatura deve receber as bases do sentimento e do caráter"."...a universidade poderá fazer o cidadão, mas somente o lar pode edificar o homem".

No mesmo sentido, e há mais de 140 anos, em "O Livro dos Espíritos", na resposta da questão 582, encontramos a orientação dos Espíritos Luminares de que "Deus colocou o filho sob tutela dos pais, a fim de que estes o dirijam pela senda do bem..."

Nesse mesmo livro, nota de Allan Kardec ao que foi respondido à pergunta 685a, enfatiza a necessidade da educação moral, como formadora ou transformadora de caráter.

Como vemos, o Espiritismo vem tratando desses assuntos da atualidade há mais de um século.

Logo, quem do Espiritismo toma conhecimento e de suas lições se enriquece, colocando-as em prática, progride tanto intelectual como moralmente. Adquire, pois, o que de nossa feita, aproveitando o gancho, denominamos Inteligência Espírita.

A Inteligência Espírita é abrangente o suficiente para conter as demais inteligências, pois vai mais além: baseando-se no Espírito - ser inteligente, antecedente e sobrevivente à vida -, nele identifica a semente e o fruto, a origem das demais inteligências.

Vianna de camargo nos diz sobre o desenvolvimento da Inteligência Espírita. : "quando os ensinos espíritas forem bem compreendidos, examinados, absorvidos pelos homens, estes mudarão o comportamento social, em razão da modificação moral que cada ser se imporá, erguendo-se uma comunidade pacífica e justa, a espraiar-se, generosa, por toda parte, auxiliando a transformação da Terra, regenerada e luminosa, que seguirá no rumo da destinação que a espera como aos seus habitantes, hoje em lutas cruentas e rudes, por haverem abdicado das armas do amor, da mansidão e da fraternidade".

Enquanto a sociedade, de um modo geral, somente consegue dispor e aplicar de maneira esparsa e aos poucos cada inteligência, nós que já nos acercamos da Inteligência Espírita e já conseguimos vislumbrá-la, em querendo, podemos penetrar-lhe o âmago, retirando-lhe o néctar, fortalecendo-nos e vitalizando-nos com seu poder nutritivo, e ela, se bem aplicada na vida diária, dará ao ser tal magnitude que se sentirá um homem novo, com visão suficiente para ter olhos de ver o Caminho, a Verdade e a Vida, e ouvidos para ouvir Jesus a dizer: Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as praticardes.


A Doutrina Espírita vem colocar o Evangelho do Cristo na linguagem da razão, com explicações racionais, filosóficas e científicas, mas, vejamos bem, sem abandonar, sem deixar de lado o aspecto emocional que é colocado na sua expressão mais alta, tal como o pretendeu Jesus, ou seja o sentimento sublimado, demonstrando assim que o SENTIMENTO E A RAZÃO podem e devem caminhar pela mesma via, pois constituem as duas asas de libertação definitiva do ser humano: O AMOR E A SABEDORIA.

A questão 627 de “O Livro dos Espíritos” traz-nos primorosa síntese das finalidades do Espiritismo e, a certa altura da resposta transmitida pelos Espíritos Superiores afirma: “O ensino dos Espíritos tem que ser claro e sem equívocos, para que ninguém possa pretextar ignorância e para que todos o possam julgar e apreciar com a razão. Estamos incumbidos de preparar o reino do bem que Jesus anunciou. Daí a necessidade de que a ninguém seja possível interpretar a lei de Deus ao sabor de suas paixões, nem falsear o sentido de uma lei toda de amor e de caridade.”

Lembre-se que nunca é tarde para o crescimento pessoal, o desenvolvimento de sua inteligencia emocional.

Agora vamos a 2a parte do nosso podcast.

Vamos para nossa meditação

há meu deus,
Meu deus da luz

Deus do bem

Deus Que comanda a complexa historia de humanidade

Que criou tudo que existe

Que criou a eternidade

Fonte da vida

Que me alimenta nessa caminhada, nessa subida

Quero nesse instante depositar toda minha fé em ti, pensar em ti, viver em ti, exalar o seu amor

Eu quero ficar no bem

Se as coisas estão mal, é porque ainda não chegou a hora, é porque não estou no bem

Quando chegar a hora, você vai sentir que esta tudo bem

Tudo sempre acaba no bem

Então, eu não vou ligar pro caminho, nem para as pedras, nem para os desafios, nem das coisas que querem me impressionar, nem da maldade que quer me fazer temer

Estou confiante no bem, tenho certeza na pureza humilde do coração

Minha opção é a essencia da razãoe do bom senso, o eterno bem

A loucura desse mundo é velha

velha demais para me espantar

por isso nessa hora estou no meu momento de calma

por isso tudo bem esta bem e flue bem na minha vida

e tudo derrama uma luz na certeza desse bem, no meu trabalho, nas pessoas com que eu conversar, nas pessoas que eu comprimentar pela rua, nos assuntos a resolver

Meus olhos tem a luz da compreensão, minha boca a docilidade do amor divino, o meu coração tem a direção da certeza do bem,

eu sigo com certeza, na certeza que o bem se revela

quando eu estou no bem, a minha presença pode se transformar na força que atenua

a resposta que chega

o sorriso que amena

a mão que assiste

no coração a esperança da renovação

o mal estar das pessoas não me incomoda, caminho pelo cemiterio das ilusões,

caminhamos lado a lado com a ignorancia

e sabemos que tudo é pela ação de uma grande inteligencia

não temos nada a comentar

Usamos o nosso tempo para fazer, criar e realizar, sempre no bem

Um grande abraço, uma grande dia para você, uma grande semana e até o nosso próximo encontro.

Last modified on Segunda, 18 Julho 2016 21:23

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Por que Deus permite o sofrimento?




    Imagem: Pixabay
    Por: Eduardo Rossatto

    Aos olhos físicos, tudo é sofrimento. Para alguns, castigo de Deus; para outros, um grande enigma. Afinal, por que Deus permite o sofrimento, a fome, tragédias e doenças?

    Mas a nossa cegueira espiritual não consegue enxergar além da matéria, razão pela qual os homens questionam a Espiritualidade Superior. Allan Kardec também questionou, a fim de esclarecimentos, e a resposta do benfeitor na questão 123 do "Livro dos Espíritos" foi a seguinte: "Como ousa pedir contas a Deus de seus atos?"

    Leia mais...
  • Lado diverso da moeda




    Por:
    Orson Peter Carrara

    Durante algumas semanas publiquei algumas reflexões dos prejuízos causados pela falta de conhecimento do Espiritismo, levando pessoas a práticas e comportamentos completamente divorciados da genuína prática espírita. Tais abordagens foram motivadas pelos disparates observados, pelas ocorrências absurdas praticadas em nome de uma doutrina racional e especialmente tentando abrir os olhos daqueles que não conhecem os princípios do Espiritismo e se deixam levar por supostos médiuns e ditos líderes ou palestrantes que, abusando do livre-arbítrio, ameaçam, chantageiam, exigem, impõem ideias absurdas na compreensão dos legítimos ensinos da Doutrina Espírita. Não teve sentido de crítica, até porque todos estamos sujeitos a esses equívocos, inclusive quem aqui escreve, mas de ponderações que promovam coerência.

    Leia mais...
  • Quando sair deixe a porta aberta...


    Por: Wellington Balbo

    Não se trata aqui de deixar a porta aberta quando sairmos de um cômodo ao outro da residência,como,por exemplo,da cozinha para a sala,ou do quarto para o corredor,nestes casos, naturalmente, poderemos fechar a porta.

    Trata-se de sair das inúmeras situações da vida,de relacionamentos, empregos,religiões e instituições de forma geral.

    Leia mais...
  • Perante o medo, a oportunidade de ser

     


    Imagem : Pixabay
    Por: Vania Mugnato de Vasconcelos

    O mundo convulsiona pelo medo, mais que reage pela prevenção. O medo enfraquece e ajuda a adoecer, enquanto a prevenção é força e forma de impedir o mal de estender suas garras sobre todos. Não falo especificamente do vírus que se tornou o assunto incansável e necessário, manifesto-me de modo geral. As pessoas comumente temem o desconhecido e se desesperam com o que acham que não podem controlar. Por seu impacto um vírus novo causa pânico, enquanto a fome, por exemplo, mata 1 pessoa a cada 5 segundos e não apavora tanto, porque, talvez, ela não seja anunciada ou por não serem todos potenciais vítimas dela.

    Leia mais...
  • CORONAVÍRUS

     




    Fonte:
    FEB

    INFORME ASSOCIAÇÃO MÉDICO-ESPÍRITA DO BRASIL (AME- BRASIL) - 13 de março de 2020

    A evolução da pandemia de Coronavírus (COVID-19), com ocorrência em vários países e se disseminando rapidamente, torna essencial a participação de toda a nossa sociedade nas medidas necessárias para sua prevenção e controle.

    Apesar de se tratar de um novo vírus, o conhecimento acumulado até o momento, a partir dos milhares de casos em outras regiões, tem permitido que nosso país desenvolva planos de ação procurando reduzir os danos desta pandemia, já considerada uma emergência de saúde pública. Mas será necessária a mobilização e participação de todos.

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato