fbpx
Quarta, 19 Outubro 2011 20:56

Espíritos Felizes

"Se for boa tua vida, como será má tua morte?

Não sabes que a morte é o corolário da vida?

Por que hesitaria a fruta madura em desprender-se da haste?

Por que desprenderia com dor o que amadureceu às direitas?"
(Huberto Rodhen, da obra "Assim dizia o Mestre")

"Espíritos Felizes" é o tema do Capítulo II da Parte II da obra "O Céu e o Inferno" de Allan Kardec. O estudo que se faz nesse capítulo traz muitas informações relevantes sobre como se sentem na espiritualidade, desde a morte, passagem da encarnação para a erraticidade (estado espiritual entre encarnações), os Espíritos dos que encarnados portaram-se com retidão, boa vontade, caridade, fraternidade, resignação e outras virtudes.

Devemos informar que após a palestra, que frisou bastante a questão da mínima pertubação natural do desencarne nos espíritos felizes, realizou-se um trabalho mediúnico no qual manifestaram-se muitos espíritos sofredores, altamente perturbados, mostrando quão longe ainda estamos de viver de modo que as palavras de Huberto Rodhen, acima, se façam realidade em nossa existência.

Esta palestra foi realizada no Centro Espírita Herculano Pires, em 30/set/2011, com apoio do material disponibilizado no site do CE Batuíra, de autoria de Laurelucia Orive Lunardi, a qual nem sabe quanto ajudou e a quem agradecemos por não reter consigo o material que escreveu.

Last modified on Quarta, 30 Mai 2012 22:24

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Incorporação e possessão

     




    Fonte :
    Letra Espírita - Por : Silvio Junior

    Quando se fala em espiritualidade de modo geral, são diversos os temas tratados, onde por vezes alguns assuntos polêmicos dividem crenças e opiniões em relação a isso ou aquilo, no tocante a possíveis fenômenos observáveis através dos chamados “médiuns”, termo este criado por Allan Kardec durante a codificação do Espiritismo para identificar aqueles que serviam como meio de comunicação entre os planos material e espiritual.

    Leia mais...
  • Invigilância: a porta para a obsessão




    A existência dos fatores predisponentes - causas cármicas - facilitam a aproximação dos obsessores, que, entretanto, necessitam descobrir o momento propício da sintonia completa que almejam.

    Leia mais...
  • Suicídio inconsciente




    Fonte:
    Rádio Boa Nova - Por : Maria Izilda Netto

    Incontável o número de pessoas, em dado momento de suas existências, por motivos variados, resolveu que não era interessante continuar a viver.

    Fosse a existência contida nos limites do berço ao túmulo, sem dúvida, o suicídio seria a grande solução para os problemas e dores da Terra.

    Leia mais...
  • A tristeza segundo Deus


    Por: Eduardo Rossatto

    Segundo Paulo de Tarso na sua segunda carta aos Coríntios (7:10), há dois tipos de tristeza: a tristeza segundo Deus e a tristeza segundo o Mundo. A segunda é a lamentação, as queixas e o tédio. Sofrimento inútil que não é sublimado e que se perde na letargia.

    Leia mais...
  • Injustiça e maldade

     

    Por: Eduardo Rossatto

    Nem sempre é fácil testemunhar injustiças e maldade. O mesmo ocorreu com Simão Pedro em um determinado dia, cerca de onze anos após a crucificação do Mestre, como Humberto de Campos (Irmão X) relata no capítulo 23 da obra "Contos desta e doutra vida".

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.


Clube do livro




Todo mês um livro novo em sua casa.
Clique aqui e cadastre-se.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato